• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.12.2018.tde-08012018-180143
Documento
Autor
Nome completo
Luís Eduardo Pilli
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2017
Orientador
Banca examinadora
Mazzon, Jose Afonso (Presidente)
Andrade, Eduardo Bittencourt
Ferreira, Rafael de Vasconcelos Xavier
Pereira, Carlos Alberto de Braganca
Swait Junior, Joffre Dan
Título em português
Escolhas baseadas em múltiplos objetivos: a evolução do homo economicus ao homo aptabilis
Palavras-chave em português
Comportamento do consumidor
Escolhas baseadas em múltiplos objetivos
Heterogeneidade na resposta do consumidor
Modelos de escolha discreta
Teorias comportamentais de decisão
Resumo em português
Escolhas são meios para que indivíduos e consumidores atinjam seus objetivos. São objeto de estudo em diversas disciplinas e eu me apoiei em três delas para desenvolver estas tese. Modelos normativos da economia que definem o homo economicus, modelos descritivos das teorias de decisão comportamental que forjam o homo aptabilis, capaz de fazer escolhas que permitam o atingimento de seus objetivos. E modelos econométricos de escolha discreta, que permitem o uso e teste de teorias comportamentais usando métodos flexíveis e realistas. O argumento central desta tese é que modelos econométricos devem considerar a heterogeneidade do comportamento individual em todo o processo de escolha, incluindo objetivos do consumidor, estratégias de decisão, formação de conjuntos de escolha subjetivos, além de preferência. O não reconhecimento desta complexidade nos processos de escolha produz modelos falsos, capturando a heterogeneidade no nível das preferências e induzindo organizações a tomarem decisões equivocadas. Para desenvolver este argumento, esta tese se organiza em três seções. Na primeira eu faço uma revisão da literatura com foco nos diversos níveis do processo de escolha onde a heterogeneidade se manifesta e relaciono os modelos de escolha com as teorias comportamentais de decisão. Na segunda seção é desenvolvido um estudo sobre os vieses provocados quando a heterogeneidade na formação de conjuntos subjetivos de escolha não é levada em consideração. Através de experimentos de Monte Carlo fica comprovado que os parâmetros de modelos econométricos de escolha são generalizadamente viesados, levando à estimadas equivocadas de probabilidades de escolhas das marcas e das elasticidades das probabilidades de escolha. Esses resultados são usados para motivar uma abordagem de teoria dos jogos que resulta em equilíbrio distante do ideal, do ponto de vista de resultados das empresas. Finalmente na terceira seção, é desenvolvido um modelo de escolha discreta baseado em múltiplos meta-objetivos e em diferentes processos de escolha individual. Mais um experimento de Monte Carlo comprova que o modelo é capaz de recuperar o parâmetros do processo gerador de dados. O modelo além de reconhecer a existência de diversos meta-objetivos que ativam diferentes regras comportamentais, também permite estudar a adaptação do processo de escolha individual em função de variáveis de contexto, de situação e individuais. O modelo articula modelos econométricos com teorias comportamentais de decisão e oferece suporte para a compreensão do homo aptabilis
Título em inglês
Multiple goals-based choice: the evolution from homo economicus to homo aptabilis
Palavras-chave em inglês
Behavioral decision theories
Consumer behavior
Consumer response heterogeneity
Discrete choice models
Multiple goals choice bases
Resumo em inglês
Choices are the means for individuals and consumers to attain their goals. They are the objects of study for several disciplines and I relied on three of them to develop this thesis. Normative models from economicsdefining the homo economicus, descriptive models from behavioral decision theories that forge the homo aptabilis, able to adaptively pursue multiple goals through choices. And discrete-choice econometric models that allow the use and testing of behavioral theories using flexible and realistic methods. The central argument of this thesis is that econometric models should consider the heterogeneity of individual behavior throughout the choice process, including consumer goals, decision strategies, choice set formation, and preferences. Failure to recognize this complexity in the choice process produces false models, capturing process heterogeneity at the level of preferences, and inducing organizations to make the wrong decisions. To develop this argument, this thesis is organized into three sections. In the first one, I review the literature focusing on the different levels of the choice process where the heterogeneity manifests itself and I relate the choice models to the behavioral decision theories. In the second section, a study is developed on the biases caused when heterogeneity in the choice set formation is not accounted for. Through Monte Carlo experiments it has been proven that the parameters of econometric choice models are generally biased, leading to misleading estimates of brands choice probabilities and of attribute'schoice elasticities. These results are used to motivate a game theoretical approach that results in far-fetched equilibrium from the point of view of business results. Finally, in the third section, a discrete choice model based on multiple meta-goals and on different individual choice processes is developed. One more Monte Carlo experiment proves that the model is capable of retrieving the parameters of the data-generating process. The model, besides recognizing the existence of several meta-objectives that activate different behavioral rules, also allows studying the adaptation of the consumer choice process as a response to context, situation, and individual variables. The model articulates econometric models with behavioral decision theories and supports the understanding of the homo aptabilis.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
LuisSimplificada.pdf (2.38 Mbytes)
Há arquivos retidos devido a solicitação (publicação de dados, patentes ou diretos autorais).
Data de Liberação
2020-01-08
Data de Publicação
2018-02-09
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.