• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.11.2003.tde-09122003-105826
Documento
Autor
Nome completo
Ana Gabriela Montan Torres
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Piracicaba, 2003
Orientador
Banca examinadora
Goncalves, Antonio Natal (Presidente)
Penchel Filho, Ricardo Miguel
Piedade, Sonia Maria de Stefano
Título em português
Relação entre sazonalidade, desrama e carboidratos no crescimento do eucalipto na propagação vegetativa por miniestaquia.
Palavras-chave em português
carboidratos
crescimento vegetal
estacas (plantas)
eucalipto
fisiologia vegetal
manejo florestal
propagação vegetal.
Resumo em português
A importância do Eucalyptus na conjuntura atual da silvicultura brasileira tem incitado significativos investimentos em pesquisa, o que tem proporcionado o desenvolvimento da propagação vegetativa. A propagação vegetativa de Eucalyptus spp permite a rápida multiplicação de genótipos selecionados, alcançar altos ganhos mesmo com características de baixa herdabilidade (como por exemplo: crescimento e conteúdo de celulose), aumento imediato de produtividade, além de apresentar sucesso com a aplicação de técnicas de estaquia. Existem evidências da existência da correlação entre a concentração de carboidratos, enraizamento de estacas e sobrevivência das mudas. Apesar de não possuírem função reguladora no enraizamento, os carboidratos são fontes de energia e de carbono para a síntese de substâncias essenciais para formação do corpo da planta. O manejo silvicultural e ambiental do minijardim podem alterar as concentrações de carboidratos na planta, portanto, o manejo possibilita alterações no teor endógeno dos açúcares, resultando em ganhos na sobrevivência das mudas jovens. A pesquisa foi desenvolvida no viveiro da Aracruz Celulose S. A., que é a maior produtora de mudas de clones de eucalipto, localizada no município de Aracruz, Estado do Espírito Santo, Sudeste do Brasil. A empresa é também a maior produtora de celulose branqueada de fibra curta de eucalipto. Foram avaliados diversos parâmetros biométricos e bioquímicos de miniestacas de dois clones da empresa, em duas épocas sazonais (inverno e verão), coletados em três periodicidades de coleta. Os parâmetros biométricos avaliados foram: percentual médio de sobrevivência, biomassa seca e produtividade. Bioquimicamente, foram caracterizados e quantificados os teores de carboidratos através do método de hidrólise ácida e cromatografia (HPAE-PAD e GC-MS). Através do Teste t de comparação de médias a 95% de confiança, não foram encontradas diferenças estatísticas significativas entre as condições testadas. Entretanto, pela análise por componentes principais (PCA), comprovou-se que, biologicamente essas diferenças ocorrem e que existem uma época sazonal e periodicidade de coleta ótimas para cada clone, estando também relacionadas ao teor endógeno de carboidratos. Avaliando-se o feito da sazonalidade nos teores de açúcares para os dois clones, observou-se um aumento de 9.10% no verão em relação ao inverno. O ganho em açúcares propiciou um incremento de 138.00% e 143.00% em biomassa; em termos de sobrevivência ocorreram ganhos de 2.60% e 1.69% e, em termos de número de estacas produzidas/cepa os ganhos foram de 212.80% e 145.48%, para os clones A e B, respectivamente. De forma geral, para todos os parâmetros avaliados, a estação verão é a mais indicada para coleta de estacas, uma vez que se trata da estação mais produtiva. Em termos de periodicidade de coleta, para todos os parâmetros avaliados, a coleta a cada 9 dias mostrou-se a mais indicada.
Título em inglês
Relationship between seasonality, hedging and carbohydrates on growth of eucalypts in the vegetative propagation by minicuttings.
Palavras-chave em inglês
carbohydrates
eucalyptus
hedging.
minicultings
seasonality
vegetative propagation
Resumo em inglês
The importance of the Eucalyptus in the current conjuncture of Brazilian forestry has stirred up significant investments in research, which has leaded to the development of the improved methods of vegetative propagation. The clonal propagation of Eucalyptus spp. allows the fast multiplication of selected genotypes, allowing high gains even with characteristics of low heritability (i.e., growth and cellulose content), immediate increase in productivity, in addition to success with the application of cutting techniques. There are evidences on the existence of correlation between carbohydrate concentration, rooting of cuttings and steckling survival. Although carbohydrates do not have regulatory role in the rooting process, they are an important source of carbon and energy for the synthesis of essential substances in the formation of plant body. The silvicultural and environmental management of the miniclonal garden can alter carbohydrate concentrations in the plant, thus, this management makes it possible the alteration of the endogenous content of sugars, resulting in increases of the survival of young plants. This research was carried out at the nursery of Aracruz Celulose S.A., which has the largest prodution of clonal eucalypt stecklings, located in Aracruz, Espírito Santo State, Brazil. The company is also the worldwide leader in the production of bleached eucalypt cellulose fiber. Two clones were evaluated in two seasons (winter and summer). Plants from stem cuttings were evaluated by several biometrical and biochemical parameteres. The biometrical parameters were survival rate, dry biomass and productivity. The biochemical parameteres were separation, characterization and quantification of several structural carbohydrates and their seasonal variation. It was not found significant statistical differences between the tested conditions through the t-Test for comparison of averages with 95% confidence. However, using another method of principal components analysis (PCA), it was demonstrated that are biological differences among treatments, evidencing an optimum season and periodicity of hedging of cuttings for each clone, which could be related to the endogenous content of carbohydrates. Among the main results obtained, it was observed a 9.10% increase in carbohydrates during summer in relation to winter. The gain in sugar content in the summer was 138.00% and 143.00%, respectively, for clones A and B, compared to winter. The increment in survival rate of stecklings was increased 2.60% and 1.69%, respectively, for clone A and B; also, productivity of harvested cuttings from stock plants increased 212.80% and 145.48%, respectively, clone A and B. In general, the summer is the most indicated season for collection of cuttings, for all the evaluated parameters, because it is the most productive season. In terms of periodicity of hedging of cuttings, the collection at each 9 days was shown to be the more indicated for all the evaluated parameters.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
ana.pdf (178.27 Kbytes)
Data de Publicação
2004-02-09
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.