• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.12.2011.tde-09122011-201140
Documento
Autor
Nome completo
Vanessa Herculano de Oliveira
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2011
Orientador
Banca examinadora
Carvalho, Luiz Nelson Guedes de (Presidente)
Loyola, Gustavo Jorge Laboissiere
Nakamura, Wilson Toshiro
Título em português
Operações com títulos e valores mobiliários: impactos sobre os principais indicadores econômico-financeiros de bancos atuantes no Brasil
Palavras-chave em português
Bancos - Brasil
Indicadores econômicos
Título imobiliário
Resumo em português
Esta pesquisa tem como objetivo investigar a relação entre aplicações em títulos e valores mobiliários e indicadores econômico-financeiros de instituições financeiras autorizadas a operar no Brasil, sobretudo, no que se refere às conclusões dessa relação quanto à exclusão recíproca entre aplicações em títulos e operações de crédito e, também, quanto ao impacto dessas aplicações em indicadores de rentabilidade. Os indicadores analisados são os comumente indicados pela Federação Brasileira de Bancos, pelo mercado e pela literatura acadêmica. Após a seleção dos indicadores, eles foram segregados nos grupos Liquidez, Estrutura Patrimonial, Estrutura de Aplicação, Estrutura de Captação, Rentabilidade, Margem, Custos de Captação e Participação de Despesas sobre Receitas Operacionais. As informações necessárias ao cálculo dos indicadores e à segregação das aplicações em títulos e valores mobiliários nas suas respectivas categorias foram coletadas do sítio do Banco Central. O período abrangido pelo estudo inicia-se no segundo semestre de 2005 e encerra-se no primeiro semestre de 2010, a amostra desse período é composta por 104 bancos. Considerando o expressivo volume de aplicações dos bancos em títulos e valores mobiliários (cerca de 40% das instituições aplicam mais em títulos e valores mobiliários do que em operações de crédito), a expectativa era de que fosse possível identificar as relações mencionadas e inferir sobre seu significado. Com a finalidade de se confirmar a hipótese, os dados foram submetidos à análise de dados em painel. Foram executadas 34 regressões, uma regressão para cada indicador. Dessas regressões, foi possível identificar 13 estatisticamente significantes, a um nível de confiança de 95%. Os indicadores que geraram regressões significantes integravam os grupos Liquidez, Estrutura Patrimonial, Estrutura de Aplicação Estrutura de Captação e Participação de Despesas sobre Receitas Operacionais. Verificou-se que as aplicações em títulos e valores mobiliários adquiridos com a finalidade de serem mantidos até o vencimento estão relacionadas a indicadores de liquidez mais altos e a indicadores de dependência de capital de terceiros mais baixos. A hipótese de que aplicações em títulos e valores mobiliários e aplicações em operações de crédito seriam alternativas reciprocamente excludentes encontrou apoio dos dados analisados, o mesmo ocorrendo com a suposição de que as aplicações em títulos não seriam significativas para explicar os indicadores de rentabilidade. Em termos de captação de recursos, os indicadores significantes do grupo Estrutura de Captação indicaram a existência de relação inversa com as aplicações em títulos e valores mobiliários, à exceção do indicador Mercado Aberto sobre Patrimônio Líquido que apresentou relação direta com as aplicações. O período de análise compreende o ano de 2008, ano em que houve a crise financeira mundial. Quanto aos possíveis impactos dessa crise, encontraram-se indícios dos seus reflexos nos indicadores Liquidez Geral e Mercado Aberto sobre Patrimônio Líquido. Em ambos os indicadores verificou-se uma inversão de tendência a partir do segundo semestre de 2008, que passou a apresentar coeficientes negativos, contribuindo para a diminuição dos indicadores em questão. Efetuouse, igualmente, análise das relações entre os segmentos dos bancos e o seu impacto em cada indicador, por meio da técnica de Análise de Correspondência, todavia, os resultados não foram conclusivos. Apesar disso, encontrou-se um comportamento constante: o segmento de banco múltiplo foi posicionado no centro das três categorias de coeficientes, indicando que há instituições nesse segmento que se enquadram nas três categorias de coeficientes: coeficientes altos (que impactam bastante no indicador), coeficientes intermediários (que impactam razoavelmente nos indicadores) e coeficientes baixos (que pouco impactam nos indicadores).
Título em inglês
Transactions with securities: impacts on the main economic and financial indicators of banks acting in Brazil
Palavras-chave em inglês
Bank
Financial indicators
Securities
Resumo em inglês
This research aims to investigate the relationship between investments in securities and financial indicators of financial institutions authorized to operate in Brazil, specially with regard to the conclusions about mutual exclusion between investiments in securities and credit granting, and also about the impact of the investments in securities in the profitability indicators. The indicators assessed are commonly used by the Brazilian Federation of Banks (FEBRABAN), by the market and found in the academic literature. After selecting the indicators, they were segregated in groups: Liquidity, Asset Structure, Application Structure, Funding Structure, Profitability, Margin, Funding Costs and Participation Cost on Operating Income. Information needed for calculating the indicators and for segregating investments in securities in their respective categories (trading securities, securities available for sale and held to maturity) were collected from the Central Bank website. The study covers the period beginning in the second half of 2005 through the first half of 2010. The sample consists of 104 financial institutions. Considering the meaningful volume banks invest in securities (about 40% of banks apply more in securities than in loans), the expectation was that it would be possible to identify a relationship between investments in securities and financial indicators. In order to confirm the hypothesis, the data was subjected to a panel data analysis. Out of the 34 regressions performed, one regression for each indicator, it was possible to identify 13 statistically significant regressions, at confidence level of 95%. The indicators that have generated meaningful regressions belong to the groups: Liquidity, Asset Structure, Application Structure, Funding Structure and Participation Cost on Operating Income. It was found that investments in securities acquired for the purpose of being held to maturity are related to higher liquidity and lower dependence of debt indicators. The hypothesis that investments in securities and credit granting would be conflicting rather than complementary alternatives was supported by the analyzed data in the same way that the assumption that investments in securities would not be significant in explaining the profitability indicators was also supported. It was found that the three investment options in securities offered this feature. In terms of fundraising, the significant indicators of the funding structure group indicated an inverse relationship with investments in securities, except for the indicator of Market Open, which showed a direct relationship with the applications. The period of analysis covers the year 2008, marked by the global financial crisis. Among the possible impacts of the crisis, we found evidence of its effects on the Liquidity and Open Market indicators. In both indicators there was a reversal from the second half of 2008, which began to show negative coefficients, contributing to the reduction of those indicators. The relationship between the segments of the banks and their impact on each indicator was also analyzed using the Correspondence Analysis technique. However, results were inconclusive given that the perceptual maps obtained presented very concentrated categories in general. Nevertheless, we found a steady behavior: the universal bank segment was positioned in the center of the three categories of coefficients, indicating that this segment's institutions fall under three categories of coefficients, high coefficients (which strongly impacted the indicator), intermediate coefficients (which reasonably impacted the indicator) and low coefficients (which slightly impacted the indicator).
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2012-01-10
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.