• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
Documento
Autor
Nome completo
Suilise Berwanger Wille
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2018
Orientador
Banca examinadora
Nova, Silvia Pereira de Castro Casa (Presidente)
Araujo, Adriana Maria Procopio de
Cornacchione Junior, Edgard Bruno
Espejo, Marcia Maria dos Santos Bortolocci
Título em português
"Feliz aquele que transfere o que sabe e aprende ensinando": refletindo sobre ações de formação docente na pós-graduação em Contabilidade
Palavras-chave em português
Contabilidade
Estágios supervisionados
Formação de professores
Professor reflexivo
Resumo em português
O presente estudo buscou responder: Como o PAE e a Monitoria Didática podem contribuir para a reflexão sobre a prática docente? Essa é a questão explorada nessa tese, em um contexto que considera: (i) a importância da formação inicial para a docência nos cursos de pós-graduação, (ii) que o Programa de Aperfeiçoamento do Ensino (PAE), da Universidade de São Paulo (USP), e as disciplinas de monitoria didática, do Programa de Pós-Graduação em Controladoria e Contabilidade da USP (PPGCC/USP), buscam suprir de alguma forma essa formação, (iii) que há poucos estudos analisando o PAE, (iv) que os estudos que já foram desenvolvidos denotaram necessidade de maior aprofundamento sobre o tema, a fim de se ter uma melhor compreensão do programa e possibilitar a sua melhoria e aperfeiçoamento, (iv) que não há estudos sobre a monitoria didática. A esses aspectos aliam-se a relevância do PPGCC/USP e as características da formação dos docentes em contabilidade no Brasil. Diante dessa questão e desse contexto, como objetivo geral se busca examinar o PAE e as disciplinas de Monitoria Didática como ações de formação docente por meio da prática e da reflexão sobre a prática docente. Utiliza-se como lente teórica a reflexão sobre a prática, com a abordagem de Schön confrontada às críticas e contribuições de outros trabalhos que tratam sobre o tema. A pesquisa se caracteriza como sendo de abordagem qualitativa, com a construção de evidências por meio de pesquisa documental (Relatórios, fichas de inscrição e outros documentos ligados ao PAE) e entrevistas, com professores(as) da área de educação e/ou relacionados à gestão do PAE, monitores/estagiários(as) do PPGCC da USP, professores(as) que atuaram como supervisores(as) e estudantes da graduação. A relevância do estudo reside na discussão estabelecida sobre a formação docente e sobre programas que tenham por finalidade a preparação para o exercício da docência e, principalmente, pelo fato de que a efetividade dos programas e ações de formação docente impactará na qualidade da formação, desenvolvimento e preparação docente e, consequentemente, na qualidade da formação profissional em contabilidade. Como resultados da pesquisa, foi possível constatar que um envolvimento em todo o processo atrelado a lecionar uma disciplina é importante para que os estagiários(as) possam refletir sobre a docência e tenham um aprendizado mais efetivo. Também são importantes as conversas, trocas de experiências e feedbacks, entre estagiários(as) e supervisores. Esse tipo de participação do(a) monitor(a) muitas vezes não ocorre, por questão temporal, no que se refere ao momento que o(a) professor(a) realiza o planejamento do semestre, por exemplo, por dúvidas referentes ao que o(a) monitor(a) pode e não pode fazer, advindas do desconhecimento das regras e normas do programa e da existência de um currículo oculto que perpetua algumas práticas, ou, até mesmo, pelo fato do(a) monitor(a) não possuir conhecimento suficiente sobre o assunto tratado na disciplina. Desse modo, observa-se a necessidade de um alinhamento entre supervisores e que, ambas as partes, monitor(a) e supervisor(a), tenham conhecimento sobre os objetivos das ações de formação do PAE e da monitoria, de suas responsabilidades e, também, de seu potencial para contribuir com a melhoria do ensino na graduação, por meio da reflexão conjunta sobre as práticas docentes. Foi possível perceber, tanto nas entrevistas com os(as) estagiários(as), quanto com supervisores e estudantes de graduação, que já há exemplos de reflexos positivos para a graduação advindos das monitorias/estágio PAE. Mas, esses reflexos positivos ainda são pontuais e existem muitas oportunidades de melhoria. Pode-se, por fim, afirmar que, da forma como se constitui hoje, a principal função do PAE e da monitoria é aproximar professores e estudantes de graduação, pela intermediação de estagiários(as) PAE e monitores, uma vez que graduandos(as) se sentem mais próximos dos pós-graduandos(as) e mais confortáveis em compartilhar com eles dúvidas e preocupações. Sugere-se que pesquisas futuras busquem estender o estudo do estágio docência em outras instituições, programas e/ou outras unidades da USP; busquem desenvolver pesquisas quantitativas baseadas nos achados qualitativos desta pesquisa; aprofundem o estudo da etapa de preparação pedagógica do PAE; e, dado o contexto de valorização da pesquisa em detrimento do ensino, acredita-se que seria importante entender as percepções de representantes da CAPES e de outros órgãos avaliadores e/ou reguladores com relação ao tema da formação docente na prática. Como implicações dos achados para a prática, tem-se que é possível pensar em ações que possam contribuir com a melhoria do estágio do PAE e da monitoria didática como, por exemplo, buscar envolver o estagiário/monitor em todo o processo, tentar criar espaços (dias/horários) para a troca de ideias, sugestões e feedbacks entre supervisor e estagiário, dar oportunidades para o estagiário/monitor participar de forma ativa das aulas e até dar alguma aula e buscar pensar em formas de deixar mais claros os objetivos e regras da monitoria didática e do PAE tanto para os estagiários, quanto para os supervisores. Essas ações, como visto na pesquisa, têm potencial de impactar de forma positiva a qualidade do ensino dos cursos de graduação e a formação docente e a prática pedagógica de professores em atuação e de professores em formação, em um processo de colaboração e reflexão. Afinal, como nos ensinou Cora Coralina: "Feliz aquele que transfere o que sabe e aprende ensinando".
Título em inglês
"Happy are those who pass on what they know and learn by teaching": reflecting on faculty training actions in an Accounting graduate program
Palavras-chave em inglês
Accounting
Faculty training
Reflexive teacher
Supervised internship
Resumo em inglês
This study seeks to answer the following: How can USP's (University of São Paulo) PAE (Programa de Aperfeiçoamento de Ensino - Program for the Improvement of Education) and the Didactical Monitoring (Monitoria Didática) contribute to the debate on educational practice? This study explores this question in a context that considers: (i) the importance of initial formation to faculty in graduate courses, (ii) that USP's PAE and the Didactical Monitoring disciplines of USP's Graduate Program in Controllership and Accounting (PPGCC/USP) seek to somehow provide that formation, (iii) that there are few studies that analyze the PAE, (iv) that the studies that have been made have pointed out a necessity for a deeper understanding of the subject in order to better comprehend the program and enable its betterment and perfection, and (v) that there are no studies about the didactical monitoring. Adding to these aspects, we have the relevance of PPGCC/USP and the characteristics of the faculty formation in accounting in Brazil. Facing this question and this context, the general goal of this study is to examine the PAE and the Didactical Monitoring as faculty formation actions through the practice of and reflection on the teaching practice. Our theoretical approach is reflection on the practice, with Schön's approach used along with criticisms that have been made about it, as well as the contributions of other works that deal with the subject. This research uses a qualitative approach, building up evidence via documental research (reports, application forms and other documents related to the PAE) and interviews with teachers from the field of education and/or those related to PAE's management, with teaching assistants/interns from USP's PPGCC, with teachers who acted as supervisors, and with undergraduate students. The importance of this study resides in the established discussion on faculty formation and on programs that aim to prepare people for the exercise of teaching; and most of all, in the fact that the effectivity of programs and actions geared towards faculty formation will impact the quality of the formation, development and preparation of teachers and consequently the quality of professional formation in the field of Accounting as a whole. As a result of this research, we were able to determine that being involved in every part of the process of teaching a course is important for the interns to be able to reflect on teaching and so that they may have a more effective learning experience. Also important are the conversations, the sharing of experiences and the sharing of feedback between interns and supervisors. This participation of the assistant doesn't often occur, though: whether it is because of time management issues, referring to the moment the teacher plans out the semester, for example; because of doubts related to what the assistant can and can't do stemming from lack of knowledge about the program's rules and norms and the existence of a hidden curriculum that perpetuates some practices; or even because the assistant might not have enough knowledge on the subject the course deals with. In that manner, we observed a need for alignment between supervisors and that both parts, assistant and supervisor, need to have knowledge about the goals and formation actions of the PAE and of the assistants, of their responsibilities, and also of their potential for contributing towards the betterment of teaching in undergraduate courses - and that shared knowledge is built via collective reflection on the teaching practices. We were able to notice, both in interviews with interns and interviews with supervisor and undergraduate students, that there already are examples of positive impacts in undergraduate courses that stem from the PAE assistant programs/internships. But these impacts are still relatively one-off and there are many opportunities for improvement. We can, finally, affirm that with the way it is set up today, the main function of the PAE and the Didactical Monitoring is to bring together teachers and undergraduate students through the intermediation of the PAE interns and teaching assistants since the undergraduate students feel closer to the graduate students and this more comfortable in sharing their doubts and worries with them. We suggest that future research attempts seek to extend the study on education internships to other institutions, programs and/or other USP units; that they seek to develop quantitative research based on the qualitative findings of this research; that they study the PAE's pedagogic preparation stage more closely; and, given the present context in which research is valued in lieu of teaching, we believe it would be important to understand the perception that CAPES (Coordination for the Improvement of Higher Education Personnel - Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior) representatives and other evaluating/regulatory agencies have about the theme of docent formation in practice. As an implication of the findings towards the practice, we hold that it's possible to think about actions that can contribute to the betterment of the PAE internship and the Didactical Monitoring, such as: engaging the intern/assistant in the whole process, trying to make room (days/times) for the sharing of ideas, suggestions and feedback between supervisor and intern, and giving the interns opportunities to take an active role in the classes and even perhaps give a lecture themselves. These actions, as seen in this research, have the potential to positively impact the quality of education in undergraduate courses and the faculty formation and teaching practice of professors/teachers both acting and in formation, in a process of collaboration and reflection. After all, as Cora Coralina taught us: "happy are those who transfer what they know and who learn by teaching."
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
OriginalSuilise.pdf (4.56 Mbytes)
Data de Publicação
2018-11-09
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.