• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.11.2018.tde-17072018-135004
Documento
Autor
Nome completo
Thaís Fagundes Matioli
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Piracicaba, 2018
Orientador
Banca examinadora
Yamamoto, Pedro Takao (Presidente)
Carvalho, Geraldo Andrade de
Parra, José Roberto Postali
Zanardi, Odimar Zanuzo
Título em português
Seletividade de inseticidas ao parasitoide Cotesia flavipes (Hymenoptera: Braconidae): implicações no manejo de Diatraea saccharalis (Lepidoptera: Crambidae)
Palavras-chave em português
Broca-da-cana
Controle biológico
Efeito letal e subletal
Persistência
Toxicidade
Resumo em português
Diatraea saccharalis (Fabricius) é a principal praga da cultura da cana-de-açúcar, causando danos diretos e indiretos, e seu controle é, em grande parte, realizado por liberações massais do endoparasitoide Cotesia flavipes (Cameron). Entretanto, o uso de inseticidas sintéticos por meio de aplicações foliares para controle da praga antes de sua entrada no colmo tem sido intensificado no Brasil. Nesse contexto, objetivou-se com o presente estudo, avaliar a toxicidade e a persistência dos principais inseticidas utilizados na cultura para controle de D. saccharalis pelo contato residual em folhas tratadas nas maiores concentrações de campo, conforme classificação da IOBC/WPRS. Os tratamentos foram clorantraniliprole (Altacor® 350 WG), lambda-cialotrina + clorantraniliprole (Ampligo® 150 SC), clorfluazuron (Atabron® 50 EC), triflumuron (Certero® 480 SC), lambda-cialotrina + tiametoxam (Engeo™ Pleno), tebufenozide (Mimic® 240 SC), novaluron (Rimon® 100 EC) e controle (água destilada). Em laboratório, discos da folha de cana-de-açúcar foram colocados em placas de Petri contendo uma solução composta por [água:ágar] e pulverizadas em torre de Potter, conforme recomendações da IOBC/WPRS. Após 2 h da aplicação, adultos de C. flavipes foram anestesiados com CO2 por 10 segundos e introduzidos em cada placa. Para avaliação da persistência, plantas de cana-de-açúcar foram pulverizadas com os tratamentos até o ponto de escorrimento em casa de vegetação. Aos 5, 15 e 30 dias após aplicação (DAA) foram coletadas as folhas e discos das folhas foram colocados em placas de Petri contendo uma solução composta por [água:ágar]. Para cada dia de avaliação, adultos de C. flavipes foram anestesiados com CO2 por 10 segundos e introduzidos em cada placa contendo os tratamentos. Tanto para o experimento em laboratório como para o de persistência, avaliaram-se os efeitos letal (após 24 h) e subletais da geração maternal e subletais das gerações F1 e F2. As placas foram acondicionadas em sala climatizada com temperatura de 25 ± 2 °C, UR 70 ± 10% e fotofase de 14 horas. Após avaliação da toxicidade aguda, os inseticidas Altacor® 350 WG, Atabron® 50 EC, Certero® 480 SC, Mimic® 240 SC e Rimon® 100 EC foram classificados como inócuos (classe 1) e vida curta (classe 1). Entretanto, Altacor®, Atabron®, Certero® e Rimon® causaram redução no tamanho da tíbia posterior de fêmeas da geração F1, Rimon® reduziu a razão sexual e Atabron® reduziu o peso das massas de casulos da geração F2. Os tratamentos Ampligo® e Engeo™ Pleno causaram 100% de mortalidade após 2 h da aplicação, sendo classificados como nocivos (classe 4) e em bioensaio de semi-campo como persistentes (classe 4). Portanto, apenas Mimic® pode ser recomendado para controle de D. saccharalis em associação com o controle biológico com liberações de C. flavipes. Os inseticidas enquadrados nas classes 4, nocivos ao parasitoide, devem ser estudados em testes de campo para confirmação da toxicidade.
Título em inglês
Selectivity of insecticides to the parasitoid Cotesia flavipes (Hymenoptera: Braconidae): implications on the managment of Diatraea saccharalis (Lepidoptera: Crambidae)
Palavras-chave em inglês
Biological control
Lethal and sublethal effect
Persistence
Sugarcane borer
Toxicity
Resumo em inglês
Diatraea saccharalis (Fabricius) is the main pest of the sugarcane crop, causing direct and indirect damage, and its control is largely accomplished by mass releases of the endoparasitoid Cotesia flavipes (Cameron). However, the use of synthetic insecticides through foliar applications to control the pest before its entry into the stem has been intensified in Brazil. In this context, the objective of this study was to evaluate the toxicity and persistence of the main insecticides used in the crop for the control of D. saccharalis by the residual contact of treated leaves at the highest field concentrations, according to the IOBC / WPRS classification. The treatments were chlorantraniliprole (Altacor® 350 WG), lambda-cyhalothrin + chlorantraniliprole (Ampligo® 150 SC), chlorfluazuron (Atabron® 50 EC), triflumuron (Certero® 480 SC), lambda-cyhalothrin + thiamethoxam (Engeo ™ Pleno), tebufenozide (Mimic® 240 SC), novaluron (Rimon® 100 EC) and control (distilled water). In the laboratory, sugar cane leaf discs were placed in Petri dishes containing a solution composed of water: agar and pulverized in a Potter tower, according to IOBC/WPRS recommendations. After 2 h of application, adults of C. flavipes were anesthetized with CO2 for 10 seconds and introduced into each plate containing the treatments. To evaluate the persistence, sugarcane plants were sprayed with the treatments to the point of runoff under greenhouse conditions. At 5, 15 and 30 days after application (DAA) the leaves were collected and discs were made which were placed in Petri dishes containing a solution composed of water: agar. For each day of evaluation, C. flavipes adults were anesthetized with CO2 for 10 seconds and introduced into each plate containing the treatments. For both the laboratory and persistence experiments, the lethal (after 24 h) and sublethal effects of the maternal and sublethal generation of the F1 and F2 generations were evaluated in a completely randomized design. The plates were conditioned in an air conditioned room with temperature of 25 ± 2 ° C, RH 70 ± 10% and photophase of 14 hours. Insecticides chlorantraniliprole, chlorfluazuron, triflumuron, tebufenozide and novaluron were classified as harmless (class 1) and short-lived (class 1). However, chlorantraniliprole, chlorfluazuron, triflumuron and novaluron caused reduction in the posterior tibia size of females of F1 generation; tebufenozide reduced the sex ratio and chlorfluazuron reduce the weight of parasitoid pupa of the F2 generation. The treatments lambda-cyhalothrin + chlorantraniliprole and lambda-cyhalothrin + thiamethoxam caused 100% of mortality after 2 h of the application, being classified as noxious (class 4) and semi-field bioassay as persistent (class 4). Therefore, only tebufenozide can be recommended for control of D. saccharalis in association with biological control with releases of C. flavipes. The insecticides classified as classes 4 are not selective to the parasitoid and field tests should be performed to confirm toxicity.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2018-07-24
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.