• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.11.2004.tde-13012005-154520
Documento
Autor
Nome completo
Silvia Yochie Kataoka
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Piracicaba, 2004
Orientador
Banca examinadora
Magro, Teresa Cristina (Presidente)
Guimarães, Solange Terezinha de Lima
Höeffel, João Luiz de Moraes
Título em português
Indicadores da qualidade da experiência do visitante no Parque Estadual da Ilha Anchieta.
Palavras-chave em português
áreas de conservação
Ilha Anchieta
indicadores de qualidade
parques estaduais
proteção ambiental
visitantes
Resumo em português
A motivação desta pesquisa é contribuir com o entendimento das relações que se estabelecem entre os visitantes e as áreas naturais para melhorar o manejo do uso público em unidades de conservação. Ao conhecer as características básicas dos visitantes podemos compreender melhor quem, quantos, quando, onde e de que modo essas pessoas recebem os benefícios das áreas silvestres. Estas informações ajudam os políticos, administradores e pesquisadores a compreenderem o comportamento dos usuários, bem como as causas e potenciais soluções dos impactos ecológicos e recreativos causados pelos visitantes. A diversificação das atividades recreativas e o desenvolvimento do turismo de aventura geraram o aumento da visitação nas unidades de conservação, tornando necessário que os métodos de avaliação do uso público sejam testados e melhorados no que se refere ao uso de indicadores que possam realmente avaliar os efeitos sociais da visitação. Já existe disponível na literatura uma relação de indicadores sociais, propostos principalmente por pesquisadores americanos, que estão sendo aplicados em unidades de conservação brasileiras. No entanto, existem dúvidas com relação à eficiência destes indicadores para as condições de perfil, normas e definições relacionadas ao uso público, determinadas por órgãos administrativos como o IBAMA. O valor ecológico e a integridade dos ecossistemas naturais têm recebido maior atenção, na avaliação e seleção de indicadores. No caso das experiências humanas, no que se refere a atividades de recreação e educação ambiental, não existe uma indicação do que poderia ser considerada uma experiência de qualidade. Devido à falta de clareza do que se deseja com as condições sociais nas áreas naturais protegidas brasileiras, a experiência do visitante é avaliada de forma diversificada, desde a satisfação pelos serviços oferecidos no local, denotando uma relação mais comercial, até abordagens mais adequadas, onde se avalia a experiência no local, como oportunidades para a privacidade. Assim, esta pesquisa utilizou como cenário o Parque Estadual da Ilha Anchieta que devido a sua condição de ilha gera uma expectativa no visitante, que pode inclusive ser contraditória, porque ambientes com praia criam uma atmosfera de integração social, mas a sensação de estar numa ilha pode gerar a expectativa de isolamento em um ambiente primitivo. O conjunto destas características e implicações na visitação torna o local potencialmente importante para o estudo das expectativas e experiência dos visitantes em áreas naturais protegidas. Para avaliar a qualidade da experiência do visitante no Parque foram utilizadas entrevistas, dando um enfoque quanti-qualitativo na análise dos dados. O conhecimento adquirido sobre os visitantes, como suas motivações, expectativas, desejos, informações sobre o local e outras referências tornaram possível a identificação de onze potenciais indicadores dos impactos sociais do uso público que poderão ser utilizados nas avaliações posteriores neste Parque.
Título em inglês
Indicators and standards for visitors at Ilha Anchieta State Park.
Palavras-chave em inglês
Ilha Anchieta
indicators of quality
parks
protected areas
visitors
Resumo em inglês
Understanding the connection between visitors and wild areas by means of this research we can better manage the public usage of protected areas. Once we profile the visitors we can identify how many, where, when and how they can best benefit from this wild areas. This type of information can help policymakers and researchers to understanding the visitor behavior as well as potential problems and solutions for ecological impact and damage caused by the visitors. The diversification of recreational activities and the development of Adventure Tourism helped increase the visitation of wild areas becoming even more important the accuracy of the evaluation methods, indicators and standards to measure social impact caused by the interaction visitor-wild area. Several literatures about “indicators and standards” are now available mostly written by American researches, these methods are being applied to Brazilian wild areas. However these ‘indicators and standards’ may not be so efficient for Brazilian values due to standards determined by entities like IBAMA (environmental protection agency of Brazil, stands for Brazilian Institute of the environment and renewable natural resources). The key when choosing the indicators is focused on Ecological assessment issue. When comparing human experience related to recreational activities and environmental education become very hard to have quality standard value. It is not clear what is the social purpose of the Brazilian protected wild areas therefore the visitor values are generically evaluated starting from the commodities available in the area showing more interest on commercial aspects open opportunities to privatization. We selected Ilha Anchieta State Park because the ‘island’ condition generates a conflicting perception: beach landscape create an image of social integration atmosphere in the other hand an island can give a perception of an isolated primitive environment. These set of characteristics and some other particulars required to visit this island make this local the right place to study visitors expectation and experience in protected wild areas. For a quality evaluation on visitor experience at the Park we interview them focusing in a data analyses based on quantity-quality information. The information gathered from visitors like their motivations, expectations, desires, impressions collected from the local and others allow us to identify eleven social impact indicators from public usage that can be used in future evaluations on this site.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
silvia.pdf (1.92 Mbytes)
Data de Publicação
2005-02-01
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.