• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.11.2002.tde-26082002-142036
Documento
Autor
Nome completo
Silvana Cristina Pereira Muniz de Souza
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Piracicaba, 2002
Orientador
Banca examinadora
Rodrigues, Ricardo Ribeiro (Presidente)
Engel, Vera Lex
Gandolfi, Sergius
Título em português
Análise de alguns aspectos de dinâmica florestal em uma área degradada no interior do parque estadual do Jurupará, Ibiúna, São Paulo.
Palavras-chave em português
banco de sementes
citricultura
desmatamento
ecologia florestal
florestas-recuperação
pastagens
proteção ambiental
Resumo em português
O presente trabalho teve como objetivo investigar a resiliência de uma área desflorestada há aproximadamente 20 anos, ocupada atualmente com pastagem e cultivo de Citrus sp. Essa resiliência foi avaliada através dos seguintes aspectos da dinâmica florestal: análise do banco de sementes, da chuva de sementes e de indivíduos jovens regenerantes. Este trabalho foi conduzido no Parque Estadual do Jurupará (23°51' S e 47°11' W), abrangendo os municípios paulistas de Ibiúna e Piedade, em uma região de transição entre a Floresta Ombrófila Densa e a Floresta Estacional Semidecidual. Foram alocadas três faixas de amostragem, cada uma com cinco parcelas aleatorizadas de 10 X 20 m, uma num trecho ocupado com um plantio abandonado de Citrus sp, adjacente ao remanescente florestal, e as restantes num trecho ocupado com pastagem, uma a 0-20 m e outra a 80-100 m de distância do remanescente florestal. Para a avaliação da chuva de sementes, foram lançados aleatoriamente em cada parcela três coletores de sementes circulares de 0,52 m de diâmetro, com coletas mensais das sementes depositadas. Para a avaliação do banco de sementes foram instalados em cada parcela, três subparcelas de 0,25 X 0,25 m, para coleta de solo até 0,05 m de profundidade em duas épocas distintas: estação chuvosa (janeiro/2001) e na estação seca (agosto/2001). Para a avaliação dos indivíduos jovens regenerantes, foram implantadas aleatoriamente 4 subparcelas de 0,5 X 0,5 m, nas quais foram realizadas três avaliações de todos os indivíduos arbustivos-arbóreos com altura entre 0,30 e 1,30 m. Na avaliação da chuva de sementes na área ocupada com o cultivo de Citrus sp, foi observada alta densidade de sementes autóctones de espécies arbustivo-arbóreas (Leandra sp. com 20.638,73 sem.m -2 e Tibouchina sp. com 12.681,85 sem.m -2 ) que ocupavam a área junto com aos indivíduos de Citrus sp. Na pastagem verificou-se a predominância de espécies ruderais, a densidade média das espécies arbustivo-arbóreas foi de 335,75 sem.m -2 , na pastagem próxima do remanescente florestal e de 577,58 sem.m -2 na pastagem distante do remanescente florestal. Na avaliação do banco de sementes no cultivo de Citrus sp, as espécies ruderais consistiram em 99,88% das espécies germinadas na estação chuvosa, e 99,73% na estação seca. Na pastagem, na estação chuvosa, para as duas distâncias, 100% das espécies germinadas eram espécies herbáceas tipicamente ruderais; na estação seca esta forma de vida predominou em 99,66% na área próxima ao remanescente florestal e 99,92% na área mais distante. No levantamento dos indivíduos jovens regenerantes, encontrou-se densidade 5,8 ind.m -2 na área de Citrus sp e de 1,2 ind.m -2 e 2,2 ind.m -2 na pastagem a 0-20 m e 80-100 m de distância do remanescente florestal, respectivamente. Apenas na chuva de sementes foram encontradas diferenças significativas entre a área de Citrus sp e a pastagem, para os demais aspectos analisados não foram encontradas diferenças significativas entre a área de Citrus sp e pastagem. Na pastagem, para todos os apectos analisados, não foram encontradas diferenças significativas entre as diferentes distâncias, rejeitando a hipótese de que a resiliência da pastagem estudada está inversamente relacionada com as distâncias do remanescente florestal nesse trabalho.
Título em inglês
Analysis of some aspects of forest dynamics in a degradated area inside the jurupará state park, Ibiúna, São Paulo state.
Palavras-chave em inglês
ambient protection
bank of seeds
deforestation
forest ecology
forest-recovery
pastures
Resumo em inglês
This work had as a goal identifying the resilience of an area, which was deforested in the past, currently used as pasture and Citrus sp crop. This resilience was evaluated through the following aspects of forest dynamics: soil seed bank analysis, seed rain and saplings. It was conducted in the Jurupará State Park in Ibiúna and Piedade (São Paulo State), in a transition area between the Ombrophil Forest and the Semideciduous Seasonal Forest. In this area, three sampling strips were allocated, each one with five 10 X 20 m plots, being one inside the Citrus sp crop and the others inside the pasture, distant 0-20 m and 80-100 m from the forest remant. For evaluating the seed rain, three circular seeds collectors of 0.52 cm in diameter were randomly set in each plot, with monthly samplings of the deposited seeds. For evaluating the seed bank, soil of three 0.25 X 0.25 m sub-plots and 0.05 m deep was collected in two different seasons: rainy season (January/2001) and dry season (August/2001). To the saplings evaluation, four 0.5 X 0.5 m sub-plots were implanted randomly, in which three evaluations of all the shrubs and trees individuals (0.30-1.30m height) were performed. At the seed rain inside the Citrus sp crop, a high density of autoctone seed of shrubs and trees species (Leandra sp. with 20,638.73 seed.m -2 and Tibouchina sp. with 12,681.85 seeds.m -2 ) was observed; inside the pasture, there were a predominance of ruderal species, while the average density of shrubs and trees species were, 335.75 seeds.m -2 in the pasture distant 0-20m from the remaining forest and 577.58 seeds.m -2 in the pasture distant 80-100m from the remaining forest. At the soil seed bank evaluation in the experimental area inside the Citrus sp crop, the ruderal species were 99.88% of the germinated species in the rainy season and 99.73% in the dry season. In the experimental area inside the pasture, for the rainy season, 100% of the germinated species were herbal species typically ruderal in both distances; in the soil collected in the dry season, this life form was predominant in 99.66% and 99.92% in both distances, respectively. In the saplings counting, a 5.8 ind.m -2 density inside was found the Citrus sp crop and 1.2 and 2.2 ind.m -2 inside the pasture in both distances. Only for the seeds rain significant differences were found between the Citrus sp crop and the pasture. No significant differences were found between the two distances within the pasture area strips, denying the hypothesis that the resilience of the study area is inversely related to the remaining forest distance.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
silvana.pdf (1.10 Mbytes)
Data de Publicação
2002-08-28
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.