• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
Documento
Autor
Nome completo
Cícero José da Silva
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Piracicaba, 2017
Orientador
Banca examinadora
Frizzone, Jose Antonio (Presidente)
Botrel, Tarlei Arriel
Duarte, Sergio Nascimento
Gava, Ricardo
Nascimento, Abadia dos Reis
Título em português
Necessidade hídrica e produção do tomateiro para processamento industrial, em resposta a manejos e épocas de suspensão da irrigação
Palavras-chave em português
Lycopercicon esculentum Mill
Corte da irrigação
Deficit hídrico
Irrigação subsuperficial
Resumo em português
A água é um dos principais fatores que afeta o desenvolvimento, a produtividade e a qualidade industrial dos frutos de tomateiro. Assim, o objetivo deste trabalho foi quantificar durante dois anos a necessidade hídrica, desenvolvimento vegetativo e produtividade do tomateiro para processamento industrial (BRS Sena) em sistema de gotejamento enterrado, em resposta a níveis e épocas de suspensão da irrigação na região Sul de Goiás. Os experimentos foram instalados no delineamento em blocos ao acaso, com quatro repetições, em parcelas subdivididas. Nas parcelas foram aplicados cinco níveis de irrigação (50, 75, 100, 125 e 150% da evapotranspiração potencial da cultura - ETc), acumulada entre duas irrigações consecutivas. Nas subparcelas foram aplicados cinco períodos de suspensão da irrigação: 0, 7, 14, 21 e 28 dias, em antecedência à colheita. A subparcela experimental foi constituída por três linhas de plantas, de 5,5 m de comprimento, espaçadas em 1,1 m entre si e 0,30 m entre plantas. Utilizou-se o sistema de irrigação com tubo gotejador autocompensantes, com emissores espaçados de 30 cm entre si e vazão de 2,2 L h-1, com sistema antesifão, enterrado a 20 cm de profundidade. O deficit e o excesso hídrico prejudicaram o desenvolvimento vegetativo e a produtividade do tomateiro, reduziram o número de flores, frutos e aumentaram a taxa de abortamento de flores do cacho floral das plantas. As plantas cultivadas sob deficit hídrico, independentemente do período e ano de avaliação, apresentaram maiores índices de estresse hídrico da cultura (CWSI). Os níveis de irrigação em deficit e excesso prejudicam a produtividade do tomateiro. As maiores produtividades totais de frutos foram obtidas com reposições hídricas que variaram de 125,47 (615,09 mm) e 132,11% (564,00 mm) da ETc, que resultaram em uma produtividade total de frutos de 105,86 e 58,60 t ha-1, no primeiro e segundo ano do experimento, respectivamente. As plantas cultivadas sob deficit e excesso hídrico, aumentaram a incidência de frutos podres e diminuem a de frutos maduros. Irrigações que variaram de 115 a 125 % da ETc, aumentaram a taxa de maturação dos frutos, diminuiu a incidência de frutos verdes e podres. A maior produtividade da água obitida para a cultura ocorreu sob deficit hídrico, com reposição de 50% da irrigação necessária. A suspensão da irrigação em antecedência à colheita diminuiu a incidência de frutos verdes e aumentou a ocorrência de frutos podres. Quanto maior o período de suspensão da irrigação, menor a produtividade da cultura. Os níveis e suspensão da irrigação antes da colheita não influenciaram os valores de sólidos solúveis totais (SST), pH e firmeza. Porém, a acidez titulável apresentou maiores valores à medida que aumentou os níveis de irrigação na cultura Os coeficientes de cultivo do tomateiro foram estimados em aproximadamente 0,65, 1,01, 1,23, 1,25 e 0,80 em 2015. Enquanto em 2016 os valores de kc foram influenciados pelo menor desenvolvimento e produtividade das plantas, que foram afetadas com viroses influenciando e comprometendo os valores do kc.
Título em inglês
Water requirement and production of tomato for industrial processing in response to managements and times of irrigation suspension
Palavras-chave em inglês
Solanum lycopersicom L.
Irrigation suspension
Subsurface irrigation
Water deficit
Resumo em inglês
Water is one of the main factors affecting the development, production and industrial quality of tomato fruits. Thus, the objectieve of this work was to quantify for two years the water requirement, vegetative development and tomato yield for industrial processing (BRS Sena) in buried drip system on response to levels and times of irrigation suspension in Goiás southern region. The experiments were installed under a randomized complete block design with four replications, in subdivided plots. On the plots were applied five irrigation levels (50, 75, 100, 125 and 150% of potential crop evapotranspiration - ETc), accumulated between two consecutive irrigations. In the subplots were applied five irrigation suspension periods: 0, 7, 14, 21 and 28 days in advance of harvest. Three plant lines constituted the experimental subplot with 5.5 m in length, spaced at 1.1 m apart and 0.30 m between plants. Was used an irrigation system with a self-compensating drip-tube, spaced 0.30 m apart and 2.2 L h-1, with an anti-drainage system, which was buried at 0.20 m depth. Deficit and the hydric excess impaired vegetative development and tomato productivity, reduced the number of flowers, fruits and increased the flowers abortion rate from plant flower bunch. Plants cultivated under water deficit, regardless the period and evaluation year, had higher crop water stress index (CWSI). Irrigation levels in deficit and excess damage the tomato yield. The highest total fruit yields were obtained with water replacement ranging of 125.47% (615.09 mm) and 132.11% (564.00 mm) of ETc, which resulted in a total fruit yield of 105.86 and 58.60 t ha-1, in the first and second year of the experiment, respectively. The plants cultivated under deficit and water excess, increased the rotten fruits incidence and declined that of mature fruits. Irrigations that varied from 115 to 125% of ETc, increased the fruits maturation rate, decreased the incidence of green and rotten fruits. The higher water yield by the crop occurs under the water deficit, with 50% replacement of irrigation required. The irrigation suspension in advance of harvest reduced the incidence of green fruits and increased the occurrence of rotten fruits. The larger suspension period of irrigation result in lower crop yield. The levels and irrigation suspension before harvest did not influence the values of ºBrix, pH and firmness. However, the titratable acidity showed higher values as the irrigation levels in the crop increased. Tomato crop coefficients (kc) were estimated at about 0.65, 1.01, 1.23, 1.25 and 0.80 in 2015. While in 2016 the values of kc were influenced by the lower development and productivity of plants, which were affected by the virus influencing and compromising the kc values.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2017-10-26
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2014. Todos os direitos reservados.