• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
Documento
Autor
Nome completo
Luiz Guilherme Dácar da Silva Scorzafave
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2004
Orientador
Banca examinadora
Menezes Filho, Naercio Aquino (Presidente)
Fernandes, Reynaldo
Leme, Maria Carolina da Silva
Madalozzo, Regina Carla
Zylberstajn, Helio
Título em português
Caracterização da inserção feminina no mercado de trabalho e seus efeitos sobre a distribuição de renda.
Palavras-chave em português
atividade
contrafactual
desigualdade
distribuição de renda
força de trabalho
mulher
participação
TPFT
Resumo em português
Este trabalho tem três objetivos principais. Em primeiro lugar, caracterizar o processo de inserção feminina no mercado de trabalho brasileiro entre 1982 e 1997, procurando identificar o que explica o crescimento da atividade feminina: a mudança de tamanho dos grupos socioeconômicos ou a incidência da participação em cada grupo. Os resultados indicam que a maior incidência da participação dentro dos grupos é responsável por praticamente todo crescimento da taxa de participação na força de trabalho (TPFT) no período. Em segundo lugar, o trabalho descreve a evolução de uma série de variáveis (TPFT, desemprego, educação, salário, etc.) das mulheres casadas de acordo com a posição dos maridos na distribuição de salários masculina. Entre os principais resultados, destacamos: a relação negativa entre salário do marido e probabilidade (controlada) da mulher entrar no mercado de trabalho e o forte crescimento do desemprego observado entre todas as mulheres casadas. Por fim, avaliamos o efeito do aumento da participação feminina sobre a evolução da desigualdade de renda brasileira. Quando o conceito de renda utilizado é a decorrente de todos os trabalhos as mulheres contribuem para redução da desigualdade. No entanto, ao considerarmos a renda familiar per capita, o resultado se inverte.
 
Arquivos
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
tese_versao_final.pdf (504.93 Kbytes)
Data de Publicação
2004-11-11
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.