• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.12.2014.tde-08012015-150454
Documento
Autor
Nome completo
Ana Luiza Camargo Mascarin
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2014
Orientador
Banca examinadora
Zylbersztajn, Decio (Presidente)
Lourenzani, Wagner Luiz
Nogueira, Antonio Carlos Lima
Título em português
Serviços de mecanização agrícola: atividade meio ou atividade fim?
Palavras-chave em português
Custo de transação
Economia institucional
Estratégia organizacional
Mecanização agrícola
Sistemas agroindustriais
Resumo em português
Ter ou contratar é a questão estratégica abordada na presente dissertação. A pesquisa tem o objetivo de estudar o mercado de serviços agrícolas de mecanização dentro do escopo e dos limites da firma agrícola. A questão a ser investigada focaliza as razões da predominância da opção pela propriedade da frota de equipamentos por parte dos agricultores. Destaca-se que foi feito um recorte com relação às culturas agrícolas para o estudo, os Sistemas Agroindustriais selecionados foram o da cana-de-açúcar e o da soja. Para resolver essa questão é utilizada a Nova Economia Institucional como base teórica. Os conceitos da Economia de Custos de Transação e sua estratégia de economizar nos custos de transação são elementos que fundamentam as hipóteses sobre a escolha dos arranjos institucionais. O cenário das transações é o ambiente institucional e as instituições são as responsáveis pelas regras que as governam; justificando a análise setorial sobre esse mercado de serviços mecanizados. A Teoria do Crescimento da Firma é utilizada para explicar o surgimento desse novo mercado. A análise empírica envolve duas abordagens: a qualitativa e quantitativa. Na qualitativa são analisados os SAG´s da soja e da cana-de-açúcar, em seguida a análise do ambiente institucional e as regras que envolvem a subcontratação no país para então uma análise setorial do mercado de serviços de colheita mecanizada ser elaborada com base no arcabouço teórico. Na abordagem quantitativa é feita uma comparação entre dos custos operacionais da aquisição de colhedoras ou a contratação de serviços de fornecedores externos; seguida de um modelo probit para investigar a relação entre contratar ou não um serviço de colheita mecanizada. Como resultado da analise do ambiente institucional, foi mostrado que existem regras ambíguas em relação à subcontratação, o que desencoraja e por vezes penaliza quem escolhe contratar. A análise setorial do mercado de serviços de colheita mecanizada no SAG da soja e da cana-de-açúcar foi feita por meio de dois estudos de caso. Foram realizadas entrevistas em profundidade com os fornecedores de serviços de colheita mecanizada e stakeholders. Como resultado proeminente da análise constata-se que os serviços surgem de produtores rurais (100%) que já possuíam máquinas e decidiram otimizar seu uso, e também que a maioria (63%) atua informalmente. Esse resultado corrobora a primeira hipótese (H1) sobre o surgimento de serviços da Teoria do Crescimento da Firma. Em seguida na primeira análise quantitativa verifica-se que os custos operacionais de integrar e contratar o serviço são bem próximos se a opção for comprar uma máquina à vista e contratar. Porém quando financiadas a propriedade não se torna boa opção financeira. Na outra etapa quantitativa foi elaborado um modelo econométrico e investigou-se a relação entre contratar ou não um serviço de colheita mecanizada com a especificidade temporal e locacional, contratos anteriores e a influência negativa do ambiente institucional. Do modelo idealizado e do levantamento realizado os resultados são que as hipóteses relacionadas com a especificidade do ativo (H2) e a existência de contratos bem sucedidos no passado (H3) foram validados com grau de significância de 5%. A hipótese relacionada ao ambiente institucional (H4) apesar de ser significante não foi validada, pois tem o efeito oposto ao esperado. Foram utilizados, portanto, dados qualitativos e quantitativos. Concluiu-se como previsto que a maioria dos produtores é integrada verticalmente (67,2%) e que a opção não é financeira e que os custos de transação importam na tomada de decisões. A atenção agora se volta para os próximos passos sugeridos, como expandir o estudo para novas culturas e serviços agrícolas.
Título em inglês
Agricultural mechanization services: middle activity or main activity?
Palavras-chave em inglês
Agribusiness systems
Agricultural mechanization
Institutional economics
Organizational strategy
Transaction costs
Resumo em inglês
Make or contract is the strategic issue addressed in this dissertation. In this thesis I shall investigate the market of agricultural mechanization services within the scope and limits of the agricultural firm. The question to be investigated focuses on the reasons for the predominance of the option for ownership of the equipment by farmers It is emphasized that a cut was made with respect to agricultural crops for the study, the Agribusiness Systems selected were sugarcane and soybeans. To settle this proposition it is used the New Institutional Economics as a theoretical basis. The concepts of Transaction Cost Economics and its strategy to save on transaction costs are elements that underlie the hypotheses on the choice of institutional arrangements. The scenario of transactions is the institutional environment and the institutions are responsible for the rules which govern them; justifying the sectorial analysis of the market for mechanized services. The Theory of the Growth of the Firm is used to explain the emergence of this new market. The empirical analysis involves two approaches: qualitative and quantitative. Qualitative analyzes the SAG's of soy and sugarcane, and then the analysis of the institutional environment and the rules surrounding outsourcing in the country for finally a sectorial analysis of the mechanical harvesting services market to be developed based the theoretical framework. In the quantitative approach a comparison is made between the operational costs of acquiring harvesters and contracting external providers; followed by a probit model to investigate the relationship between contracting or not a service of mechanized harvesting. As a result of analysis of the institutional environment, it was shown that there are ambiguous rules regarding subcontracting, which sometimes discourages and penalizes those who choose to hire. A sectorial analysis of the mechanical harvesting services market in SAG of soy and cane sugar was made hrough two case studies. In-depth interviews were conducted with providers and stakeholders of mechanized harvesting services. As a prominent result of the analysis it appears that the services arise from farmers (100%) who had decided to optimize their machines, and also that the majority (63%) operates informally. This result supports the first hypothesis (H1) on the emergence of the Theory of Growth of the Firm services. Then the first quantitative analysis it is found that the operational costs of integrating and contracting services are very close if the option is to buy a machine in cash or to contract. But when financed property does not become a good financial option. In another quantitative step an econometric model was developed and investigated the relationship between to contract or not mechanized harvesting service, related with the temporal and locational specificity, previous contracts and the negative influence of the institutional environment. The idealized model and the survey results are the assumptions related to asset specificity (H2) and the existence of successful contracts in the past (H3) were validated with significance level of 5% The related institutional environment (H4) despite being significant event has not been validated, it has the opposite effect to that expected. Therefore, qualitative and quantitative data were used. It was concluded as planned that most producers are vertically integrated (67.2%) and that the option is not financial and that transaction costs matter in making these decisions. Attention now turns to the next suggested steps such as expanding the study to new crops and agricultural services.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2015-01-13
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.