• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
Documento
Autor
Nome completo
Gleice Gomes Rodrigues
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Piracicaba, 2017
Orientador
Banca examinadora
Silva, Luciana Duque (Presidente)
Costa Junior, Ciniro
Gonçalves, Antonio Natal
Higa, Rosana Clara Victoria
Título em português
Fixação e alocação de carbono em plantações clonais de eucalipto sob diferentes densidades de plantio
Palavras-chave em português
Eucalyptus sp.
Balanço de carbono
Ecofisiologia
Produtividade primária bruta
Respiração do solo
Resumo em português
Decisões tomadas no planejamento da implantação florestal, como a densidade do plantio e o material genético, alteram a disponibilidade de recursos naturais tais como nutrientes, água e luz e consequentemente afetam a assimilação do carbono, que está diretamente relacionada ao crescimento da planta. Ainda são escassas as informações de como e quanto a densidade de plantio e o material genético afetam a fixação de carbono pelas ávores. O objetivo desse trabalho foi avaliar os padrões de fixação e alocação de carbono em plantações clonais de Eucalyptus sp. em duas densidades de plantio (3x2 m e 3x4 m), em um Latossolo Vermelho Distrófico T ípico A moderado. O estudo foi desenvolvido na Estação Experimental de Ciências Florestais de Itatinga-SP - ESALQ/USP, com três materiais clonais de Eucalyptus urophylla: AEC 0144, AEC 224 e COP 1404. O delineamento experimental utilizado foi em blocos casualizados, com esquema fatorial 3 x 2, sendo composto por três clones de eucalipto em dois espaçamentos, com 6 repetições para cada tratamento. Durante o intervalo de um ano (dos 40 aos 52 meses de idade) foram determinados a Produtividade Primária Líquida da Parte Aérea (ANPP: incremento da biomassa aérea somada ao folhedo), a Respiração Autotrófica da Parte Aérea (Rp: respiração das folhas e do tronco com base com base na ANPP, assumindo um valor constante de eficiência de uso do carbono (CUE) de 0,53 (GIARDINA et al., 2003)), o Fluxo de Carbono Abaixo do Solo (TBCF: produção e respiração das raízes grossas e finas, exsudatos das raízes e produção de substratos usados por micorrizas) e a Produtividade Primária Bruta (GPP: somatório dos fluxos de carbono) para os seis tratamentos avaliados. A maior produtividade encontrada para o clone AEC 0144 no espaçamento 3x2 m foi resultado de uma maior GPP (5997,45 g C m-2 ano-1), maior partição de carbono para incremento de tronco (30%) e menor partição da GPP para TBCF (34%). A ANPP variou de 1453,99 g C m-2 ano-1 (Clone COP 1404 no espaçamento 3x2 m) a 2288,78 g C m-2 ano-1 (Clone AEC 0144 no espaçamento 3x2 m), sendo os maiores fluxos encontrados para os clones AEC 0144 em ambos espaçamentos e para o clone COP 1404 no espaçamento 3x4 m. A variação encontrada nos valores de respiração da parte aérea seguiram o mesmo padrão dos resultados da ANPP. O TBCF foi significadamente superior para os clones AEC 0144 e AEC 224 no espaçamento 3x2 m com 2056,36 g C m-2 ano-1 e 1903,83 g C m-2 ano-1, respectivamente; e para o clone COP 1404 no espaçamento 3x4 m (1927,43 g C m-2 ano-1). Houve correlação positiva do TBCF com a GPP, mas não com a ANPP.
Título em inglês
Carbon fixation and allocation in clonal eucalypt plantations under different planting densities
Palavras-chave em inglês
Eucalyptus sp.
Carbon balance
Ecophysiology
Gross primary productivity
Soil respiration
Resumo em inglês
Decisions not planned for forest deployment, such as planting density and genetic material, alter the availability of natural resources such as nutrients, water and light and consequently affect the assimilation of carbon, which is directed to plant growth. They are still scarce as information on how and how much planting density and genetic material for a fixation of carbon by trees. The objective of this work was to evaluate the carbon allocation patterns in clonal plantations of Eucalyptus sp. in two planting densities (3x2 m and 3x4 m), in a typical Typic A moderate Dystrophic Red Latosol. The study was developed at the Experimental Station of Forest Sciences of Itatinga-SP - ESALQ / USP, with three clonal materials of Eucalyptus urophylla: AEC 0144, AEC 224 and COP 1404. The experimental design was a randomized complete block design with a factorial scheme 3 x 2, being composed of three clones of eucalyptus in two spacings, with 6 replicates for each treatment. During the one-year interval (from 40 to 52 months of age) was determined Aboveground Net Primary Productivity (ANPP: increase of the aerial biomass added to the litterfall), Aboveground Autotrophic Respiration (Rp: leaf respiration and (CUE) of 0.53 (GIARDINA et al., 2003)), Total Belowground Carbon Flux (TBCF: production and respiration of the roots) and Gross Primary Productivity (GPP: sum of the carbon fluxes) for the six treatments evaluated. The higher productivity found for the clone AEC 0144 in the 3x2 m spacing resulted from a higher GPP (5997.45 g C m-2 year-1), larger carbon partition for trunk increment (30%) and smaller partition from GPP for TBCF (34%). The ANPP ranged from 1453.99 g C m-2 year-1 (Clone COP 1404 in spacing 3x2 m) to 2288.78 g C m-2 year-1 (Clone AEC 0144 in 3x2 m spacing) Found for clones AEC 0144 in both spacings and COP 1404 in 3x4 m spacing. The variation found in aboveground autotrophic respiration values followed the same pattern of ANPP results. The TBCF was significantly higher for clones AEC 0144 and AEC 224 at 3x2 m spacing with 2056.36 m-2 year-1 and 1903.83 m-2 year-1, respectively; and for clone COP 1404 in 3x4 m spacing (1927.43 m-2 year-1). There was a positive correlation between TBCF and GPP, but not with ANPP.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2017-10-11
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2014. Todos os direitos reservados.