• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.11.2003.tde-23092003-140646
Documento
Autor
Nome completo
Maria Isabel Amando de Barros
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Piracicaba, 2003
Orientador
Banca examinadora
Magro, Teresa Cristina (Presidente)
Lima, Walter de Paula
Takahashi, Leide Yassuco
Título em português
Caracterização da visitação, dos visitantes e avaliação dos impactos ecológicos e recreativos do planalto do Parque Nacional do Itatiaia.
Palavras-chave em português
impactos ambientais
parque nacional do itatiaia
proteção ambiental
reservas naturais
visitantes.
Resumo em português
O presente trabalho teve como objetivos descrever e avaliar as condições atuais dos impactos ecológicos e recreativos em trilhas e áreas de acampamento, além de obter conhecimentos sobre a visita e os visitantes do Planalto do Parque Nacional do Itatiaia (PNI). Com base nas informações obtidas, procurou-se compreender as relações uso-impacto e explorar as diretrizes para um programa de educação do visitante voltado para a prática de técnicas de mínimo impacto que contribuísse para atenuar os danos identificados. As informações sobre a visita e os visitantes foram obtidas através da aplicação de um questionário a 605 pessoas entre os meses de Fevereiro a Agosto de 2002. A avaliação das condições das trilhas e áreas de acampamento foi feita através do levantamento detalhado de indicadores de impactos ecológicos e recreativos. A partir de 1996 o número de visitantes no Planalto teve um aumento relativo maior do que na parte baixa do Parque, demonstrando que a demanda por atividades ligadas a caminhadas, ascensão de picos, escalada e acampamento aumentou. Entretanto os dados obtidos mostram que cerca de 84% das pessoas que visitam o Planalto do PNI concentram suas atividades em três lugares: o Pico das Agulhas Negras, o Pico das Prateleiras e o Abrigo Rebouças. A concentração do uso nas trilhas citadas possivelmente contribuiu para a ocorrência de valores significativamente diferentes encontrados para os indicadores de impactos relacionados à largura total, à profundidade do canal e à área transversal das trilhas estudadas. O nível educacional dos visitantes do Planalto é alto, com 72% das pessoas cursando ou com nível universitário completo. Esse dado, aliado ao fato de que 90% dos visitantes mencionaram que as ações de manejo do uso público presentes atualmente no Planalto não alteraram ou melhoraram a qualidade da sua visita é um indicativo de que os visitantes são receptivos a uma maior presença de ações de manejo da visitação e da aceitação de um programa de educação do visitante. A avaliação dos indicadores de impacto das áreas de acampamento mostrou que todos os indicadores sofreram uma diminuição nos valores entre os anos de 1998 e 2002, com exceção da área de solo nu, como resultado do fechamento das áreas após um incêndio no maciço das Prateleiras em Julho de 2001. O levantamento detalhado dos impactos nas áreas de acampamento mostrou que os problemas mais graves estão relacionados ao uso público e são resultado da falta de informação e conhecimento técnico dos visitantes sobre a magnitude dos impactos causados pela atividade de camping e as formas de minimizá-los. Com base nos resultados encontrados foram elaboradas diretrizes que poderão compor um programa de educação sobre técnicas de mínimo impacto para o Planalto do PNI. Elas devem incluir técnicas relacionadas aos seguintes temas: deteriorização das trilhas estabelecidas, abertura de trilhas secundárias, deteriorização de áreas de acampamento estabelecidas, proliferação de áreas de acampamento, lixo, dejetos humanos e aglomerações.
Título em inglês
Visit and visitors charactheristics and ecological and social impact assessment at Itatiaia National Park Plateau.
Palavras-chave em inglês
environmental impacts
environmental protection
itatiaia national park
natural protected areas
visitors.
Resumo em inglês
The goals of this research were to describe and evaluate the current ecological and social impact on trails and campsites, as well as to characterize the visit and visitors of upper Itatiaia National Park (INP). Based on this information, it was intended to understand impact-use relationships and to explore the guidelines of a visitor education program designed to encompass minimum impact techniques that would contribute to minimize the problems found. A questionnaire was applied to 605 people from February to August 2002 in order to get information about visit and visitors. Trails and campsites conditions were assessed through ecological and social indicators. After 1996 the number of visitors at the Park’s upper lands was comparatively higher than the number of visitors at the lower Park. This demonstrates that there was an increase of interest about activities related to climbing, camping and hiking. Meanwhile around 84% of people that visit PNI highlands are concentrated at the two main peaks of the area, Agulhas Negras and Prateleiras, besides Rebouças Hut. The fact that the use is concentrated on the two mentioned trails possibly contributes to the values significantly different found in the impacts related to total trail width, trail depth and trail transversal area. The educational level of visitors is high, since 72% are in college or have a college degree. This and the fact that 90% of visitors mentioned that the presence of management actions did not disturb or contributed to their experience, is an indicator that PNI visitors are receptive to a higher presence of recreation management and would accept a visitor education program. The campsite impact assessment revealed that from 1998 to 2002 all indicators were reduced, with the exception of total bare area. That is the result of the campsites closure after a fire at Prateleiras Area in July 2001. The detailed assessment of campsite areas shows that the most important problems are related to use and result from lack of information and technical knowledge about impacts caused by camping activities and about ways to minimize them. Based on the results found guidelines of a visitor education program about minimum impact techniques were designed. They should include techniques related to the following issues: deterioration of constructed trails, development of undesired user-created trails, proliferation of campsites, deterioration of established campsites, litter, human waste and crowding.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
maria.pdf (662.04 Kbytes)
Data de Publicação
2003-09-24
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.