• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.11.2005.tde-21062005-135251
Documento
Autor
Nome completo
Karina Manami Takahashi
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Piracicaba, 2005
Orientador
Banca examinadora
Berti Filho, Evoneo (Presidente)
Bueno, Vanda Helena Paes
Costa, Valmir Antonio
Lourenção, André Luiz
Vendramim, José Djair
Título em português
Aspectos bioecológicos e potencial de parasitismo de Encarsia formosa (Gahan) (Hymenoptera: Aphelinidae) sobre Bemisia tabaci biótipo B(Gennadius) (Hemiptera: Aleyrodidae) em couve tomate e soja.
Palavras-chave em português
controle biológico (fitossanidade)
couve
ecologia animal
hemiptera
mosca-branca
ninfa
parasitismo
soja
tomate
Resumo em português
O presente trabalho teve por objetivo avaliar o potencial de parasitismo e eficiência de E. formosa sobre B. tabaci biótipo B em couve, tomate e soja. O tempo de desenvolvimento de ovo a adulto e o número de ninfas de B. tabaci biótipo B foram avaliados em soja, tomate e couve. O número de ninfas parasitadas diariamente e o número total de ninfas parasitadas por fêmeas de E. formosa até sua morte foram avaliados para determinar a capacidade de parasitismo do parasitóide. Foram realizadas liberações de números variáveis de E. formosa para um número fixo de ninfas de B. tabaci biótipo B para avaliar o número ideal de parasitóides por planta. Através dos resultados obtidos, observou-se que a duração de ovo a adulto de B. tabaci biótipo B em tomate (22,03 dias) foi estatisticamente superior a de soja (21,17 dias) e esta última significativamente superior que em couve (19,8 dias) sob as mesmas condições ambientais. O parasitóide E. formosa apresentou preferência por ovipositar no terceiro e quarto ínstares de seus hospedeiros. Comparando-se as três culturas avaliadas verifica-se que a couve apresentou número médio total de ninfas parasitadas superior aos valores obtidos para soja e tomate, que por sua vez não apresentaram diferença entre si. O parasitóide não apresentou diferença em relação à longevidade quando foram oferecidas ninfas de terceiro ou quarto ínstares nas culturas estudadas. Entretanto, verificou-se que para os dois estádios ninfais houve diferença significativa entre as culturas avaliadas. Na couve, a densidade de oito parasitóides por planta resultou em bom controle da praga.
Título em inglês
Biological aspects and parasitism potencial of Encarsia formosa (Gahan) (Hymenoptera: Aphelinidae) under Bemisia tabaci BIOTYPE B (Gennadius) (Hemiptera: Aleyrodidae).
Palavras-chave em inglês
animal ecology
biological control
collard green
hemiptera
nymph
parasitism
soybean
tomato
whitefly
Resumo em inglês
The potencial of parasitism and the efficiency of Encarsia formosa on Bemisia tabaci were evaluated on collard green, tomato and soybean plants. The period of developmentof B. tabaci biotype B from egg to adult and the number of nymphs were evaluated on those plants. The ability of parasitism was evaluated by the number of daily parasitized nymphs and the total number of parasitized nymphs per female of E. formosa. The ideal number of parasitoids per plant was evaluated by releasing variable numbers of E. formosa on a fixed number of B. tabaci biotype B nymphs. The results were as follows: the duration of the egg to adult period of B. tabaci biotype B on tomato (22,03 days) was statistically superior to that on soybean (21,17 days), while this last one was significantly superior to that on collard green (19,8 days), under the same environmental conditions; the parasitoid showed preference to oviposit on the third and fourth instars of B. tabaci biotype B nymphs; the number of parasitized nymphs on collard green was higher than those observed on soybean and tomato, whereas the numbers on these last one did not differ; no difference was observed as to the parasitoid longevity when third and fourth instar nymphs were offered on the tested plants; however one observe a significant difference in the mean number of parasitized nymphs; on collard green plants eight parasitoids per plant resulted in a good control of this insect pest.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
KarinaTakahashi.pdf (465.37 Kbytes)
Data de Publicação
2005-06-23
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.