• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.11.2017.tde-23082017-140919
Documento
Autor
Nome completo
Patrycia Sato
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Piracicaba, 2017
Orientador
Banca examinadora
Silva, Iran José Oliveira da (Presidente)
Aprilanti, Tamara Maria Gomes
Lemme, Celso Funcia
Ludtke, Charli Beatriz
Ruiz, Urbano dos Santos
Título em português
Bem-estar animal na cadeia produtiva: avaliação de sistemas de alojamento na gestação da suinocultura e percepção do consumidor
Palavras-chave em português
Bem-estar de matrizes suínas
Comportamento do consumidor
Disposição para pagar mais
ESF
Resumo em português
A exigência de consumidores por alimentos originados de sistemas que forneçam boas condições de vida aos animais de produção consiste numa realidade em inevitável crescimento. Legislações internacionais elaboradas por demanda de mercado pressionam os produtores e a indústria brasileira a cumprir normas que estabelecem padrões mínimos de bem-estar animal (BEA). No caso específico da suinocultura, um dos aspectos mais polêmicos é o alojamento das matrizes durante a gestação. As gaiolas individuais, sistema convencional no Brasil, promove limitação física e social, além de predispor a distúrbios locomotores e comportamentais. Por outro lado, o sistema proposto para melhorar o BEA, as baias coletivas, provocam outros problemas, como as brigas por disputa hierárquica e por alimento, e o baixo controle individual, que poderiam prejudicar o desempenho reprodutivo. Dessa forma, um equipamento individual de arraçoamento automatizado (ESF) foi desenvolvido para amenizar essa situação. Para descobrir o efeito do alojamento em grupo com o ESF no desempenho reprodutivo das matrizes, foi realizada uma comparação de dados reprodutivos dos dois sistemas, localizados numa mesma propriedade. Dados mensais de três anos foram coletados dos registros das granjas e analisados por teste T-Student para as variáveis paramétricas e por teste de Mann-Whitney para as não paramétricas. De acordo com os resultados, o desempenho das matrizes alojadas em baias foi superior. Apenas a média do peso do leitão ao nascimento foi significantemente inferior em relação ao sistema individual, sugerindo que a conversão de sistemas é não apenas favorável ao BEA e ao mercado exigente, mas também para a produtividade. Além da questão do produtor, é essencial avaliar a percepção do consumidor brasileiro quanto ao BEA, visto que seu poder de compra é uma forte influência no mercado, e que apenas as exigências internacionais não são suficientes para provocar mudanças em todos os sistemas de produção do país. Por isso, também foi realizado um levantamento com consumidores. Utilizou-se dois métodos de coleta: online e em campo (pontos de comércio), para uma maior abrangência e representatividade. Os dados coletados foram analisados por estatística descritiva, e o teste Qui-quadrado foi aplicado para avaliar se houve associação entre a distribuição das respostas e o perfil dos participantes. Ambas as pesquisas demonstraram que o consumidor reconhece a senciência dos animais de produção, sente que é dada pouca importância ao tema no Brasil, enquanto consideram o governo como principal responsável por promover melhorias. Concordam que consumir produtos com certificação em BEA pode contribuir para melhorar as condições dos animais, apesar de não conseguirem identificar o selo nas embalagens. Além disso, apesar dos participantes alegarem não conhecer os sistemas de produção atuais, demonstraram interesse sobre o assunto e disposição para pagar mais por produtos certificados. No entanto, algumas respostas devem ser indagadas quando pareadas com o real comportamento do consumidor.
Título em inglês
Animal welfare in the production chain: evaluation of sow housing systems during gestation and consumers' attitudes
Palavras-chave em inglês
Consumer behaviour
Electronic sow feeder
Sow welfare
Willingness to pay
Resumo em inglês
Consumer's demand for animal-friendly food is an inevitably growing reality. International legislation drawn up by market demand pressure Brazilian farmers and the industry to comply with minimum animal welfare standards. Specifically in pig production, one of the most controversial aspects is the housing of sows during gestation. Individual crates, which is the conventional system in Brazil, promote physical and social restriction, and predispose to lameness and behavioural disorders. On the other hand, group pens were proposed system to improve animal welfare, but bring other problems, such as hierarchical and food competition aggression, and low individual control, which could impair reproductive performance. In this way, electronic sow feeder (ESF) was developed to mitigate this situation. So, to find out the effect of group housing with ESF system on reproductive performance of sows, a comparison of reproductive data of both systems, located in the same farm, was performed. Monthly data of three years were collected from the farm records and analyzed by T-Student Test for parametric variables and Mann-Whitney Test for the non-parametric variables. According to the results, group housing showed better performance. Only piglet weight at birth was significantly higher in individual housing, suggesting that the conversion of housing systems is not only favourable to farm animal welfare (FAW) and to demanding market, but also to productivity. In addition to the farmer issue, it is essential to evaluate Brazilian consumer's perception of FAW, since his/her purchasing power causes strong impact on market. Besides, international legislation is not enough to bring about changes in all Brazilian farms and food industries. Therefore, a consumer survey was conducted. Two data collection methods were used: online and in loco (marketplaces). for greater number of answers and representativeness. Collected data were analyzed by descriptive statistics, and chi-square Test was applied to evaluate if there was association between answers' distribution and participants' profile. Both surveys have shown that consumer recognizes farm animals' sentience, feels that little importance is given to the subject in Brazil, while he/she considers the government as the main responsible for promoting FAW. They agree that consuming animal-friendly products can help improve animals' conditions, even though they cannot identify certification seal. In addition, while participants claim they are not familiar to farming systems, they have shown interest in the topic and willingness to pay more for certified products. However, some answers should be analyzed when paired with actual consumer behaviour.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Patrycia_Sato.pdf (4.21 Mbytes)
Data de Publicação
2017-08-30
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.