• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.12.2007.tde-14122007-104152
Documento
Autor
Nome completo
Renata Giovinazzo Spers
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2007
Orientador
Banca examinadora
Wright, James Terence Coulter (Presidente)
Grisi, Celso Claudio de Hildebrand e
Larrañaga, Félix Alfredo
Silber, Simao Davi
Souza, Amaury Guimarães de
Título em português
Proposição de um modelo de internacionalização para atuação de empresas brasileiras nos mercados populares internacionais
Palavras-chave em português
Classe baixa
Estratégia organizacional
Internacionalização de empresas
Resumo em português
Existem diferentes possibilidades para o crescimento das empresas brasileiras, com destaque para a atuação em mercados populares internacionais. Por um lado, existem empresas brasileiras com habilidades, capacidade de gestão e preparadas para atuar nestes mercados e por outro lado existem enormes mercados populares não atendidos plenamente pelas empresas locais ou multinacionais de países desenvolvidos. Neste âmbito configura-se a tese, visando a responder quais são as dimensões estratégicas críticas para a atuação nos mercados populares internacionais e como os conhecimentos adquiridos no mercado brasileiro impactam a atuação das empresas, com o objetivo central de propor um modelo de internacionalização para empresas brasileiras competirem com sucesso nos mercados populares internacionais. O Brasil tem um histórico de baixa participação nos negócios internacionais, embora este número venha crescendo e foi idenitificado um excelente potencial nos mercados populares internacionais, em especial Argentina, China, Colômbia, México, Índia, Chile, Rússia, Peru, Paraguai, Venezuela, Uruguai, África do Sul, Turquia, Irã, Polônia, Argélia, Arábia Saudita, Indonésia, Tailândia e Bolívia. A partir das análises conceituais das estratégias para mercados de bens populares, combinadas às estratégias de internacionalização, foram definidas as variáveis de análise, considerando os motivos para internacionalizar, escolha dos mercados e segmentos atendidos, assim como as dimensões preços, promoção, canais de distribuição, produtos, inovação e tecnologia, formas de entrada nos mercados selecionados e processos de produção e custos. Outra variável importante são os conhecimentos utilizados pelas empresas brasileiras e impacto na atuação internacional. Foi aplicada uma pesquisa exploratório-descritiva, com abordagem metodológica de estudo de casos múltiplos, com utilização de um roteiro para construção de teoria, com elementos de estudo de caso e Grounded theory. Foi feita análise documental de materiais institucionais e informações publicadas na mídia e foi realizado um levantamento junto a fontes primárias, com entrevistas pessoais em profundidade com 14 executivos das empresas brasileiras selecionadas para o estudo: Natura, O Boticário, AmBev, Embraco, Perdigão e Alpargatas (Havaianas). Após as análises dos casos, conclui-se que os motivos para internacionalização nos mercados populares internacionais estão ligados ao aumento das vendas e faturamento, com vistas ao crescimento de longo prazo. As dimensões estratégicas críticas são a gestão e fortalecimento da marca, para que as empresas possam concorrer com os competidores locais; acesso ao mercado local; mix de produtos que contemple a baixa renda, com opções mais simples e baratas de produtos que as empresas já oferecem no Brasil; inovações em processos para redução de curstos; modelo de negócios bem definido e sustentável; valorização das relações de longo prazo com stakeholders dos mercados populares e fortalecimento das estratégias e cultura da empresa, para que ela não tenha a imagem prejudicada ao atender os mercados populares. Foi possível desenvolver um modelo conceitual geral para atuação das empresas brasileiras nos mercados populares internacionais, com base nestas dimensões estratégicas críticas. Outra conclusão é que os conhecimentos desenvolvidos no Brasil são fundamentais para atuação nos mercados populares internacionais: produtos e mix adequado à baixa renda; distribuição e logística eficiente em locais com infra-estrutura precária e grande capilaridade; domínio de processos e redução nos custos de produção. Foram analisadas seis das mais importantes empresas internacionalizadas do Brasil, que poderão orientar o direcionamento de outras empresas brasileiras, ajudando-as a trilhar o sucesso no âmbito internacional, principalmente junto aos mercados internacionais de bens populares, de forma sustentável e bem sucedida.
Título em inglês
Proposition of an internationalization model for Brazilian companies in low income markets
Palavras-chave em inglês
Intenationalization
Low-income markets
Strategy
Resumo em inglês
There are distinct growth possibilities for Brazilian companies, and one of them is to focus mainly the international low income market operation. On one hand, there are Brazilian companies which do have the skills, the managing capacity and are ready to operate in these markets and on the other hand there are huge low income markets not properly attended by local or developed countries? multinational companies. In the light of this context, this theses aims to answer which are the critical strategic dimensions to perform in international low income markets and how the knowledge acquired in Brazilian market affects these companies? performances, with the main purpose of presenting a useful internationalization model to guide the Brazilian companies about how to compete in international low income markets. Historically, Brazil has a lean participation in international trading; this picture is changing and now an excellent potential has been spotted in low income international markets, specially in Argentina, China, Colombia, Mexico, India, Chile, Russia, Peru, Paraguay, Venezuela, Uruguay, South Africa, Turkey, Iran, Poland, Algeria, Saudi Arabia, Indonesia, Thailand and Bolivia. The analysis variables had been defined, considering the motives for internationalization, the markets? choice, attended segments, as well as dimensions such as prices, promotion, distribution channels, products, innovation and technology, the ways to get into the selected markets and production processes and costs. Another important variable to consider is the knowledge used by Brazilian companies and international performance impact. The adopted research has been oriented to exploration and portraying, methodologically approaching multiple cases, building a theory using a script, with case-history elements and Grounded Theory. Documental analysis has been done upon institutional publications and published information, as well as primary sources surveys, by means of directly interviewing 14 managers from the Brazilian selected companies: Natura, O Boticario, AmBev, Embraco, Perdigão and Alpargatas-Havaianas. The cases? analysis showed that the motives for internationalization regarding international low income markets are connected to sales and revenue increasing, aiming long term growing goals. The critical strategic dimensions are: brand administration and strenghtening, providing competitive characteristics, in order to compete with local competitors, local market access, a product mix oriented to low income market, offering plain and cheaper options in comparison to the products already available in Brazil, cost-reducing process innovations, sustainable and well-defined business structure, long term stakeholders relationship valorization, regarding low income markets and strenghtening of the company?s strategy and culture, keeping a good company?s image even seeing it as a low income market oriented company. It has been possible to develop a general conceptual model for Brazilian companies to perform in international low income markets, grounded on these critical strategic dimensions. Another conclusion from this work is that Brazilian developed knowledge is now fundamental to guide the actuation in the international low income markets: products and product mix suitable to low income profile, efficient logistic and distribution structure in regions where it is precarious but capillarity is necessary, full dominion over processes and cost-reduction practices. Six of the most important internationalized companies in Brazil have been focused and analysed, to guide other Brazilian companies in its decision processes, helping them to choose a successful way inside the international environment, mainly regarding the low income international market, in a sustainable and succeeded trajectory.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Renataperscapa.pdf (51.18 Kbytes)
Data de Publicação
2007-12-19
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.