• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.11.2015.tde-12032015-163508
Documento
Autor
Nome completo
Marcela Massaro Ribeiro da Silva
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Piracicaba, 2015
Orientador
Banca examinadora
Moraes, Gilberto José de (Presidente)
Parra, José Roberto Postali
Poletti, Marcelo
Título em português
Potencial de diferentes fontes de alimento para a produção massal de ácaros predadores fitoseídeos (Acari: Phytoseiidae)
Palavras-chave em português
Controle biológico
Criação massal
Phytoseiidae
Resumo em português
Ainda é pequena a disponibilidade de agentes de controle biológico no Brasil. Isso se deve em parte à dificuldade de produção destes, o que frequentemente inviabiliza seu uso. Os ácaros da família Phytoseiidae estão entre os predadores mais utilizados como agentes de controle biológico de ácaros e de pequenos insetos pragas. Atualmente, a criação daqueles agentes é feita principalmente sobre plantas infestadas com presas naturais. Este tipo de criação, apesar de eficiente, demanda grandes áreas, o que aumenta o custo de produção. Para facilitar a produção, alimentos alternativos têm sido avaliados. O objetivo deste trabalho foi determinar alimentos alternativos para a produção massal dos fitoseídeos Amblyseius tamatavensis Blommers, Euseius concordis (Chant) e Neoseiulus anonymus (Chant e Baker). Inicialmente realizou-se um teste de oviposição com 15 espécies de ácaros Astigmatina, cinco tipos de pólen e uma espécie de nematoide. Amblyseius tamatavensis foi o único que apresentou níveis satisfatórios de oviposição quando alimentado com ácaros Astigmatina, atingindo 2,6 ovos/fêmea/dia quando alimentado com Thyreophagus n. sp. e 2,1 ovos/fêmea/dia quando alimentado com Aleuroglyphus ovatus (Troupeau, 1879). Dentre os tipos de pólen, o de Ricinus communis L. proporcionou os maiores níveis de oviposição, sendo de 1,7 e 1,2 ovos/fêmea/dia para E. concordis e A. tamatavensis, respectivamente. Neoseiulus anonymus não apresentou níveis satisfatórios de oviposição para nenhum dos tipos de pólen avaliados. Em relação ao nematoide (Protohabditis sp.) apenas A. tamatavensis apresentou nível de oviposição satisfatória, sendo este de 1,2 ovos/fêmea/dia. Com base nestes resultados, optou-se por elaborar uma tabela de vida de fertilidade apenas para A. tamatavensis alimentado com as duas espécies de Astigmatina citados anteriormente. Assim como no teste de oviposição, o melhor desempenho foi obtido com A. tamatavensis alimentado com Thyreophagus n. sp., obtendo níveis satisfatórios de rm (0,19), T (12,8), Ro (11,47) e λ (1,2). Considerando-se os resultados promissores obtidos, iniciou-se um teste preliminar de criação massal de A. tamatavensis utilizando o método descrito por Freire e Moraes (2007). Em uma criação com população inicial de 200 ácaros, o número de predadores aumentou em média 34 vezes após 30 dias. Este resultado mostrou que A. tamatavensis tem grande potencial para ser criado de forma massal com o uso de Thyreophagus n. sp.
Título em inglês
Potential of different food sources for the mass production of predatory phytoseiid mites (Acari: Phytoseiidae) with different food sources
Palavras-chave em inglês
Biological control
Mass rearing
Phytoseiidae
Resumo em inglês
The availability of biological control agents in Brazil is still low. This is due in part to the difficulties found in the production of those organisms, which often hampers their use. Phytoseiidae is a family of predatory mites commonly used as biological control agents of mite and small insect pests. Currently, these agents are mainly reared on infested plants with their natural prey. This type of rearing, although efficient, requires large areas, which increases production cost. To facilitate production, alternative food sources have been used. The aim of this study was to determine alternative food for mass production of the phytoseiids Amblyseius tamatavensis Blommers, Euseius concordis (Chant) and Neoseiulus anonymus (Chant and Baker). Initially, an oviposition test was conducted with 15 mite species of the cohort Astigmatina, five types of pollen and one species of bacteriophagous nematode. Amblyseius tamatavensis was the only one that presented satisfactory levels of oviposition when fed with astigmatins, reaching 2.6 eggs/female/day when fed with Thyreophagus n. sp. and 2.1 eggs/female/day when fed with Aleuroglyphus ovatus (Troupeau, 1879). Among the types of pollen, Ricinus communis L. induced the highest levels of oviposition, reaching 1.7 to 1.2 eggs/female/day for E. concordis and A. tamatavensis, respectively. Neoseiulus anonymus did not have satisfactory levels of oviposition on any type of pollen. Regarding the nematode (Protohabditis sp.), only A. tamatavensis had satisfactory level of oviposition on this prey (1.2 eggs/female/day). Based on these results, fertility life tables were constructed only for A. tamatavensis fed with Thyreophagus n. sp. and with A. ovatus. As in the oviposition test, the best performance was obtained with Thyreophagus n. sp., on which the following life table parameters were obtained: rm (0.19), T (12.8), Ro (11.47) and λ (1.2). Considering these promising results, a preliminary test for the mass rearing of A. tamatavensis was initiated using the method described by Freire and Moraes (2007). When 200 predators were initially introduced to each rearing unit, the number of predators increased 34 times within 30 days. This result indicated that A. tamatavensis may be mass produced with the use of Thyreophagus n. sp. as prey.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2015-04-13
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.