• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.12.2002.tde-22092003-153800
Documento
Autor
Nome completo
Edson Paulo Domingues
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2002
Orientador
Banca examinadora
Haddad, Eduardo Amaral (Presidente)
Leme, Maria Carolina da Silva
Azzoni, Carlos Roberto
Guilhoto, Joaquim Jose Martins
Silber, Simao Davi
Título em português
Dimensão regional e setorial da integração brasileira na Área de Livre Comércio das Américas.
Palavras-chave em português
abertura comercial
ALCA
economia regional
modelos computáveis de equilíbrio geral
Resumo em português
O objeto de estudo desta Tese é o impacto da formação da Área de Livre Comércio das América (Alca) sobre a economia brasileira. A economia brasileira não é homogênea internamente, possuindo contrastes importantes entre setores e regiões. A Alca, por seu lado, pode ser considerada um bloco de países com interesses distintos e marcada por importantes assimetrias. Devem ser esperados, dessa forma, impactos espaciais e setoriais diferenciados na economia brasileira como fruto das diferentes alternativas de acordo que surjam das negociações na Alca. O estudo dessas questões requer uma metodologia adequada, que considera de maneira sistemática as relações inter-regionais e intersetoriais, assim como a inserção internacional das economias locais. Modelos inter-regionais de equilíbrio geral computável são ferramentas importantes nessa área, e exemplos para a economia brasileira são encontrados na literatura. SPARTA (São Paulo Applied Regional Trade Analysis) é o modelo inter-regional de equilíbrio geral computável implementado nesta Tese. Uma de suas inovações está no tratamento detalhado dos fluxos externos, especificando mercados de origem e destino para as importações e exportações regionais, o que possibilita simular os impactos da liberalização tarifária no âmbito da Alca. Os resultados obtidos permitem projetar um efeito positivo da liberalização tarifária na Alca para o crescimento do PIB e geração de superávit comercial, no longo prazo. Regionalmente, entretanto, os impactos atuam no sentido da concentração relativa da produção e investimento na economia paulista. Além disso, uma importante diferenciação setorial dos impactos da liberalização na Alca pode ser identificada. Dentro dessa perspectiva, são discutidos aspectos relacionados à necessidade e adequação de políticas públicas.
Título em inglês
Brazil and the Free Trade Area of the Americas: spatial and sectoral dimensions
Palavras-chave em inglês
Brazil
computable general equilibrium modelling
FTAA
regional economy
trade policy
Resumo em inglês
The process of trade liberalization in Brazil has been extended in recent years to broader regional trade agreements, motivated by both economic and political objectives. The country has been pursuing different strategies of regional integration in an attempt to strengthen strategic impulses for economic development. One of the alternatives for the development of an economic trading block is the Free Trade Area of the Americas (FTAA), a process initiated in the 1994 Summit of the Americas to integrate the economies of the Western Hemisphere into a single free trade agreement. In this dissertation an interregional CGE model is used to analyze the short-run and long-run regional and sectoral effects of trade liberalization in a FTAA agreement. The model provides a description of the Brazilian inter-regional economic system, separated in two regions, São Paulo and Rest of Brazil. One of its innovations is a full specification of foreign trade in both regions, capturing the complete structure of trade flows linking the two Brazilian regions and FTAA markets. In this way, adequate tariff liberalization simulations can be implemented. The model simulations provide results in macro, regional and sectoral levels. A positive effect of FTAA liberalization on Brazilian GDP growth and trade balance can be expected. However, the results suggest that the interplay of market forces in the Brazilian economy favors the more developed state of the country (São Paulo). Additionally, sectoral liberalization under FTAA can produce heterogeneous regional impacts. These figures provide the framework to discuss adequate regional economic policies.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Domingues_ALCA.pdf (1.31 Mbytes)
Data de Publicação
2003-10-10
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.