• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.12.2008.tde-12122008-145950
Documento
Autor
Nome completo
Pedro Silva Scazufca
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2008
Orientador
Banca examinadora
Haddad, Eduardo Amaral (Presidente)
Azzoni, Carlos Roberto
Domingues, Edson Paulo
Título em português
Determinantes das exportações industriais: evidência empírica dos municípios paulistas
Palavras-chave em português
Comércio internacional
Econometria
Economia regional
Economia urbana
Resumo em português
O objetivo deste estudo é compreender se certas características espaciais influenciam o desempenho exportador das firmas. A análise é feita com dados de dezenove setores exportadores dos municípios do Estado de São Paulo, que compõem a maior Aglomeração Industrial Exportadora do país. Os resultados obtidos, com o Modelo de Determinantes das Exportações, confirmam a hipótese que fatores espaciais são relevantes para as exportações das firmas. Indo ao encontro de uma das previsões do Modelo de Krugman-Livas, a especialização econômica aparece como uma dos principais determinantes das vendas para outros países. Os efeitos das economias de aglomeração foram significantes para a maioria dos setores estudados. Tais resultados evidenciaram que as economias de urbanização, que já foram apontadas em diversos estudos como importantes para o crescimento das cidades, parecem também ser relevantes para as firmas que exportam. Notou-se ainda que transbordamentos espaciais dos diversos setores levam a efeitos representativos para as exportações. Além disso, a acessibilidade a mercados afeta os setores de maneira diferenciada.
Título em inglês
Determinative of the exportations: empirical evidence of the São Paulo cities
Palavras-chave em inglês
Econometrics
International trade
Regional economies
Urban economics
Resumo em inglês
The aim of this study is to understand if spatial aspects influence firms export performance. The analysis is made with data from nineteen exporting sectors of the state of São Paulo, which constitute the largest industrial export agglomeration of the country. The results obtained through the Export Determinants Model confirm the hypothesis that spatial aspects are relevant for firms exports. As it appears in Krugman-Livas Model, economic specialization seems to be a major determinant of sales to other countries. Agglomeration economies effects were significant for almost all sectors, showing that urbanization economies, which have already been identified in various studies as important for the growth of cities, also seem to be relevant to firms which export. It was also observed that spillover effects into the sectors are representative for exports. Furthermore, access to markets affects sectors in a different way.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2009-01-06
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.