• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.11.2018.tde-13032018-155634
Documento
Autor
Nome completo
Vanessa Erler Sontag
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Piracicaba, 2017
Orientador
Banca examinadora
Silva, Edson José Vidal da (Presidente)
Batista, João Luis Ferreira
Sebbenn, Alexandre Magno
Wadt, Lúcia Helena de Oliveira
Título em português
Alterações na legislação brasileira de manejo florestal e seus efeitos na distribuição espacial e polinização de espécies madeireiras amazônicas
Palavras-chave em português
Amazônia
Distância do vizinho mais próximo
Exploração de impacto reduzido
Manejo florestal sustentável
Resumo em português
Conhecer o comportamento espacial e demográfico e a dinâmica genética das espécies madeireiras e manter uma distância entre as árvores que permita sua reprodução é essencial para o desenvolvimento de procedimentos de manejo que visem a conservação das espécies e garantia de estoques futuros de madeira. No entanto, quando uma área é explorada para fins madeireiros, as árvores remanescentes podem não ficar a uma distância viável a polinização. A legislação brasileira atual limita a exploração de espécies com baixa densidade de ocorrência e define alguns critérios para a escolha das árvores remanescentes, porém, eles levam em consideração apenas o número de indivíduos e não os fatores ecológicos e genéticos das espécies além de serem os mesmos aplicados a toda Amazônia. O objetivo deste trabalho foi analisar o comportamento espacial de três espécies madeireiras, a Manilkara huberi, a Hymenaea courbaril e o Handroanthus serratifolius, em quatro áreas de estudo na Amazônia brasileira a partir de inventários de empresas florestais e verificar a implicação das últimas mudanças ocorridas na legislação no processo de polinização dessas espécies. O trabalho foi dividido em duas partes. A primeira verificou se essas três espécies possuem o mesmo padrão espacial em diferentes regiões da Amazônia e discutiu a questão da raridade presente na legislação. Foi calculada a densidade e a matriz do vizinho mais próximo para todos os indivíduos antes do corte das três espécies em cada área de estudo e as distâncias plotadas em um gráfico quantil-quantil. Os resultados mostraram que a Manilkara huberi é uma espécie que pode ser encontrada em alta ou baixa densidade e em agregados ou não dependendo da região de ocorrência, diferente do Handroanthus serratifolius que apresenta uma densidade e padrão de distribuição semelhante independente da região de ocorrência. A Hymenaea courbaril permeia entre essas duas situações. Notou-se uma semelhança na distribuição das espécies entre as áreas próximas. A segunda parte analisou as consequências da alteração da legislação na distância entre as árvores remanescentes das três espécies e verificou se essa distância era viável para o processo de polinização. Foi simulado o corte a partir de cenários legislativos, em que apenas o diâmetro mínimo de corte (DMC) foi alterado. Os resultados mostraram que houve uma diminuição na distância entre árvores. A diminuição favoreceu o processo de polinização visto que os polinizadores precisam percorrer menores distâncias na busca por alimento. A legislação tem tomado um caminho mais conservativo, porém há muito o que ser desenvolvido, visto que cada espécie possui sua própria ecologia reprodutiva mas são manejadas da mesma forma.
Título em inglês
Changes in Brazilian forest management legislation and their effects on spatial distribution and pollination of Amazonian timber species
Palavras-chave em inglês
Amazon
Nearest neighbor distance
Reduced impact logging
Sustainable forest management
Resumo em inglês
The information about the spatial and demographic behavior and the genetic dynamic of timber species and maintaining a distance between trees that allows their reproduction is essential for the development of management procedures to conserve species and guarantee future wood stocks. However, when an area is harvested for timber purposes, the remaining trees may not stay at a feasible distance for pollination. Current Brazilian legislation limits the exploitation of low-density species and defines some criteria for choosing the remaining trees. However, they take into account only the number of individuals and not the ecology and genetic aspects of the species. Besides, the same criteria are applied to the entire Amazon. The aim of this study was to analyze the spatial behavior of three timber species, Manilkara huberi, Hymenaea courbaril and Handroanthus serratifolius, in four study areas in the Brazilian Amazon Forest. Companies inventories were used to verify the implication of the latest changes in the Brazilian legislation on the pollination process of these species. The study was divided into two parts. The first one verified if these three species have the same spatial pattern in different regions of the Amazon and discussed the rarity issue in the legislation. The density and the nearest neighbor distance matrix were calculated for all individuals before cutting for the three species in each study area and the distances were plotted on a quantile-quantile plot. The results showed that Manilkara huberi can be found in high or low density and aggregated or not depending on the region of occurrence. On the other hand, other than Handroanthus serratifolius populations present similar densities and distribution patterns despite region of occurrence. Hymenaea courbaril permeates between these two situations. The distribution of this species among nearby areas showed similarity. The second part of this work analyzed the consequences of changes in Brazilian forest management legislation on the distance between the remaining trees of the three species and verified whether this distance was feasible for the pollination process. The cutting was simulated based on two legislative scenarios, in which only the minimum cut diameter (MCD) was changed. The results showed that there was a decrease in the distance between trees due to the increase of the density of remaining individuals. The distance decrease favored the pollination process, since pollinators need to travel shorter distances searching for food. Brazilian forest legislation has taken a more conservative path, but there is still much to be developed, since each species has its own reproductive ecology, even so are managed the same way.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2018-03-22
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.