• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.12.2017.tde-13122017-152138
Documento
Autor
Nome completo
Ricardo Kozesinski
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2017
Orientador
Banca examinadora
Feldmann, Paulo Roberto (Presidente)
Coelho, Diego Bonaldo
Perez, Gilberto
Wright, James Terence Coulter
Título em português
Uma proposta de tipologia para os novos empreendedores brasileiros sob a perspectiva da inovação
Palavras-chave em português
Cultura
Empreendedorismo
Inovação
Tipologia
Resumo em português
Pesquisas que procuram identificar o empreendedor e seu papel na economia fundamentam-se historicamente em Schumpeter. Empreendedor é aquele que inova, diz o autor, contrariando o senso comum de que bastaria ter um negócio próprio para ganhar essa designação. Diversos estudos indicam que o Brasil é um país com muitos empreendedores, já outros revelam que existem pouca inovação no país, o que de certa forma é uma contradição com a ideia do empreendedor schumpeteriano. No entanto, a intensa criação de novas startups no Brasil podem ser evidência da existência de um tipo de empreendedor mais alinhado à Schumpeter, já que essas são empresas recém-criadas e que se baseiam no desenvolvimento de tecnologias inovadoras com potencial de rápido crescimento e geração de valor. Empresas inovadoras são importantes para o país por serem capazes de influir positivamente no seu desenvolvimento econômico, melhorando as condições de vida de sua população. Empresas inovadoras são criadas por pessoas inovadoras e o objetivo dessa pesquisa foi identificar quais são os tipos de empreendedores que criam startups. Um estudo exploratório foi realizado e contemplou 11 entrevistas abertas com empreendedores de startups que foram analisadas e seus resultados categorizados. A dimensão da inovação é fundamental para distinguir o empreendedor e foi a base para a elaboração da tipologia que identificou 7 tipos diferentes de empreendedores: racionalista, explorador, adaptador, transformador, pré-inovador, utopista e minimalista. Os resultados obtidos indicam que há pouca inovação entre os empreendedores de startups pesquisados. No entanto, foram identificados casos em que os empreendedores desenvolveram tecnologias novas que, mesmo não sendo inéditas, entregam resultados superiores aos seus clientes. A influência da cultura sobre a inovação também foi foco de investigação. A dificuldade dos empreendedores em cooperar, especialmente por eleger elementos emocionais em detrimentos de escolhas utilitárias, sua falta de confiança em instituições e em pessoas, suas preferências por atividades hedonistas, a pouca diversidade e uma relativa baixa capacidade de adaptação frente a adversidades são elementos que contribuem para a dificuldade em inovar as startups.
Título em inglês
A typology proposal for the new Brazilian entrepreneurs from the perspective of innovation
Palavras-chave em inglês
Culture
Entrepreneurship
Innovation
Typology
Resumo em inglês
Academic research looking to identify the entrepreneur and his role in the economy is historically based on Schumpeter. Entrepreneur is the one who innovates, says the author, contradicting the common sense that having a business of its own is enough to gain this designation. Several studies indicate that Brazil is a country with many entrepreneurs, while others show that there is little innovation in the country, which in a sense is a contradiction with the Schumpeterian entrepreneur idea. However, the intense creation of new startups in Brazil in the last few years may be evidence of an entrepreneurial type more aligned with Schumpeter, since these are newly created companies that are based on the development of innovative technologies with the potential for fast growth and value creation. Innovative companies are considered important to the country since they positively influence their economic development and consequently improve live conditions of their population. This innovative companies are created by innovative people and the purpose of this research was to identify the types of entrepreneurs who create startups. A exploratory study was conducted and included 11 open interviews with entrepreneurs of startups that were analyzed and their results categorized. The innovation dimension, fundamental for distinguishing the Schumpeterian and neo-Schumpeterian entrepreneur, was the basis for the typology that identified 7 different types of entrepreneurs: rationalist, explorer, adapter, transformer, pre-innovator, utopian and minimalist. The results indicate that there is little innovation among the entrepreneurs of startups surveyed. However, in some cases the entrepreneurs have developed new technologies and despite not being entirely new, they allow the entrepreneur to deliver superior results to their clients. The influence of culture on innovation was also the focus of this research. The entrepreneurs' difficulty in cooperating, especially by electing emotional elements in opposition to utilitarian choices, their lack of trust in institutions and people, their hedonistic preferences, the lack of diversity, and a relatively low ability to adapt facing adversity are elements that contribute to the obstacle of innovating in startups.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
CorrigidoRicardo.pdf (1.74 Mbytes)
Data de Publicação
2017-12-18
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.