• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.12.2008.tde-05092008-122943
Documento
Autor
Nome completo
Marcelo Cambria
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2008
Orientador
Banca examinadora
Carvalho, Luiz Nelson Guedes de (Presidente)
Martins, Vinicius Aversari
Weffort, Elionor Farah Jreige
Título em português
O impacto da primeira adoção das normas IFRS nas empresas européias químicas e de mineração: pesquisa descritiva
Palavras-chave em português
Contabilidade
Empresas de mineração
Indústria química
Padrões e normas contábeis
Resumo em português
A adoção crescente das normas internacionais de contabilidade, as IFRS, é o reflexo de que a comunicação entre empresas, credores, investidores e demais "stakeholders" acompanha as mudanças radicais observadas nos negócios. O trabalho de elaboração de tais normas internacionais ficou a cargo do "Board" do IASB e já se identifica ampla convergência no plano mundial rumo às citadas IFRS. A IFRS 1, denominada "First Time Adoption" refere-se aos requisitos a serem observados no primeiro exercício em que uma empresa publica suas demonstrações em norma contábil local e em IFRS. Este estudo tem por objetivo verificar se, no ano da primeira adoção, há diferença nos grupos de contas patrimoniais do ativo e do passivo nos balanços das empresas dos setores químico e de mineração listadas nas bolsas do Reino Unido, da França e da Alemanha, calculados com base no último balanço em norma contábil local, em relação aos mesmos grupos da primeira demonstração publicada em IFRS. Através da pesquisa nas bolsas de valores destes três países, foram analisadas 42 empresas, sendo 18 empresas de mineração e 24 companhias do segmento químico. Foram utilizados os testes estatísticos t-student para amostras emparelhadas e Wilcoxon para a comparação das médias das diferenças das proporções de cada grupo do patrimônio em relação ao ativo ou passivo total. Os resultados demonstram que existe diferença significativa na estrutura dos grupos do ativo e do passivo pré e pós-adoção das IFRS, tanto na comparação entre países quanto na comparação entre setores. Os resultados mostram também que cada grupo sofreu impactos de magnitudes diferentes. Para os setores e países desta amostra, a comparação dos resultados desfaz a conclusão equivocada de que a adoção das normas contábeis internacionais traz consigo o benefício da uniformidade do padrão contábil e que os efeitos das alterações nos grupos patrimoniais em decorrência da transição de um padrão contábil local para as IFRS devem ser levados em consideração quando da escolha do balanço para uma análise no ano da primeira adoção.
Título em inglês
The first impact of the adoption of IFRS in European chemical companies and mining: search descriptive
Palavras-chave em inglês
Accounting
Chemical industry
Companies the mining
Standards and accounting standards
Resumo em inglês
The increasing adoption of International Financial Reporting Standards, IFRS, is consequence of the communication among enterprises, creditors, investors and stakeholders that is following the deep changes that have been taken place in the businesses. The international standards were set by IASB and it has already been identified a worldwide convergence toward IFRS. IFRS 1, named as First Time Adoption, applies to the requisites that have to be considered in the first-year balance sheet in IFRS reconciled with the local GAAP. This study has for objective to verify if there are differences in the current and noncurrent assets as well as in the current and non-current liabilities groups stated within the balance sheets of mining and chemicals companies listed at London Stock Exchange, Frankfurt Stock Exchange and Paris-Euronext, considering the local GAAP for each country and the first time adoption of IFRS. After a research in the referred stock exchanges, 42 companies (18 mining and 24 chemicals) have been picked and taken into analysis. The statistics are based on Wilcoxon and t-student for paired samples tests. They have compared the average of the differences in the current and non-current groups in relation to total assets or liabilities. The results show there are significant differences in the groups of assets and liabilities taken before and after the first adoption of international financial reporting standards, considering both comparisons between countries and sectors. The results also demonstrate that the groups of current and non-current accounts were impacted in different percentiles with the adoption of IFRS 1. The comparison of results illustrates that, when the analysis of a balance sheet in the first year adoption is necessary, the IFRS have not benefited the uniformity on accounting standards for the sectors and countries that have been used in this study and the effects of changes within assets and liabilities groups have to be taken into account as consequence of the transition from UK-GAAP, GER-GAAP and FRAGAAP to IFRS.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
dissertacao.pdf (584.97 Kbytes)
Data de Publicação
2008-09-08
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.