• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.11.2008.tde-27022008-174152
Documento
Autor
Nome completo
Tiago Cardoso da Costa-Lima
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Piracicaba, 2007
Orientador
Banca examinadora
Parra, José Roberto Postali (Presidente)
Bento, José Maurício Simões
Lourenção, André Luiz
Título em português
Efeito da temperatura e da UR na biologia de Liriomyza trifolii (Burgess, 1880) (Diptera: Agromyzidae) em Vigna unguiculata (L.) Walp.
Palavras-chave em português
Biologia
Feijão
Mosca minadora
Temperatura
Umidade atmosférica.
Resumo em português
Esta pesquisa teve como o objetivo estudar a influência da temperatura e da umidade relativa do ar (UR) nos aspectos biológicos da mosca-minadora, Liriomyza trifolii (Burgess, 1880), em feijão caupi [(Vigna unguiculata (L.) Walp.)], para fornecer subsídios a futuros projetos de controle biológico desta praga. Verificou-se uma relação inversa entre a duração de desenvolvimento e o aumento da temperatura na faixa de 15 a 32°C. A viabilidade larval não foi afetada na faixa térmica estudada, enquanto a 32°C houve uma alta mortalidade da fase de pupa. O limiar térmico inferior de desenvolvimento obtido para o período ovo-adulto foi baixo (7,3°C), se comparado a outras espécies de Liriomyza, sendo bastante reduzido para a fase larval (3,4°C). De acordo com as exigências térmicas constatadas para L. trifolii, foi possível estimar a ocorrência de 24,5 gerações anuais em região produtora de melão no RN, sendo que apenas durante a safra da cultura, a praga pode dar 14,8 gerações. A longevidade dos adultos decresceu com a elevação térmica, sendo sempre maior para as fêmeas, independente da temperatura. Os períodos de pré-oviposição e oviposição também foram reduzidos com o aumento da temperatura. A fecundidade foi similar na faixa de 18 a 30°C, sendo reduzida a 32°C e o padrão da taxa de oviposição modificado em função da temperatura. A UR não afetou a duração dos estágios imaturos, embora tenha influenciado a viabilidade. A longevidade das fêmeas foi afetada pela UR, que viveram mais do que os machos em todas as condições estudadas. Independente da temperatura e da UR, L. trifolii colocou entre 83 - 87% dos ovos na face adaxial da folha de feijão caupi. A análise de agrupamento ("cluster analyses") permitiu definir que as temperaturas mais adequadas ao desenvolvimento do inseto são as de 28 e 30°C, sendo que a UR mais adequada foi a de 50%. A pesquisa permitiu que se esquematizasse um sistema de produção de L. trifolii, com base nas exigências térmicas e da UR das diferentes fases de desenvolvimento, para produção de inimigos naturais da praga ou de outras alternativas de controle.
Título em inglês
Effect of temperature and RH on the biology of Liriomyza trifolii (Burgess, 1880) (Diptera: Agromyzidae) in Vigna unguiculata (L.) Walp.
Palavras-chave em inglês
abiotic factors
base temperature.
biology
cowpea
Leafminer
thermal constant
thermal requirements
Resumo em inglês
This research was aimed at studying the influence of temperature and relative air humidity (RH) on biological aspects of the leafminer Liriomyza trifolii (Burgess, 1880) in cowpea [(Vigna unguiculata (L.) Walp.)], to provide essential information for future biological control projects against this pest. An inverse relation was observed between development duration and temperature increase in the range from 15 to 32°C. Larval viability was not affected in the temperature range studied, while a high mortality of the pupal stage was observed at 32°C. The lower developmental temperature threshold obtained for the egg-adult period was low (7.3°C) when compared with other species of Liriomyza, and was rather low for the larval stage (3.4°C). Based on the thermal requirements verified for L. trifolii, it was possible to estimate the occurrence of 24.5 annual generations at a melon producing region in RN, Brazil. During the melon cropping season alone, the pest can produce 14.8 generations. Adult longevity decreased as temperature increased, and was always higher for females, regardless of temperature. The pre-oviposition and oviposition periods also decreased as temperature increased. Fecundity was similar in the range from 18 to 30°C, but decreased at 32°C; the oviposition rate pattern changed as a function of temperature. RH did not affect duration of the immature stages, although it had an influence on viability. Female longevity was affected by RH, since females lived longer than males under all conditions studied. Regardless of temperature and RH, L. trifolii laid between 83 - 87% of its eggs on the adaxial surface of the cowpea leaves. By cluster analysis it was defined that the most suitable temperatures for development of this insect are 28 and 30°C, while the most suitable RH was 50%. This research allowed a production system to be devised for L. trifolii, based on the temperature and RH requirements for its various stages of development, aimed at the production of natural enemies of the pest or other control alternatives.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
tiagocostalima.pdf (987.36 Kbytes)
Data de Publicação
2008-02-28
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.