• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.11.2018.tde-08032018-105703
Documento
Autor
Nome completo
Rafaela Novaes de Abreu
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Piracicaba, 2017
Orientador
Banca examinadora
Silva Filho, Demóstenes Ferreira da (Presidente)
Dobbert, Léa Yamaguchi
Oliveira, Rogério Goularte Moura Gomes de
Polizel, Jefferson Lordello
Título em português
Crescimento de brotações após poda de árvores em vias públicas na cidade de Piracicaba, SP
Palavras-chave em português
Arborização viária
Canteiro
IAF
ImageJ
Resumo em português
A principal função da arborização viária, nos últimos 30 anos, passou de apenas estética para promotora de serviços ambientais, mas essas árvores estão submetidas a diversos fatores estressantes, como a poluição do ar, a baixa disponibilidade de água, solo compactado, podas severas, e área de crescimento limitada. As redes aéreas de distribuição de energia são um dos elementos que mais interferem no manejo das árvores viárias, pois o conflito, geralmente, já está estabelecido e as concessionárias de energia optam por podas drásticas, que podem comprometer a sanidade da árvore e estimular brotações epicórmicas que crescem rapidamente e vão de encontro com as fiações. Posto isso, o presente estudo teve como objetivo determinar a taxa de crescimento de brotações epicórmicas após poda executada pela Companhia Paulista de Força e Luz (CPFL) em indivíduos das espécies tipuana (Tipuana tipu (Benth.) Kuntze), ipê-roxo (Tabebuia heptaphylla (Vell.) Mart.), e chapéu-de-sol (Terminalia catappa L.), na cidade de Piracicaba/SP e relacionar esta taxa com as características da árvore e do meio. Para isso, foi realizado levantamento em campo de variáveis como a espécie, diâmetro à altura do peito (DAP), índice de área foliar (IAF), tipo de calçada, tipo de solo, fotos do canteiro e dos brotos ao lado de uma baliza para posterior medição digital, que teve sua confiabilidade testada e aprovada nesta pesquisa. A análise foi executada com todas as espécies juntas, para cada espécie, e por classe de DAP dentro de cada espécie. O índice de crescimento médio diário para a tipuana foi de 0,360 cm; para o ipê-roxo, 0,298 cm; e para chapéu-de-sol, 0,404 cm. Houve diferença significativa entre a taxa de crescimento da espécie chapéu-de-sol e ipê-roxo, indicando que a espécie e o grupo sucessional a qual pertencem influenciam no ritmo de crescimento. Não foi constatada influência do tipo de calçada e nem do tipo de solo. O IAF também não influenciou no crescimento, a não ser em ipês com DAP entre 50 e 60 cm. A dimensão do canteiro não influenciou o crescimento dos brotos de chapéu-de-sol, mas influenciou positivamente tanto as tipuanas com 60 a 70 cm de DAP, que foram as árvores com o maior ritmo de crescimento da espécie, como os ipês com DAP entre 30 e 40 cm que ainda estão vigorosos e suas raízes continuam explorando o solo. Os estudos com essa temática são poucos e fatores como clima, época de poda e histórico de manejo da área podem exercer influência na resposta da árvore à poda. Portanto, é sugerido maior tempo de estudo com os mesmos indivíduos e a inclusão de mais árvores.
Título em inglês
Shoots's growth after street trees pruning in Piracicaba, SP
Palavras-chave em inglês
ImageJ
LAI
Street trees
Treebed
Resumo em inglês
The main function of the street trees, in the last 30 years, had been switched from aesthetic to the promotion of environmental services. However, this trees are submitted to a lot of stressful factors like limited growth aerea, air pollution, low water availability, compacted soil and drastic pruning. Aerial power networks distribution are the elements that most interfere with the management of street trees, because the conflict is usually already established and the energy concessionaires opt for drastic pruning, which can compromise tree sanity and stimulate epicormic shoots, that grows quickly toward the aerial networks. Therefore, the present study had the objective of determining the growth rate of epicormic shoots after it having been pruned by CPFL for the species Tipuana tipu (Benth.) Kuntze; Tabebuia heptaphylla (Vell.) Mart.; and Terminalia catappa L. in the city of Piracicaba, São Paulo, Brazil, and relate this rate to the tree and environment characteristics. For that, a field survey was made of variables such as the species, diameter at breast height (DBH), leaf area index (LAI), type of pavement, type of soil, and photos of the treebed and shoots next to a beacon for later digital measurement, which had its reliability tested and approved in this study. The analysis was performed with all species together, for each species separately, and by dbh class within each species. The average daily growth rate for Tipuana tipu was 0.360 cm; for Tabebuia heptaphylla was 0.298 cm; and for Terminalia catappa was 0.404 cm. There was a significant difference between the growth rate of Terminalia catappa and Tabebuia heptaphylla, indicating that the species and its successional group influence the growth rhythm. There was no influence of the type of sidewalk or of the type of soil in the growth rate. The LAI also did not influence any growth, just for Tabebuia Heptaphylla with DBH between 50 and 60 cm. The treebed area did not influenced the Terminalia catappa shoots growth, but it had influenced positively the Tipuana tipu with 60 to 70 cm of DBH, wich were the trees with the greater growth rate of the species, as much as the Tabebuia heptaphylla with DBH between 30 and 40 cm, which are at a fairly vigorous age and their roots continue to explore the soil. There are a few studies with this theme and factors such as climate, pruning season and area management history can influence tree response to pruning. Therefore, longer study time with the same individuals and more trees included is suggested.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2018-03-14
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.