• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.11.2006.tde-07062006-170712
Documento
Autor
Nome completo
Wirifran Fernandes de Andrade
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Piracicaba, 2006
Orientador
Banca examinadora
Almeida, Marcilio de (Presidente)
Almeida, Cristina Vieira de
Gonçalves, Antonio Natal
Título em português
Atuação de "pulse" na organogênese de Eucalyptus grandis cultivado in vitro
Palavras-chave em português
essência florestal
eucalipto
histologia
micropropagação vegetal
regulador de crescimento vegetal
Resumo em português
O gênero Eucalyptus tem se mostrado um dos mais vantajosos na produção de bens e serviços florestais pela silvicultura brasileira, principalmente por sua rapidez no crescimento. A propagação vegetativa de Eucalyptus spp. permite a rápida multiplicação de genótipos selecionados alcançando aumento imediato na produtividade dos plantios clonais. Com o objetivo de avaliar o efeito do "pulse" na propagação in vitro de Eucalyptus grandis, testou-se as interações entre concentrações de BAP (Benzilaminopurina), tempo de exposição e pH, bem como as alterações morfológicas que esses fatores causam na estrutura interna dos explantes. O trabalho foi realizado na Escola Superior de Agricultura "Luiz de Queiroz" - ESALQ/USP. Doses crescentes de BAP (0, 200, 400 e 600 mg.L-1) expostas durante três tempos (1, 2 e 3 horas) com dois valores de pH (3,0 e 5,8) representavam os tratamentos. Após 21 dias de cultivo avaliou-se o número de brotos por tratamento, taxa de multiplicação e biomassa produzidas para cada tratamento. As análises histológicas também foram realizadas após o fim do experimento. O fator pH não apresentou nenhuma interação com os demais fatores. A concentração 200 mg.L-1 de BAP durante 1 e 2 horas apresentaram os tratamentos mais significativos na multiplicação do E. grandis. Doses com 600 mg L-1 de BAP apresentaram-se tóxicas aos explantes. Houve intensificação da divisão celular no parênquima cortical e procâmbio na região basal do explante representada pelo surgimento de meristemóides evidenciando a maior capacidade de resposta organogênica desses tecidos em resposta aos tratamentos 200 mg.L-1 de BAP durante 1 e 2 horas. O uso de "pulse" como ferramenta na micropropagação de Eucalyptus grandis representa uma alternativa viável para redução de tempo e custos.
Título em inglês
Pulse effect on Eucalyptus grandis organogenesis in vitro
Palavras-chave em inglês
eucalyptus
forest species
growth regulator
hitology
micropropagation
Resumo em inglês
The genus Eucalyptus has proved to be one of the most profitable means of producing goods and supplying forestry services used by Brazilian silviculture, mainly because of its fast growth. The vegetative propagation of Eucalyptus spp. allows the fast reproduction of selected genotypes aiming at the immediate increase of cloned plantations. By analyzing the pulse treatment effect in vitro propagation of Eucalyptus grandis the evaluation between the concentrations of Bensylaminopurine (BAP), time exposure and pH interaction such as its morphological changes that those factors caused in the internal structure of the explants. This work has been carried out at Escola Superior de Agricultura "Luiz de Queiroz" - ESALQ/USP. The treatments consisted of increasing doses of Benzylaminopurine (0, 200, 400 and 600 mg.L-1), three exposure time (1, 2 and 3 hours) with two values of pH (3,0 e 5,8). The results were taken after 21-day of cultivation. The number of sprouts per treatment, the reproduction rate and the produced biomass for each treatment were recorded. In addition the histological analyses were aslo carried out at the end of the experiment. The pH did not present any form of interaction with the other factors but he most significant treatments of E. grandis reproduction was found in the concentration 200 of BAP during the 1st and 2nd hour. The dose 600 mg.L-1 of BAP turned out to be toxic for the explants. It was observed that there was an increase of cell division in the cortical parenchyma and procambium represented by the arising of meristems resulting to a greater capacity of organogenetic answer of these tissues due to the response of 200 mg.L-1 of BAP treatment during 1st and 2nd hours. The use of pulse treatment as a tool of micropropagation of Eucalyptus grandis represented a feasible alternative for the reduction of time and cost.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
WirifranAndrade.pdf (3.04 Mbytes)
Data de Publicação
2006-07-04
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.