• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.11.2003.tde-23052003-142805
Documento
Autor
Nome completo
Marina Regina Frizzas
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Piracicaba, 2003
Orientador
Banca examinadora
Omoto, Celso (Presidente)
Pitelli, Robinson Antonio
Capalbo, Deise Maria Fontana
Fernandes, Odair Aparecido
Fontes, Eliana Maria Gouveia
Título em português
Efeito do milho geneticamente modificado MON810 sobre a comunidade de insetos.
Palavras-chave em português
biodiversidade
insetos benéficos
insetos nocivos
milho
plantas transgênicas
Resumo em português
O milho geneticamente modificado MON810, que expressa a proteína Cry1Ab de Bacillus thuringiensis Berliner, está em fase de avaliação e aprovação para liberação comercial no Brasil. Sendo assim, o objetivo da presente pesquisa foi o de estudar os efeitos de MON810 sobre a entomofauna em Barretos/SP e Ponta Grossa/PR no período de 1999 a 2001. O levantamento de insetos foi realizado por meio de diferentes armadilhas (alçapão, bandeja d'água, cartão adesivo e rede de varredura) e contagem de insetos nas plantas de milho, visando avaliar o efeito do milho MON810 sobre a comunidade de insetos, guildas tróficas e dinâmica populacional das espécies predominantes, incluindo organismos benéficos e pragas não-alvo. A interação tritrófica envolvendo milho MON810, Spodoptera frugiperda (J.E. Smith) e Doru luteipes (Scudder) também foi avaliada no presente trabalho. Adicionalmente, um estudo comparativo da comunidade geral de insetos nas diferentes safras de milho foi realizado com o uso de armadilha luminosa. Os tratamentos avaliados foram o milho geneticamente modificado MON810 (MON), milho convencional com aplicação de inseticidas (CCI) e milho convencional sem aplicação de inseticida (CSI). Foi coletado um total de 957.081 espécimes e 409 diferentes espécies. Baseado na análise faunística e índices de riqueza, diversidade, eqüitabilidade e similaridade, não foram observadas diferenças entre os tratamentos na comunidade de insetos. Estes resultados foram também confirmados com as análises de componentes principais e de Kruskal-Wallis. Não foram observadas diferenças significativas entre os tratamentos quanto à proporção relativa de diferentes guildas tróficas analisadas (predadores, parasitóides, polinizadores, decompositores, sugadores e mastigadores). Também não foi observado efeito do milho MON810 na dinâmica populacional das espécies predominantes de aranhas e insetos de diferentes guildas tróficas, incluindo pragas não-alvo e insetos benéficos (Carabidae, Coccinellidae, Chrysopidae, Hemerobiidae, Syrphidae, Tachinidae e Apidae). Avaliações de S. frugiperda e D. luteipes nas plantas de milho confirmaram a eficiência de MON810 no controle desta praga e a sua não interferência na dinâmica populacional do predador. E finalmente, diferenças significativas foram observadas na comunidade geral de insetos nas diferentes safras avaliadas. Portanto, nenhum efeito do milho MON810 foi detectado no presente estudo sobre a comunidade de insetos.
Título em inglês
Effect of genetically modified corn MON810 on insect community.
Palavras-chave em inglês
beneficial insects
biodiversity
corn
harmful insects
transgenic plants
Resumo em inglês
The genetically modified corn MON810, which expresses the Cry1Ab protein from Bacillus thuringiensis Berliner, is under evaluation and approval for commercial release in Brazil. Therefore, the objective of this research was to study the effect of MON810 on insect community in Barretos/SP and Ponta Grossa/PR from 1999 to 2001. The evaluations were based on insect sampling with the use of different traps (pitfall, color tray, sticky trap and sweep net) and insect counts on corn plants to evaluate the effect of MON810 on insect community, throphic guilds and population dynamics of predominant species, including beneficial organisms and non-target pests. Tritrophic interaction involving the corn MON810, Spodoptera frugiperda (J.E. Smith) and Doru luteipes (Scudder) was also evaluated in this study. Additionally, a comparative study of general insect community in different corn growing seasons was conducted with the use of a light trap. The following treatments were evaluated: genetically modified corn MON810 (MON), conventional corn with insecticide application (CWI) and conventional corn without insecticide application (CWI). A total of 957,081 specimens were collected, distributed among 409 different species. Based on faunistic analysis and indexes of richness, diversity, evenness and similarity, there were no differences in the insect community among treatments. These results were also confirmed by principal component and Kruskal-Wallis analysis. No statistical differences were found among treatments in the relative proportion of different trophic guilds evaluated (predators, parasitoids, pollinators, decomposers, suckers and chewers). There was also no effect of MON810 on population dynamics of predominant species of spiders and insects of different trophic guilds, including non-target pests and beneficial insects (Carabidae, Coccinellidae, Chrysopidae, Hemerobiidae, Syrphidae, Tachinidae and Apidae). Evaluations of S. frugiperda and D. luteipes on corn plants confirmed the efficacy of MON810 in the control of this pest and its no effect on the population dynamics of D. luteipes. And finally, significant differences were found in the general insect community in different corn growing seasons. Therefore, no effect of the corn MON810 was detected in this study on insect community.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
marina.pdf (902.55 Kbytes)
Data de Publicação
2003-07-01
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.