• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.11.2018.tde-26072018-163612
Documento
Autor
Nome completo
Camila Beatriz Gächter Skanata
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Piracicaba, 2018
Orientador
Banca examinadora
Yamamoto, Pedro Takao (Presidente)
Marucci, Rosangela Cristina
Paiva, Paulo Eduardo Branco
Parra, José Roberto Postali
Título em português
Aspectos biológicos e exigências térmicas em quatro espécies de Chrysopidae (Neuroptera)
Palavras-chave em português
Controle biológico
Crisopídeos
Temperatura
Zoneamento climático
Resumo em português
A família Chrysopidae é a mais diversa dentro da ordem Neuroptera e os crisopídeos são considerados promissores agentes de controle biológico, pois, alimentam-se de uma ampla variedade de pequenos insetos-pragas. O objetivo do presente trabalho foi comparar os aspectos biológicos e reprodutivos, determinar as exigências térmicas e estabelecer o zoneamento climático de quatro espécies de crisopídeos, Chysoperla externa (Hagen), Ceraeochrysa cubana (Hagen), Ceraeochrysa cincta (Schneider) e Ceraeochrysa paraguaria (Navás) para o estado de São Paulo. Os resultados demostraram que, as quatro espécies de crisopídeos conseguiram completar seu período ovo-adulto na faixa térmica de 18 a 32 °C, sendo as melhores viabilidades obtidas entre 20 e 28 °C. Foi observado que a espécie Ch. externa teve um desenvolvimento mais rápido do que as demais espécies em cada estágio de desenvolvimento e período ovo-adulto. Na tabela de vida de fertilidade, o crescimento populacional foi favorecido na faixa térmica de 22 a 28 °C para Ce. cincta, de 22 a 25 °C para Ce. paraguaria, de 25 a 28 °C para Ch. externa e para Ce. cubana na temperatura de 28 °C. As exigências térmicas das espécies indicaram que a temperatura base (Tb) foi de 10,5; 12,95; 11,99; 11,77 °C e a constante térmica de 443,81; 362,7; 399,68 e 314,95 GD para as espécies Ce. cincta, Ce. cubana, Ce. paraguaria e Ch. externa, respectivamente. Mediante as exigências térmicas e o uso de ferramentas computacionais como o Sistema de Informação Geográfica (SIG) foi possível representar de forma espacial o desenvolvimento das quatro espécies de crisopídeos. Devido ao período mais curto de vida, Ch. externa conseguiu completar 14 gerações/ano e as demais espécies de 10 a 11 gerações/ano nas regiões mais quentes do estado de São Paulo. Nas regiões mais frias, o número de gerações anuais estimado para cada espécie foi menor. Além disso, foi observado que entre as espécies estudadas, Ch. externa pode ser indicada para regiões com temperaturas amenas a quentes, Ce. cincta para climas amenos a frios, Ce. paraguaria para regiões com temperaturas amenas e Ce. cubana para regiões com temperaturas quentes . Os dados obtidos neste estudo poderão ser utilizados em criação massal das espécies, auxiliar na previsão de ocorrência dos predadores no campo e escolher quais das espécies se adaptam melhor a determinados climas no ambiente visando o uso destes predadores em programas de Manejo Integrado de Pragas.
Título em inglês
Biological aspects and thermal requirements in four species of Chrysopidae (Neuroptera)
Palavras-chave em inglês
Development
Lacewings
Temperature
Thermal requirements
Resumo em inglês
The Chrysopidae family is the most diverse in the order Neuroptera and lacewings are considered promising biological control agents, because they feed on a wide variety of small insect pests. The objective of this work was to compare the biological and reproductive aspects, to determine the thermal requirements and to establish the climatic zoning of four species of lacewings, Chysoperla externa (Hagen), Ceraeochrysa cubana (Hagen), Ceraeochrysa cincta (Schneider) and Ceraeochrysa paraguaria (Navás) for the state of São Paulo. The results showed that the four species of lacewings were able to complete their egg-adult cycle in the thermal range of 18 to 32 °C and the best viability obtained between 22 and 28 °C. It was observed that the Ch. externa species had a faster development than the other species at each stage of development and the egg-adult cycle. In the fertility life table, the population growth was favored in the thermal range of 22 and 28 °C for Ce. cincta, from 22 to 25 °C for Ce. paraguaria, from 25 to 28 °C for Ch. externa and for Ce. cubana temperature at 28 °C. The thermal requirements of the species indicated that the base temperature (Tt) were 10.5, 12.95, 11.99, and 11.77 °C and the thermal constant were 443.81, 362.7, 399.68, and 314.95 DD for Ce. cincta, Ce. cubana, Ce. paraguaria and Ch. externa, respectively. Through the thermal requirements and the use of computational tools such as the Geographic Information System (GIS), it was possible to represent spatially the development of the four species of lacewings. It was observed that the estimated number of monthly generations was influenced by temperature, and in the warmer months the life cycle was faster than in the colder months. Due to the shorter life span of Ch. externa, this species managed to complete 14 generations/year, with the remaining 10 to 11 generations/year in the warmer regions of the state of São Paulo. In colder regions, the number of estimated annual generations for each species was lower. In addition, it was observed that among the species studied, Ch. externa can be indicated for regions with mild to warm temperatures, Ce. cincta for mild climates to cold, Ce. paraguaria for regions with mild temperatures and Ce. cubana regions to warm temperatures. The data obtained in this study could be used for mass rearing the species, to help predict the occurrence of predators in the field and to choose which of the species are best adapted to certain climates in the environment aiming the use of these predators in Integrated Pest Management programs.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2018-08-01
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.