• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.12.2004.tde-23112004-110054
Documento
Autor
Nome completo
Ana Carla Abrão Costa
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2004
Orientador
Banca examinadora
Menezes Filho, Naercio Aquino (Presidente)
Bevilaqua, Afonso Sant'Anna
Lisboa, Marcos de Barros
Nakane, Marcio Issao
Werlang, Sergio Ribeiro da Costa
Título em português
Ensaios em microeconomia bancária
Palavras-chave em português
bancos
depósitos bancários
lei de falências
spread bancário
Resumo em português
O presente trabalho visa a analisar aspectos específicos da microeconomia bancária no que se refere à relação entre banco e consumidor. Três diferentes abordagens são adotadas. No primeiro capítulo a abordagem é teórica. Um modelo de equilíbrio geral com incerteza é desenvolvido, com o objetivo de analisar a relação depositante banco e as características do equilíbrio dos contratos de depósito bancários. Questões como eficiência e concentração são analisadas, tanto em um contexto estático quanto na relação de longo prazo entre bancos e depositante. Os resultados sugerem contratos de equilíbrio com características contingentes ao espaço de contratos factíveis e uma relação entre esforço eficiente do banco e não comprometimento pleno do depositante na relação de longo prazo. A segunda parte do trabalho se concentra em analisar empiricamente a relação entre banco e tomador de recursos e tem como objetivo contribuir com avanços metodológicos para a decomposição do spread bancário no Brasil. Para tanto, estima-se uma função custo multiproduto para o setor bancário brasileiro e calcula-se, a partir dela, os preços de Aumann-Shapley dos diversos produtos oferecidos pelos bancos. Essa aplicação da teoria de alocação de custos conjuntos à firma bancária permite que se faça a alocação dos custos administrativos de forma mais precisa, melhorando a decomposição do spread no Brasil. Além disso, novos avanços são conseguidos em termos de precisão por meio da ampliação da amostra e portanto pela correção de um grave viés de seleção presente na abordagem original do Banco Central. A terceira - e última - parte do trabalho faz uma discussão institucional dos sistemas de resolução de insolvências coorporativas e da relação destes com a decisão do banco de emprestar e portanto com o funcionamento do mercado de crédito. A motivação foi a de analisar um aspecto específico da relação banco tomador com impactos diretos sobre preço e volume de empréstimos concedidos. Neste ponto, questões relacionadas a incentivos e eficiência emergem e são analisados tendo como pano de fundo a reforma do sistema legal de insolvência brasileiro, atualmente em curso.
Título em inglês
Essays in microeconomics of banking
Palavras-chave em inglês
banking spreads
banks
deposit contracts
insolvency systems
Resumo em inglês
The present work analyzes specific aspects of microeconomics of banking, concerning the relationship between financial intermediaries and non-financial agents. Three different approaches are adopted. In the first chapter the approach is theoretical. A model of general equilibrium with uncertainty is developed, analyzing the relationship between banks and depositors and the characteristics of the equilibrium deposit contracts. Efficiency and concentration issues are analyzed, in a static context and in a long-term relationship among banks and depositors. Results suggest that deposit contracts observed in equilibrium are contingent to the space of contract possibilities and that it exists a relationship between efficient effort exerted by the bank and no full commitment by depositors in a long term relationship. Chapter 2 makes an empirical analysis of the bank-borrower relationship, contributing with methodological improvements for the decomposition of banking spreads in Brazil. A multi-product cost function for the Brazilian banking industry is estimated and used to calculate the Aumann-Shapley prices for each of the defined banking products. That application of cost allocation to the banking firm allows a better allocation of administrative costs, improving on the original decomposition made by Brazilian Central Bank. Additionally, a more accurate decomposition results from the use of a larger sample and therefore the correction of a serious selection bias present in the original approach. The third chapter concentrates on an institutional discussion about insolvency resolution. The main motivation was the analysis of a specific aspect of the bank-borrower relationship and its impacts on price and volumes of loan concessions. At this point, incentives and efficiency issues emerge and are analyzed having the Brazilian legal system of insolvency reform, now in course, as a background.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2004-12-01
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.