• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.12.2005.tde-17062010-221633
Documento
Autor
Nome completo
Frederico Fonseca Lopes
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2005
Orientador
Banca examinadora
Neves, Marcos Fava (Presidente)
Passador, João Luiz
Spers, Eduardo Eugenio
Título em português
Caracterização e quantificação do sistema citrícola brasileiro
Palavras-chave em português
Administração agrícola
Citricultura
Indústria agrícola
Resumo em português
O sistema agroindustrial citrícola brasileiro é reconhecido mundialmente não apenas pela sua grandeza, mas principalmente pela sua competitividade. Algo em torno de US$ 1,33 bilhão foi trazido ao Brasil pela cadeia citrícola em todas as suas exportações no ano de 2003, representando 1,87% das exportações brasileiras e 4,47% das exportações do agronegócio. Grande parte desses valores (72%) se deu a partir da venda do suco de laranja concentrado e congelado, com produção destinada quase que exclusivamente ao mercado externo. Nos últimos três anos, em torno de 75% das caixas de laranja produzidas foram processadas com essa finalidade, restando apenas cerca de um quarto da produção para o abastecimento do mercado interno. O Brasil, com uma área cultivada em torno de 820 mil hectares e produção de 327 milhões de caixas de 40,8 kg colhidas em 2003 (cerca de 13,3 milhões de toneladas), mantém há anos a posição de maior produtor mundial de laranja, sendo responsável por aproximadamente 30% do total produzido no mundo e mais de 80% das exportações mundiais de suco. O desenvolvimento do mercado interno de sucos e frutas torna-se uma importante ação a ser desenvolvida, haja vista que o setor é muito dependente das exportações de suco de laranja concentrado e congelado (SLCC), além de que o consumo per capita de frutas no Brasil é muito baixo comparado ao de outros países desenvolvidos. Com o objetivo de compreender o sistema agroindustrial citrícola, descrevendo as características dos membros atuantes nesse sistema e sua interação com os demais participantes, torna-se importante caracterizar e quantificar esse sistema contemplando uma seqüência de etapas que permita entendê-lo. Este estudo fundamenta-se no método para caracterização e quantificação de sistemas agroindustriais. Como resultado desta pesquisas, foi apresentado o desenho da cadeia citrícola quantificada que permitirá, em pesquisas futuras, desenvolver a elaboração de ações coletivas e implementação de políticas públicas para o fortalecimento da competitividade dessa cadeia e também no desenvolvimento de estratégias para as firmas envolvidas.
Título em inglês
Quantification and characterization of Brazilian citrus system
Palavras-chave em inglês
Agricultural industry
Agricultural management
Citrus
Resumo em inglês
The Brazilian citrus agro industrial System is worldwide known not only for its greatness but mainly for its competitiveness. Something around 1.33 billion dollars was brought to Brazil by the citrus chain in consequence of all exports in 2003, what makes up 1.87% of all Brazilian exports and 4.4%of all agro industry exports. The bulk of these figures (72%) was due to type frozen concentrated juice which is basically produce for exportation. In the last three years 75% of all oranges produced in Brazil were aimed to this purpose, leaving only one fourth for domestic market. Brazil, with a citrus area of 820 thousand hectares and a production of 327 million of boxes with 40.9 kg each picked in 2003, has been for many years the world largest orange producer in the world with a share of 30% of the world production and 0ver 80% of world orange juice exportation. The domestic market development for juice and fruit becomes an important action to be developed, once the sector is highly dependent of frozen juice exportation (FCOJ; furthermore, the per capita consumption of oranges in Brazil is extremely low compared to other developed countries. In order to understand the citrus agro industrial system, describing the characteristics of acting members in the system and its interaction with other participants, it is important to characterize and quantify the system highlighting a sequence of phases that allow us to understand it, making possible the elaboration of strategies for the development of domestic market for fruits and orange juice. This study is based on the methodology developed by characterization and quantification of agro industrial systems. The result of this research a citrus chain drawing was shown, allowing in future researcher the development of coactive actions and the settlement public policy to make the chain competitiveness stronger and to developed in the chain.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
DissertacaoFFL.pdf (1.58 Mbytes)
Data de Publicação
2010-06-23
 
AVISO: O material descrito abaixo refere-se a trabalhos decorrentes desta tese ou dissertação. O conteúdo desses trabalhos é de inteira responsabilidade do autor da tese ou dissertação.
  • NEVES, M. F., et al. Competitiveness of the Orange Juice Chain in Brazil. The International Food and Agribusiness Management Review , 2013, vol. 16, p. 34-49.
  • NEVES, M. F., et al. Comportamento do Consumidor Organizacional de Laranja e Suco de Laranja. REGE. Revista de Gestão USP, 2006, vol. 13, p. 75-86.
  • NEVES, M. F., et al. Metodologias de Análise de Cadeias Agroindustriais: uma Aplicação para Citros. Revista Brasileira de Fruticultura , 2004, vol. 26, p. 468-473.
  • NEVES, M. F., and LOPES, F. F. Opportunities for The Brazilian Orange Chain. Fruit Processing, 2005, vol. 3, p. 142-144.
  • NEVES, M. F., TEIXEIRA, L., and LOPES, F. F. Juice Consumer Behavior in Brazil. Fruit Processing, 2005, vol. 1, nº 3, p. 86-90.
  • TEIXEIRA, L., LOPES, F. F., e NEVES, M. F. Comportamento do Jovem Consumidor de Laranja In Natura e Suco no Estado de São Paulo. Laranja, 2004, vol. 25, nº 2, p. 259-275.
  • CAMPOS, E. M., et al. Comportamento do Consumidor Industrial e Final de Laranja e Suco de Laranja no Brasil. In Cladea 2005 Asamblea Anual - Conselho Latino Americano das Escolas de Administração - CLADEA - Innovacion y Gerencia, el Nuevo Gerente para este Nuevo Milênio, Santiago del Chile, 2005. Cladea 2005 Asamblea Anual - Conselho Latino Americano das Escolas de Administração - CLADEA., 2005.
  • FAVA, B. B., et al. Ações para Aumentar a Competitividade da Cadeia de Laranja no Brasil. In 14º Simpósio Internacional de Iniciação Científica da USP (XIV SIICUSP), Piracicaba, 2006. 14º Simpósio Internacional de Iniciação Científica da USP (XIV SIICUSP) - Agropecuárias., 2006. Resumo.
  • NEVES, M. F., et al. Ações Coletivas para o Aumento do Consumo de Suco e Laranja no Brasil. In 12º Simpósio de Iniciação Científica da USP (XII SIICUSP), São Paulo, SP, 2004. 12º Simpósio de Iniciação Científica da USP (XII SIICUSP). Anais. Vol. 2 - Humanas e Humanidades, Resumo T. 746., 2004. Resumo. Dispon?vel em: http://www.usp.br/siicusp.
  • NEVES, M. F., et al. Competitiveness of the Orange Juice Chain in Brazil. In IAMA 22nd Annual World Food and Agribusiness Forum and Symposium The Road to 2050: "The China Factor", Shangai, 2012. INTERNATIONAL FOOD AND AGRIBUSINESS MANAGEMENT ASSOCIATION (IFAMA). : INTERNATIONAL FOOD AND AGRIBUSINESS MANAGEMENT ASSOCIATION (IFAMA), 2012. Available from: http://https://www.ifama.org/events/conferences/2012/cmsdocs/Symposium/PDF%20Symposium%20Papers/650_Paper.pdf.
  • NEVES, M. F., TROMBIN, V. G., e LOPES, F. F. Sistema Agroindustrial da Laranja: Caracterização, Competitividade e Tendências. In XV Ciclo de Palestras Sobre Citricultura do RS, Alpestre, 2008. XV Ciclo de Palestras Sobre Citricultura do RS., 2008.
  • PEREIRA, F. C., et al. Mapeamento do Sistema Agroindustrial (SAG) da Laranja no Brasil. In 18º Simpósio Internacional de Iniciação Científica da USP (XVIII SIICUSP), São Paulo, SP, 2010. 18º Simpósio Internacional de Iniciação Científica da USP., 2010. Resumo.
  • TEIXEIRA, L., et al. Comportamento do Consumidor de Fruta e Suco de Laranja no Brasil. In 12º Simpósio de Iniciação Científica da USP (XII SIICUSP), São Paulo, SP, 2004. Anais do 12º Simpósio de Iniciação Científica da USP (XII SIICUSP). Vol. 1 - Agropecuária, Engenharia e Exatas, Resumo T. 1031., 2004. Resumo. Dispon?vel em: http://www.usp.br/siicusp.
  • TEIXEIRA, L., et al. University Consumer's Behavior of in Natura Orange and Juice in Brazil. In 2005 BALAS Conference - The Business Association of Latin American Studies - BALAS - Management in Ibero-America: Lessons and Challenges in the Global Arena, Madrid, 2005. 2005 BALAS Conference - The Business Association of Latin American Studies - BALAS., 2005.
  • NEVES, M. F., et al. A Laranja do Campo ao Copo. São Paulo : Atlas, 2012{Volume}.{Serie}
  • NEVES, M. F., et al. O Retrato da Citricultura Brasileira. Ribeirão Preto, 2010{Volume}.{Serie}
  • NEVES, M. F., et al. The Orange Juice Business: A Brazilian Perspective. Holanda : Editora Wageningen Academic Publishers, 2011{Volume}.{Serie}
  • NEVES, M. F., e LOPES, F. F. Estratégias para a Laranja no Brasil. São Paulo : Atlas, 2005{Volume}.{Serie}
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.