• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.11.2004.tde-14122004-111200
Documento
Autor
Nome completo
Marcelo Santos Melo
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Piracicaba, 2004
Orientador
Banca examinadora
Rodrigues, Ricardo Ribeiro (Presidente)
Brienza Junior, Silvio
Ivanauskas, Natalia Macedo
Título em português
Florística, fitossociologia e dinâmica de duas florestas secundárias antigas com histórias de uso diferentes no nordeste do Pará-Brasil.
Palavras-chave em português
composição florística
comunidades vegetais
dinâmica de comunidades
florestas secundárias
regeneração natural
Resumo em português
O incremento do processo de substituição da floresta amazônica por áreas agrícolas e seu posterior abandono, têm resultado num número crescente de fragmentos de florestas secundárias. Com o objetivo de contribuir com o entendimento da dinâmica dessas áreas, analisou-se a composição florística, a fitossociologia, o ingresso, a mortalidade, o crescimento dos indivíduos arbóreos e as relações do solo com o crescimento em diâmetro, densidade e área basal total de duas florestas secundárias (Marituba e Bragança, NE, PA) com diferentes histórias de degradação e mesma idade de abandono. Foram instaladas 4 parcelas permanentes de 50x50m, subdivididas em 25 com de 10x10m, em cada área, onde amostrou-se todas as árvores com DAP >5cm. Em Marituba as medições foram em 1997, 2000 e 2002, e em Bragança, 1999, 2000, 2001 e 2002. O solo foi coletado nas profundidades de 0- 5cm, 5-15cm e 15-25cm, nas subparcelas pares das áreas. No primeiro levantamento de Marituba foram encontrados 1.257 indivíduos e 185 espécies. No último levantamento houve redução de 4,1% de indivíduos e aumento de 8,1% de espécies, com H´ = 4,42nats/indivíduo. Em Bragança, foram encontrados em 1999, 1.819 indivíduos e 136 espécies. No último levantamento, houve redução de 6,2% dos indivíduos e de 1,5% de espécies, com H´ = 4,08nats/indivíduo. Entre as duas áreas estudadas houve baixa similaridade florística (Jac = 12%). Marituba apresentou incremento diamétrico de 0,23cm/ano, ingresso de 2,1%/ano e mortalidade de 3,2%/ano. Bragança apresentou incremento em DAP de 0,25cm/ano, ingresso de 1,2%/ano e mortalidade de 3,6%/ano. As duas florestas apresentaram um balanço característico de comunidades em sucessão secundária com taxas de mortalidade maiores do que ingressos, indicando estádio de reconstrução. As áreas apresentaram fertilidade do solo distintas, sendo que Bragança foi maior. Bragança se diferenciou de Marituba, pelo PCA, pelos atributos CTC, P, MO, Argila e %Al. A análise de correspondência canônica (CCA), não mostrou correlação entre a fertilidade do solo e o crescimento em diâmetro, densidade e área basal total. A dinâmica da floresta de Bragança foi mais intensa, indicando um estádio sucessional menos avançado, resultado dos sucessivos ciclos de corte-queima-plantio-pousio. Para Marituba, os valores de riqueza, diversidade e área basal foram compatíveis com os de florestas primárias, em função das características mais amenas de degradação (extrativismo seletivo de madeira). Os resultados confirmaram a hipótese de que o histórico de perturbação foi definidor das características do processo de sucessão em duas florestas secundárias, com mesma idade e sobre o mesmo tipo de solo. Portanto, a idade por si só não é um requisito adequado para prever taxas de recuperação e estádios de sucessão de florestas secundárias.
Título em inglês
Floristic, phitosociology and dinamic of two old secondary forests with different history of use in the northeastern Pará-Brazil.
Palavras-chave em inglês
dynamics of communities
floristic composition
natural regeneration
secondary forests
vegetal communities
Resumo em inglês
The increase of the substitution from process amazonic forest by agricultural areas and their desertation afterwards have caused an increasing number of secondary forest fragments to happen. Aiming to contributing with the understanding of the diynamics of these areas, the floristic composition, the phitosociology, the ingrowth rate, the mortality rate, the growth of the individuals, and the soil relations whith the gowth in diameter, density and total basal area from secondary forests (Marituba and Bragança, NE, Pará) whith different hystories of abandonment, were analyzed. Four permanent plots measuring 50x50m, subdivided into 25 sub-plots with 10x10m in each area, were installed. All trees with DBH >5cm were sampled. The measures made in Marituba took place in 1997, 2000, 2001, and 2002; yet, in Bragança, 1999, 2000, 2001 and 2002. The soil sampled were collected at lake depth of 0-5cm, 5- 15cm, 15-25cm on the even part of the areas. In the first survey made in Marituba, 1,257 individuals and 185 species were found. In the last survey, the was a reduction of 4.1% in the number of individuals and an increase 8.1% of the species, with H´ = 4.42nats/indivíduo. In Bragança, 1,819 individuals and 136 species were found in 1999. In the last survei, there was a reduction of 6,2% of the individuals and 1,5% of species, with H´ = 4.08nats/indivíduo. Between both studied areas, the was a low floristic similarity (Jac = 12%). Marituba had an increase of 0.23cm/year, ingrowth of 2.1%/year, and a mortality rate of 3.2%/year. Bragança had a increase in DBH of 0.25cm?year, ingrowth of 1.2%/year, and a mortality rate of 3.6%/year. Both forests presented a characteristic floristic balance of communities under secondary succession, whit mortality rates higher than. The ingrowth, which indicated the recovering phase. The areas showed distinct soil fertility: Bragança´s soil fertility was higher. Bragança was different from Marituba, for PCA analysis, mainly in relations to CTC, P, MO, Clay, and %Al. The canonical correspondence analysis (CCA) did not show correlation between the soil fertility and the growth in diameter, density, and total basal area. The dynamiocs of the forest in Bragança was more ntense, indicating a less advanced successional phase, wich was a result of successive cutting-burningólanting-resting cycles. For Marituba, the richness values, diversity, and basal area were compatible whit those of primary forests´, as a function of lighter degradation characteristics (selective logging). The results confirmed the hypotesis that the succession process characteristics in both secondary forests with the same age and on the same type of soil. However, oney the age itself is not an adequate feature for forecasting the recovering rates and the successional phases of secondary forests.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
marcelo.pdf (2.46 Mbytes)
Data de Publicação
2004-12-16
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.