• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.12.2018.tde-22032018-170200
Documento
Autor
Nome completo
Daniel Magalhães Mucci
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2018
Orientador
Banca examinadora
Frezatti, Fabio (Presidente)
Jorissen, Anna Joanna Antonia (Presidente)
Beuren, Ilse Maria
Lavarda, Carlos Eduardo Facin
Rodrigues, Ana Carolina de Aguiar
Título em inglês
Management control mechanisms and stewardship in family firms: an analysis of antecedents and consequences
Resumo em inglês
This dissertation aims to enhance the understanding of stewardship in family firms by studying its antecedents related to the controlling family's ability and willingness to influence the firm, management control mechanisms design and procedural justice and its consequences regardingits moderating effect onthe relationship between family involvement and performance. First, we explore the heterogeneity among family businesses, by considering the influence of a family's ability and willingness on the design of formal and participative management control mechanisms. We define ability as the level of family involvement in ownership and in management. Willingness is based on the socioemotional wealth (SEW) literature, which refers to the controlling family's affect-related value invested in the firm. We focus on the following SEW sub-dimensions (1) family control and influence (2) and renewal of family bonds. Second, we investigate whether management control mechanisms such as goal setting and performance evaluation often installed to curb manager's opportunistic behavior, stimulate stewardship in family firms. We focus on the degree of participation and formality applied to these management control mechanisms, which elements are studied in the procedural justice literature. Therefore, we discuss how management control mechanisms' design and procedural justice are associated with stewardship. Stewardship implies a collective-serving and pro-organizational attitudes and behaviors and constitutes a distinctive characteristic of family firms. Third, we examine whether a stewardship-oriented culture moderates the association between family involvement and family firm performance, whereby family involvement is a sub-item of the familiness construct, which focuses on the interaction between family members and its business.To test these relationships in an empirical way, we developed a survey and selected data from medium and large Brazilian family firms. We applied Structural Equation Modeling (SmartPLS) as the main data analysis method to test our hypotheses. The contributions of this study are multiple to the literature. First, more insights are provided in the adoption of participative and formal management control mechanisms in family firms and how a family's willingness to influence the firm creates different adoption patterns. We also demonstrate that different SEW intentions must be treated separately since each sub-dimension influences the design of management control mechanisms in the family business in a different way. Second, the results show how formal and participative goal setting and performance evaluation stimulate stewardship identification and stewardship-oriented culture in the family firm. This study provides evidence to practitioners that goal setting and performance evaluation, usually studied as agency mechanisms can foster stewardship in the family firm if they are designed based on the fairness principles. Third, the study reveals that the relationship between familiness and family firm performance is moderated by a stewardship-oriented culture, indicating patterns that lead to a higher financial performance.
Título em português
Mecanismos de controle gerencial e stewardship em empresas familiares: uma análise de antecedentes e consequências
Palavras-chave em português
Desempenho da empresa familiar
Empresas familiares
Justiça processual
Mecanismos de controle gerencial
Riqueza sócio-emocional
Teoria do stewardship
Resumo em português
Esta tese visa aprimorar a compreensão sobre stewardship nas empresas familiares, estudando seus antecedentes relacionados à capacidade e às intenções da família controladora de influenciar a empresa, o desenho dos mecanismos de controle gerencial e a justiça processual, e suas consequências ao moderar a relação entre envolvimento da família e desempenho. Primeiro, exploramos a heterogeneidade entre as empresas familiares, considerando a influência da habilidade e da intenção da família sobre o desenho de mecanismos de controle gerencial formais e participativos. Definimos habilidade como o nível de envolvimento familiar na propriedade e na gestão. As intenções são baseadas na literatura da riqueza sócio-emocional (SEW), que se refere ao valor do afeto da família controladora investido na empresa. Estudamos as seguintes sub-dimensões da SEW (1) controle e influência familiar (2) e renovação dos laços familiares. Em segundo lugar, investigamos se os mecanismos de controle gerencial, como a definição de objetivos e a avaliação de desempenho, geralmente estabelecidos para reduzir o comportamento oportunista do gestor, estimulam o stewardship nas empresas familiares. Focamos no grau de participação e formalidade aplicados a esses mecanismos de controle gerencial, cujos elementos são estudados na literatura de justiça processual. Portanto, discutimos como o desenho dos mecanismos de controle gerencial e a justiça processual estão associados ao stewardship. Stewardship implica em atitudes e comportamentos coletivos e pró-organizacionais e constitui em uma característica distintiva das empresas familiares. Em terceiro lugar, examinamos se uma cultura orientada para o stewardship modera a associação entre envolvimento da famíliae desempenho da empresa familiar,onde o envolvimento da família é um subitem doconstruto familinessque por sua vez foca na interação entre os membros da família e o negócio. Para testar essas relações de forma empírica, desenvolvemos uma pesquisa e obtivemos dados de empresas familiares brasileiras de médio e grande porte. Aplicamos a Modelagem de Equações Estruturais (SmartPLS) como o principal método de análise de dados para testar nossas hipóteses. As contribuições deste estudo são múltiplas para a literatura. Em primeiro lugar, são fornecidas mais ideias sobre o desenho de mecanismos de controle gerencial participativos e formais nas empresas familiares e como a intenção da família de influenciar a empresa cria diferentes padrões de adoção. Também demonstramos que as diferentes intenções da SEW devem ser tratadas separadamente, uma vez que cada sub-dimensão influencia o desenho dos mecanismos de governança na empresa familiar de uma maneira diferente. Em segundo lugar, os resultados mostram como a definição de objetivos e a avaliação do desempenho formais e participativos estimulam a identificação cultura orientada para o stewardship na empresa familiar. Este estudo fornece evidências aos profissionais de que a definição de objetivos e a avaliação do desempenho, geralmente estudados como mecanismos de agência podem promover o stewardship na empresa familiar, se forem delineados com base nos princípios da justiça. Em terceiro lugar, o estudo revela que a relação entre envolvimento da família e desempenho da empresa familiar é moderada pela cultura orientada para ostewardship, indicando padrões que levam a um maior desempenho financeiro.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
CorrigidoDaniel.pdf (3.38 Mbytes)
Data de Publicação
2018-03-28
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.