• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.12.2010.tde-15042010-132200
Documento
Autor
Nome completo
Luciane Reginato
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2010
Orientador
Banca examinadora
Guerreiro, Reinaldo (Presidente)
Casado, Tania
Cornachione Junior, Edgard Bruno
Lustosa, Paulo Roberto Barbosa
Parisi, Cláudio
Título em português
Um estudo setorial sobre as relações entre variáveis ambientais externas, modelos de gestão, controles gerenciais e desempenhos das empresas
Palavras-chave em português
Ambiente empresarial
Controles gerenciais
Desempenho empresarial
Modelo de gestão
Resumo em português
A combinação dos fatores externos e internos, intrínsecos ao ambiente empresarial, pode afetar o desempenho de uma empresa, facilitando ou dificultando a sua estabilidade. O objetivo desta pesquisa consistiu em verificar as relações entre as variáveis do ambiente externo, os elementos do modelo de gestão, os controles gerenciais e os desempenhos de empresas de setores de atividade distintos. A partir disso, construíram-se os procedimentos metodológicos. Primeiramente, definiram-se as hipóteses, alicerçadas nos constructos teóricos da pesquisa. Com essa base, desenhou-se o instrumento de pesquisa, que foi aplicado, inicialmente, por meio de um pré-teste em 20 empresas da amostra, para então se dar seqüência ao trabalho de campo. A amostra da pesquisa compôs-se de 69 empresas do setor do comércio, 80 do industrial e 74 do de serviços, totalizando 223 empresas contatadas. Dessas, 118 responderam ao questionário enviado. A coleta dos dados deu-se por meio da aplicação de dois procedimentos: questionário e obtenção dos dados econômicos das empresas. O questionário foi disponibilizado em website para ser respondido pelos gestores do alto escalão da empresa, que pudessem ter a visão sistêmica da empresa presidente, diretor, gestor da área de controladoria, o que dependeu de cada empresa previamente contatada por telefone. Os dados econômicos foram obtidos a partir da Revista Exame Maiores e Melhores empresas do Brasil, para efeito da formação dos indicadores ROI (Return on Investments) e MO (Margem operacional), cujo período abrangeu os anos de 2005, 2006, 2007 e 2008. O período de realização da pesquisa de campo compreendeu os meses entre junho e outubro de 2009, sendo que antes disso, entre fevereiro e abril, foi aplicado o préteste. O tratamento e a análise dos dados coletados foram efetivados por meio da aplicação de estatística descritiva e modelagem de equações estruturais. Como resultado, verificou-se que as associações entre ambiente externo e modelo de gestão dos três setores empresariais observados se revelaram significantes, principalmente em empresas dos setores comercial e industrial. Não se constatou relação significativa entre os elementos do modelo de gestão e os desempenhos das empresas dos três setores. Verificou-se que os elementos do modelo de gestão influenciam, significativamente, os tipos de controles gerenciais adotados pelas empresas de todos os setores investigados, predominantemente aquelas do setor industrial. Os graus de relação entre o ambiente externo e os controles gerenciais mostraram-se baixos, não podendo ser considerados representativos neste estudo. Em se tratando da relação entre controles gerenciais e desempenho das empresas, puderam ser notados resultados expressivos nos setores industrial e de serviços, não ocorrendo o mesmo no comércio. Assim, esta tese atingiu o seu objetivo, demonstrando as relações entre ambiente externo, modelo de gestão, controles gerenciais e desempenho de empresas pertencentes a diferentes setores de mercado.
Título em inglês
A sectorial study about the relations of the variable of the business environment, management model, management controls and performance of companies
Palavras-chave em inglês
Business environment
Management controls
Management model
Performance.
Resumo em inglês
The combination of external and internal factors, intrinsic to the business environment, can affect a firms performance as well as its management structure. This study xamines the relations of the variables of the external environment (business conditions), lements of the management model, management controls and performance of companies in different sectors. The methodology entailed first defining the hypotheses based on the theoretical constructs found in the literature and then formulating a questionnaire, which was pre-tested in 20 companies before starting the main survey. The full sample consisted of 223 companies (69 engaged mainly in commerce, 80 in industry and 74 in services). The questionnaire was made available at a website for access by the respondents. They consisted of chief executives, other officers or comptrollers, epending on each company, contacted previously by telephone. Of the 223 firms approached, 118 answered the questionnaire. Besides the data from the questionnaires, performance indicators on the companies were obtained from the Maiores e Melhores (Biggest and Best) edition of the Brazilian business magazine Exame. The indicators considered were return on investment (ROI) and operating margin (OM), covering the years from 2005 to 2008. The main survey was carried out between June and ctober 2009, after completing the pre-test between February and April. The data were treated and analyzed with the use of descriptive statistics and modeling with structural equations. The results show that the associations between the external setting and management model in the three business sectors analyzed are significant, mainly in service companies. No significant relationship was found between the management model and performance of the firms in any of the sectors. However, the elements of the management model do significantly affect the types of management controls adopted by the firms in all three sectors, particularly in the industrial sector. The associations were low and cannot be considered as representative in this study. With respect to the relationship between the management controls and performance, the results were salient in the industrial and service sectors but not among commercial firms. On the whole, the thesis attained its objective, demonstrating the relations of the external setting, management model and performance of companies in the commercial, industrial and service sectors.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2010-04-16
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.