• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.12.2004.tde-17042006-193159
Documento
Autor
Nome completo
Cesar Alexandre de Souza
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2004
Orientador
Banca examinadora
Zwicker, Ronaldo (Presidente)
Albertin, Alberto Luiz
Moreira, Edson dos Santos
Siqueira, Jose de Oliveira
Vidal, Antonio Geraldo da Rocha
Título em português
Uso organizacional da tecnologia de informação: um estudo sobre a avaliação do grau de informatização de empresas industriais paulistas
Palavras-chave em português
Gestão da Tecnologia de informação
Grau de Informatização de Empresas
Modelagem de Equações Estruturais (SEM)
Uso Organizacional da Tecnologia de Informação
Resumo em português
Inserida de maneira central na atualidade está a questão da difusão da tecnologia de informação (TI) em todos os níveis da sociedade. Governos em todo o mundo têm se preocupado com a inclusão de seus países na “economia digital” e investido na construção de infra-estruturas tecnológicas que permitam conectar suas instituições, cidadãos e empresas entre si e com o mercado global. Isso se reflete em um intenso processo de informatização da sociedade, e, especialmente no caso das empresas, se faz necessário para que possam participar deste mercado. Apesar disso, muitos estudos apontam dois aspectos que destoam desse quadro: em primeiro lugar, não se comprovou relação direta entre investimentos realizados em TI e a obtenção de resultados como o aumento da lucratividade ou produtividade empresariais; e, em segundo lugar, muitas empresas, especialmente de micro, pequeno e médio porte encontram-se em posição relativamente atrasada nesse processo. Quanto ao primeiro aspecto, o que tem despontado como principal conclusão dos estudos é o fato de que não importa o quanto se investe em tecnologia, mas sim o como essa tecnologia é utilizada para o efetivo apoio aos processos empresariais. Em relação ao segundo aspecto, o que se aponta é a necessidade de os gestores das empresas terem à sua disposição recursos que possibilitem realizar (a) uma avaliação de como a empresa se encontra em relação ao uso da TI; (b) um correto posicionamento desse uso em relação a outras empresas de mesmo porte e setor e; (c) o conhecimento das alternativas disponíveis para a informatização. Assim, o objetivo principal deste trabalho é o desenvolvimento de uma medida unificada para a avaliação do uso da TI, e que será denominada “grau de informatização”. A medida do grau de informatização foi desenvolvida com base em quatro dimensões: infra-estrutura de TI; uso organizacional; gestão de TI; e impactos organizacionais advindos da utilização da TI, tendo como foco específico empresas do setor industrial. O desenvolvimento dessa medida unificada para o “grau de informatização” se insere no contexto maior de um projeto que tem como objetivo a disponibilização de um instrumento para que empresas possam avaliar seus processos de informatização, e, ao mesmo tempo, desenvolver a cultura da avaliação de TI e obter conceitos e conhecimentos necessários para que esse processo possa ser bem sucedido. Esse projeto é denominado “iDigital – Perfil da Empresa Digital” e é realizado em parceria entre a Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (FIESP), a Fundação Instituto de pesquisas Econômicas (FIPE) e a Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade da Universidade de São Paulo (FEA/USP). Para a elaboração da medida, foram selecionadas e analisadas variáveis obtidas em 345 questões apresentadas em um questionário disponibilizado na Internet, e que foram sintetizadas em 66 indicadores que compõem a medida proposta. A amostra final obtida contou com 1.391 empresas, sendo que 830 atenderam os requisitos para o cálculo da medida proposta. Para teste e validação da medida, foi utilizado o modelo de equações estruturais (SEM). A medida atendeu a requisitos de confiabilidade e validade interna, e mostrou ter validade externa ao se confirmarem as proposições de evolução com o porte de empresa, diferenciação por setores empresariais, e inexistência de correlação com os investimentos em TI realizados pelas empresas.
Título em inglês
Organizational use of information technology: an study on the evaluation of the computerization level of brazilian industrial companies
Palavras-chave em inglês
Computerization Level of Industrial Companies
Information Technology Management
Organizational Use of Information technology
Structural Equation Modeling (SEM)
Resumo em inglês
The diffusion of information technology (IT) in all levels of society is central to the context of the new economy. Around the world, governments are investing in the development of a technological infrastructure to make possible to their institutions, citizens and companies to connect among them and to the global market. This need is reflected in an intense process of computerization of the society, and, in the case of commercial companies, it is even necessary to compete. In spite of this, some studies show two facts that are not aligned with this situation: first, there is no proof of a direct causal link between investments in IT and organizational performance; second, it is shown that in many companies this process is delayed, and it is especially the case of small and medium business. In relation to the first fact, the main conclusion of such studies is that it is not the amount invested in IT that matters, but how it is invested and how technology is effectively used to support organizational processes. Relative to the second fact, it is pointed that managers and executives have a need for evaluation instruments that allow them to: (a) evaluate the organizational use they are making of IT; (b) obtain a knowledge of their positioning in relation to other companies; and (c) inform them about possible uses of IT in their companies. So, the main objective of this work is to develop a measure to evaluate the organizational use of IT, that is, a measure of the “computerization level” of industrial firms. The development of this measure was based on four dimensions: IT infrastructure; Organizational Use of IT; IT Management; and IT Impacts, being industrial companies the focus of the research. The development of this measure is inserted into a greater context of a project that aims to make available an evaluation instrument that at the same time allows the evaluation of the companies computerization processes and acts as a mean to disseminate knowledge to executive managers about the possible uses of IT. The development of this measure was done by selecting and analyzing variables obtained in 345 questions presented in a web questionnaire, and that were summarized into 66 indicators. A sample of 1391 companies was obtained, and 830 were effectively used to develop the measure. To test and validate the measure, structural equation modeling (SEM) was employed. The final computerization level measure reached reliability and internal validity requirements and showed external validity as initial propositions of being related to size and sector of companies and of not being related to investments in IT were confirmed.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2006-04-25
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.