• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
Documento
Autor
Nome completo
Nilton da Rocha
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2006
Orientador
Banca examinadora
Rocha, Welington (Presidente)
Bacic, Miguel Juan
Martins, Gilberto de Andrade
Título em português
Gestão da qualidade: um estudo de caso em indústrias têxteis de Blumenau - SC
Palavras-chave em português
Custos de qualidade
Gestão da qualidade total
Gestão estratégica
Processo de decisão
Resumo em português
Esta pesquisa aborda o tema da gestão da qualidade, sob diversos aspectos que vão desde o registro dos mesmos, sua forma de contabilização, a maneira de gestão e por quem são geridos esses custos, até exposições abertas dos entrevistados a respeito da teoria e da prática nesse sentido. Utilizando-se uma amostra de médias e grandes empresas têxteis da região de Blumenau (SC), o estudo implementou uma pesquisa de campo mediante um instrumento de coleta de dados composto por questões abertas e fechadas, bem como com a implementação da escala Lickert. O objetivo principal é saber quais os custos de qualidade que merecem análise de gestão, quem os deve analisar, sob quais aspectos qualitativos e quantitativos e para quais fins, observando a importância dos mesmos para o processo de tomada de decisão estratégica da empresa. As hipóteses indicadas propõem que: (1) a classificação dos custos de qualidade, predominante na literatura, não atende às necessidades dos gestores; (2) os custos fabris de inspeção da qualidade não são segregados dos demais custos de produção; e (3) os custos de qualidade do meio-ambiente nem sempre são considerados pelas empresas como sendo relativos à gestão da qualidade. As conclusões apontam que, efetivamente, a classificação dos custos de qualidade não é a ideal para a atual conjuntura operacional das organizações. Que devido ao princípio do sigilo informacional, não há como se medir a tendência à formalidade ou informalidade no registro contábil desse tipo de custo. Que não há uma definição quanto a incluir ou não os custos fabris no rol daqueles destinados à gestão da qualidade. E que os custos de qualidade ambiental ainda se encontram distantes de um patamar gestor condizente com a tendência mundializada nesse sentido. Sugere-se, ao final, a implementação de estudos, esmiuçando essas variáveis e aprofundando as análises, com amostras ampliadas, tanto em número, como em situação geográfica no País.
Título em inglês
Managing of the quality: a case study in textile industries of Blumenau - SC - Brazil.
Palavras-chave em inglês
Decision's process
Quality costs
Strategic management
Total quality management
Resumo em inglês
This research approaches the managing of expenses with quality, under several aspects varying from their registration, accountancy form, administration means and their management to open exhibitions and interviewees? presentations regarding theory and practice. Through samples from average and big-sized textile industries in the area of Blumenau (SC), this study has implemented a field research along with a data collection tool, composed of open and closed questions, as well as the implementation of the Lickert scale. The main objective is to know which quality costs deserve administration analysis, who should analyze them, under which qualitative and quantitative aspects and for which ends, observing their importance for the process of socket of strategic decision of the company. The proposed hypotheses consider: (1) the classification of the quality costs, predominant in the literature, does not assist to the managers' needs; (2) the industrial costs of quality inspection are not separated from the other production costs; and (3) the expenses with quality of the environment are not always considered by the companies as being relative to quality management. The conclusions indeed point that; first, the classification of the quality costs is not appropriate for the current operational conjuncture of the organizations. Second, due to the principle of information secrecy, there is no means to measure the trends toward formality or informality in the accounting record of such expenses. Third, there is no definition whereas to include or not the industrial expenses in a list destined to quality management. Finally, the expenses with environmental quality are still far away from an appropriate level compatible with the world trend. In the end, the implementation of various studies is suggested, along with a detailed examination of the variables through the presence of more samples and a broader analysis which takes into account the country?s geographical situation.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
NiltonDaRocha.pdf (942.74 Kbytes)
siginifica que o arquivo pode ser somente acessado dentro da Universidade de São Paulo.
Data de Publicação
2007-03-05
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2014. Todos os direitos reservados.