• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.11.2005.tde-24052005-142415
Documento
Autor
Nome completo
Roberto Hiroyuki Konno
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Piracicaba, 2005
Orientador
Banca examinadora
Omoto, Celso (Presidente)
Alleoni, Bernardo
Nakano, Octavio
Papa, Geraldo
Sato, Mário Eidi
Título em português
Subsídios para um programa de manejo da resistência de Aphis gossypii Glover, 1877 a inseticidas na cultura do algodão.
Palavras-chave em português
algodão
inseticidas
pulgão
resistência ao pesticida
Resumo em português
O objetivo do presente trabalho foi o de coletar informações básicas para a implementação de um programa de manejo da resistência de Aphis gossypii Glover, 1877 a inseticidas na cultura do algodão. Para tanto, foram caracterizadas as linhas-básicas de suscetibilidade de A. gossypii aos inseticidas carbosulfam, tiametoxam e endosulfam por meio de um bioensaio de contato residual. Posteriormente, foi realizado um monitoramento da suscetibilidade a esses inseticidas em populações de A. gossypii que foram coletadas nas regiões de Acreúna-GO, Ituverava-SP, Rondonópolis-MT e Unai-MG nas safras de algodão de 2001/2002 a 2003/2004. Em cada safra, as coletas de pulgões foram realizadas no início, meio e final do ciclo da cultura. Não foram observadas diferenças significativas na suscetibilidade de populações de A. gossypii para tiametoxam e endosulfam. Por outro lado, houve redução significativa na suscetibilidade ao carbosulfam ao longo do ciclo da cultura. No entanto, foi observado um restabelecimento parcial da suscetibilidade ao carbosulfam no início da safra subseqüente, sugerindo assim a instabilidade da resistência. A razão de resistência de A. gossypii ao carbosulfam foi de 5,7 vezes. Não foi verificada a presença de resistência cruzada entre carbosulfam e os inseticidas tiametoxam e endosulfam. Estudos de dinâmica da resistência de A. gossypii ao carbosulfam realizados em condições de laboratório mostraram que a resistência é instável, ou seja, a freqüência de resistência diminui significativamente na ausência de pressão de seleção. Comparações de parâmetros biológicos entre as linhagens suscetível e resistente ao carbosulfam mostraram que há custo adaptativo associado à resistência. A linhagem resistente apresentou uma menor fecundidade, menor período reprodutivo e menor longevidade do que a linhagem suscetível. Por fim, trabalhos de avaliação da estratégia de mistura de inseticidas evidenciaram que a mistura de carbosulfam com tiametoxam ou endosulfam não é vantajoso no manejo da resistência de A. gossypii ao carbosulfam.
Título em inglês
Bases for an insecticide resistance management program of Aphis gossypii Glover, 1877 in cotton crop.
Palavras-chave em inglês
aphids
cotton
insecticides
pesticide resistance
Resumo em inglês
The objective of this research was to collect basic information for building an insecticide resistance management program of Aphis gossypii Glover, 1877 in cotton crop. Baseline susceptibility data of A. gossypii to carbosulfan, thiamethoxam and endosulfan were characterized by the use of direct contact bioassay. Then, a susceptibility monitoring to these insecticides was conducted in populations of A. gossypii collected from Acreúna-GO, Ituverava-SP, Rondonópolis-MT and Unai-MG during 2001/2002 to 2003/2004 cotton growing seasons. The aphid collection was performed at the beginning, middle and end of cotton growing season. No significant differences in susceptibility to thiamethoxam and endosulfan were observed among A. gossypii populations. On the other hand, there was a significant decrease in the susceptibility to carbosulfan throughout the cotton growing season. However, a partial reset to the susceptibility to carbosulfan was observed at the beginning of the following cotton season. The resistance ratio of A. gossypii to carbosulfan was 5.7-fold. No cross-resistance between carbosulfan and the insecticides thiametoxam was observed. Studies on dynamics of A. gossypii resistance to carbosulfan conducted under laboratory conditions revealed that the resistance is unstable; that is, the frequency of resistance declines significantly in the absence of selection pressure. Life-history comparisons between carbosulfan-susceptible and resistant strains showed that there is some fitness cost associated to resistance. The resistant strain showed a lower fecundity, lower reproductive period and lower longevity than the susceptible strain. And finally, studies on evaluation of the strategy by mixing insecticides showed that the mixture of carbosulfan with thiamethoxam or endosulfan was not advantageous in the management of carbosulfan resistance in A. gossypii.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
roberto.pdf (303.58 Kbytes)
Data de Publicação
2005-06-15
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.