• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.11.2014.tde-07112014-172503
Documento
Autor
Nome completo
Clarissa Maria de Aguiar
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Piracicaba, 2014
Orientador
Banca examinadora
Silva, Edson José Vidal da (Presidente)
Garavello, Maria Elisa de Paula Eduardo
Morsello, Carla
Título em português
Parcerias para a sustentabilidade do Cerrado: seus desafios e oportunidades
Palavras-chave em português
Bioma Cerrado
Custo de produção
Parcerias
PFNMs
Resumo em português
Os crescentes processos de expansão agropecuária e desenvolvimento urbano e industrial no Bioma Cerrado vem acarretando grande perda da cobertura vegetal e consequentemente da diversidade biológica. O extrativismo vegetal praticado por comunidades rurais insere-se como uma alternativa econômica ao desmatamento, à monocultura e à degradação social. Parcerias entre comunidades e empresas que visem favorecer o escoamento da produção, tendem a trazer melhorias para a renda e para a dinâmica organizacional comunitária. Entretanto, para atingir tais resultados, é fundamental o pagamento de um preço justo ao produto comercializado. Esse estudo teve como objetivo final estabelecer diretrizes de boas práticas para a comercialização dos produtos florestais não madeireiros do Cerrado. Para tanto, analisou-se os custos de produção dos produtos destinados aos mercados de cosméticos e fármacos; e identificou-se as diferentes estruturas dos acordos entre comunidades e empreendimentos comerciais para salientar as oportunidades, os problemas e as lições dessas experiências. Três empreendimentos nas cidades de Brasília (DF), Natal (RN) e Fortaleza (CE) e três comunidades nos municípios de Montes Claros (MG), Jardim (CE) e Palmeira do Piauí (PI) participaram do estudo. Os dados foram coletados mediante pesquisa documental, entrevista semiestruturada e entrevista estruturada com os mentores dos empreendimentos, integrantes das comunidades, representantes dos órgãos governamentais e do terceiro setor inseridos nas relações. O extrativismo vegetal representa a segunda atividade econômica exercida pelas comunidades, sendo de grande importância para a renda familiar. Com o dinheiro advindo do extrativismo é possível adquirir bens alimentícios e domésticos e em alguns casos, esse dinheiro é destinado para a construção ou reformas da casa. O custo de produção de 1 litro de óleo de pequi ficou em torno de R$ 24,00, o de macaúba foi em torno de R$ 18,76 e o de buriti R$ 14,40. Os baixos rendimentos dos óleos estão atrelados a falta de maquinários adequados para a extração. O investimento em estudos e tecnologias que viabilizem um maior rendimento da produção comunitária contribui para a manutenção das atividades extrativistas. Já em relação as parcerias, os resultados mostram que para existir uma parceria bem estruturada é fundamental a definição do papel de cada ator, a fim de promover a comunicação e a dinâmica da relação. O estabelecimento de uma boa comercialização a partir do pagamento de um preço justo pelo produto e o compromisso entre as partes fundamentado na confiança favorecem a manutenção das parcerias a longo prazo.
Título em inglês
Partnerships and sustainability in the Brazilian savanna: it's challenges and opportunities
Palavras-chave em inglês
Brazilian savanna
NTPFs
Partnership
Production cost
Resumo em inglês
The Brazilian savanna have lost much of their vegetation cover and consequently their biological diversity due to the fast expanding of the agricultural, urban and industrial development. The extractivism of Non Timber Forest Products NTFPs is an economic alternative to deforestation, monoculture and social degradation. Partnerships between communities and companies that promote the sale of production tend to improve the income and the community organizational dynamics. However, to achieve such results, the products must be market with a fair price. The main objective of this study is to produce guidelines of good practices for marketing NTPFs. The first part of this research analyzes the costs of the three products targeted to the cosmetics and pharmaceutical sectors. The second part explores the different structures of agreements between communities and companies in the Brazilian savanna to identify opportunities, problems and lessons of these experiences. Three companies were analyze in Brasília (DF), Natal (RN) and Fortaleza (CE) and three communities in the municipalities of Montes Claros (MG), Jardim (CE) and Palmeira do Piauí (PI). Data were collect through documents research, semi-structured interviews and structured interviews with mentors from companies, community members, representatives of government agencies and third party. With the money from the extractivism is possible to buy food and household goods, and in some cases, this money is invested in the construction or renovation of the house. The production cost of 1 liter of pequi oil was around R$ 27.53, for the macaúba was around R$ 17.20 and for the buriti oil was R$ 16.38. The low oil yields are associated to the deficiency of appropriate machinery for the extraction. Investments in research and technologies that enable higher throughput of community production contribute for the maintenance of extractive activities. Analyzing partnerships, the results show that in a well-structured partnership the role of each actor is clearly defined in order to promote good communication and the dynamics of the relationship. The establishment of good market practices such as fair price and commitment based on trust between the parties contributes for the long-term partnerships.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2014-11-27
 
AVISO: O material descrito abaixo refere-se a trabalhos decorrentes desta tese ou dissertação. O conteúdo desses trabalhos é de inteira responsabilidade do autor da tese ou dissertação.
  • Aguiar, C.M., y VIDAL, E. Management of non timber forest products from Brazilian savanna as an income source for communities. In Tercer Congreso Latinoamericano de IUFRO, IUFROLAT: Bosques, competitividad y territorios sostenibles, San José, 2013. Tercer Congreso Latinoamericano de IUFRO, IUFROLAT: Bosques, competitividad y territorios sostenibles., 2013.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.