• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.12.2010.tde-28102010-165136
Documento
Autor
Nome completo
Renato Ferreira Leitão Azevedo
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2010
Orientador
Banca examinadora
Cornachione Junior, Edgard Bruno (Presidente)
Comini, Graziella Maria
Sangster, Alan John Anthony
Título em português
A percepção pública sobre os contadores: bem ou mal na foto?
Palavras-chave em português
Contabilidade - Estudo e ensino
Contadores
Estereótipos
Percepção
Resumo em português
Nas últimas duas décadas o declínio no número e na qualidade dos estudantes de contabilidade tem sido mundialmente uma fonte de preocupação de acadêmicos e profissionais. Esse fato, de acordo com Albrecht e Sack (2000), se dá em função de diversos fatores, como as mudanças no ambiente empresarial, a diminuição dos níveis de salário na profissão, o aparecimento de outras carreiras como alternativas mais atraentes aos estudantes e a falta de informação e/ou desentendimento sobre a carreira de contabilidade. Para Carnegie e Napier (2010), uma compreensão das imagens externas da contabilidade e dos contadores é importante para a apreciação dos papéis desses profissionais em um contexto social mais amplo. A profissão contábil carece de projetar uma imagem de confiança, respeitabilidade e de oferecer desafios, recompensas e perspectivas, a fim de atrair e reter os estudantes e profissionais mais talentosos e competentes. É sabido há décadas que os estudantes consideram estereótipos sobre as diferentes carreiras ao decidir pela formação acadêmica que pretendem trilhar (DECOSTER, 1971). Para contribuir no entendimento desse fenômeno, o objetivo desta pesquisa é identificar e analisar se os profissionais de contabilidade são estereotipados de maneira negativa pela percepção pública, para as características: criatividade, dedicação aos estudos, trabalho em equipe, comunicação, liderança, propensão ao risco e ética. Outras hipóteses contempladas se referem à análise da percepção sobre os contadores em relação ao gênero, formação acadêmica e nível de escolaridade. Por meio de uma pesquisa de campo envolvendo 1034 respondentes selecionados aleatoriamente, com a utilização de um fotoquestionário adaptado, e por utilização de testes de diferença de médias, concluiu-se pela rejeição da hipótese central, não sendo possível afirmar que os profissionais de contabilidade são negativamente estereotipados para as características de criatividade, dedicação aos estudos, trabalho em equipe, comunicação, liderança, propensão ao risco e ética. Verificou-se adicionalmente aceitação da hipótese de que os profissionais de contabilidade são mais percebidos como sendo do gênero masculino, confirmando o estereótipo de gênero para a profissão. Relativa à percepção dos profissionais de contabilidade em torno de sua formação profissional rejeitou-se a hipótese que a percepção externa em relação aos profissionais de contabilidade é mais negativa do que a percepção interna dos indivíduos com formação em contabilidade. Não foram encontradas diferenças significativas para os níveis de escolaridade, exceto para o nível fundamental relativo ao fator criatividade, que resultou em percepção positiva. Limitações e recomendações para trabalhos futuros estão ambos presentes na última seção desse estudo.
Título em inglês
Public perception of accountants: good-looking in pictures?
Palavras-chave em inglês
Accountants
Accounting - Education and research
Perception
Stereotypes
Resumo em inglês
In the last two decades, the decline in both number and quality of students choosing accounting programs has been a worldwide source of concern to academicians and practitioners. According to Albrecht and Sack (2000), that decline is a consequence of several factors such as changes in business environment, decrease in salary levels, development of alternatives careers perceived as more attractive to students and lack information and/or misunderstanding related to accounting career. For Carnegie and Napier (2010), comprehension of such external images related to accounting career and accountants is important for assessing the roles of these professionals in a wider social context. Accounting profession needs to project an image of confidence, respectability and to offer challenges, rewards and prospects in order to attract and retain the most talented, professional and competent students. It is well known for decades that students consider stereotypes about different careers when deciding among majors and careers (DECOSTER, 1971). To support a better understanding related to this phenomenon, the objective of this research is to identify and analyze whether the accounting profession is negatively stereotyped by public perception according to characteristics such as creativity, dedication to study, teamwork, communication, leadership, risk taking and ethics. Other analyses refer to accountants stereotypes in relation to gender, academic background and educational level. Based on an adapted photo-survey, with 1,034 randomly selected respondents, and tests of differences between means, the central hypothesis of this study was rejected: it is not possible to state that accounting professionals are negatively stereotyped assuming the characteristics of creativity, dedication studies, teamwork, communication, leadership, risk taking and ethics. There was further acceptance of the hypothesis that accounting professionals are perceived as being male, supporting the gender stereotype for the profession. On the perception of accounting professionals across different academic backgrounds, this study rejected the hypothesis that the external perception in relation to the accounting profession is more negative than the internal perception (individuals with accounting background). Also, there were no significant differences in education levels, but for the elementary level when focusing on the creativity factor, which resulted in positive perception. Implications for practice and recommendations for future studies are both present in the last section of this study.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2010-11-19
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.