• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
Documento
Autor
Nome completo
Ludmila Pugliese de Siqueira
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Piracicaba, 2002
Orientador
Banca examinadora
Rodrigues, Ricardo Ribeiro (Presidente)
Gandolfi, Sergius
Rodrigues, Fatima Conceição Marques Piña
Título em português
Monitoramento de áreas restauradas no interior do estado de São Paulo, Brasil.
Palavras-chave em português
banco de sementes
comunidades vegetais
ecologia florestal
manejo florestal
monitoramento ambiental
reflorestamento
Resumo em português
O estudo teve por objetivo analisar alguns aspectos de dinâmica florestal que pudessem ser utilizados no monitoramento de áreas restauradas. O plantio destas áreas foi baseado no mesmo modelo de restauração. Tal modelo está fundamentado em conceitos de sucessão secundária, utilização preferencial de espécies nativas regionais, e parâmetros de densidade dos indivíduos conforme encontrado para os remanescentes florestais da região. A primeira área (área A) está situada a margem esquerda do rio Piracicaba, na área urbana deste município. No plantio desta área foram utilizadas 35 espécies. Esta área foi plantada em 1991, estando com 10 anos na época em que foi realizado o estudo. A segunda área (área B) está situada às margens da represa de abastecimento municipal de Iracemápolis. O plantio desta área, onde foram utilizadas 140 espécies, teve início em 1987 apresentando, aproximadamente, 14 anos na época em que foi realizado o estudo. Em cada uma destas áreas, foram instaladas 10 parcelas de 10 x 10m, dentro das quais foram alocadas, de forma aleatória, 9 subparcelas para avalição dos indicadores selecionados. O banco de sementes foi avaliado mediante 30 amostras de solo em subparcelas de 0,25 x 0,25m realizadas nas estações chuvosa e seca de 2001. A chuva de sementes foi quantificada mensalmente através da amostra do material depositado em 30 coletores de 0,5 x 0,5m. Para a amostragem do estrato de regeneração foi realizado o levantamento de todos os indivíduos entre 0,30 e 2m presentes dentro de 30 subparcelas de 1 x 1m. O banco de sementes da área A apresentou densidade média de 328,53 sementes.m -2 na estação chuvosa e de 245,87 sementes.m -2 na seca. Na área B a densidade encontrada nas amostras do banco de sementes foi 1.131,73 sementes. m -2 na estação chuvosa e 685,30 sementes.m -2 na estação seca. Não foi verificada variação sazonal no banco de sementes para as duas áreas. A maior parte das espécies encontradas no banco foi caracterizada como herbácea. Na análise da chuva de sementes foram verificadas variações sazonais na frutificação e espaciais na dispersão das sementes. A densidade média de sementes depositadas no período de um ano foi de 591,33 sementes.m -2. A maior porcentagem de indivíduos depositado nos coletores apresentou síndrome de dispersão zoocórica. Espécies iniciais foram predominantes na chuva de sementes. O estrato de regeneração da área A apresentou baixa riqueza de espécies, sendo a maior parte dos indivíduos amostrados pertencentes a uma única espécie, Leucaena leucochephala. Nesta área foram encontrada apenas 2 espécies e a densidade obtida foi inferior a um. Na área B foram encontradas 15 espécies de 11 famílias, sendo a densidade média obtida igual 1 indivíduo.m -2. Os resultados indicam que na área B foi possível criar uma ambiente favorável a regeneração natural e que na área A esta regeneração pode estar sendo limitada em função da agressividade e atividade alelopática da Leucaena leucocephala. Também o número inicial das espécies, a idade e o tamanho das áreas, a qualidade do terreno e a intensidade de manejos anteriores podem influenciar este resultado. Dentre os indicadores selecionados, o estrato de regeneração foi o mais confiável para o monitoramento das áreas.
Título em inglês
Monitoring of restored areas in the interior of Sao Paulo state, Brazil.
Palavras-chave em inglês
forest ecology
forest management
restoration
seed bank
tropical forest
Resumo em inglês
The study was seeking to analyze some aspects of forestry dynamics that could be used in monitoring restored areas. The planting of these areas was based on the same restoration models. Such models are based in concepts of secondary succession, regional native species preferential usage and density parameters of the individuals as it's found for the forestry remains in the region. The first area (A) is located at the left margin of the Piracicaba River, in the urban area of this town. In the planting of this area 35 species were used. The area was planted in 1991, being 10 years old by the time of the study. The second area (B) is located at the margins of the city water supply dam in Iracemápolis. The planting of this area, where 140 species were used, began in 1987, being around 14 years old when the study was performed. In each of these areas, ten 10 x 10m parcels were installed, inside of which nine sub-parcels for evaluating the selected indicators were randomly placed. The seed bank was evaluated by 30 soil samples in 0,25 x 0,25m sub-parcels, performed in the dry and wet seasons in 2001. The seed rain was monthly quantified through samples of the material allocated in thirty 0,50 x 0,50m collectors. For the regeneration stratum sampling, a counting of all the individuals between 0,30 and 2 m was performed, inside thirty 1 x 1m sub-parcels. The seed bank in area A showed average density of 328,53 seeds.m -2 in the rainy season and 245,87 seeds.m -2 in the dry one. In area B, the density was 1.131,73 seeds.m -2 in the rainy season and 685,30 seeds.m -2 in the dry one. Seasonal variation in the seed bank was not verified for both areas. Most of the species found in the bank was classified as herbaceous. In the seed rain analysis, seasonal variations in fruiting were verified, likewise spatial ones in the seeds dispersion. The average seeds density found within a year period was 591,33 seeds.m -2. The highest percentage of individuals found on the collectors showed zoochoric dispersion syndrome. Early species were majority in the seed rain. The regeneration stratum in area A showed low species diversity, being the majority from a unique species, Leucaena leucochephala. In this area, only two species were found and the average density was below one. In area B, 15 species of 11 families were found, being the average density equals one individual.m -2. The results show that in area B it was possible to create a favorable environment to a natural regeneration, and in area A this regeneration can be limited due to the Leucaena leucochephala aggressiveness and alelopathic activity. Also, the initial number of the species, the age and the size of the areas, the quality of the land and the intensity of previous management can influence the results.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
ludmila.pdf (1.11 Mbytes)
Data de Publicação
2002-12-19
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2014. Todos os direitos reservados.