• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.11.2005.tde-09092005-151732
Documento
Autor
Nome completo
Priscila Fortes
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Piracicaba, 2005
Orientador
Banca examinadora
Parra, José Roberto Postali (Presidente)
Magro, Sandra Regina
Panizzi, Antonio Ricardo
Título em português
Desenvolvimento de uma dieta artificial para a criação de Nezara viridula (L., 1758) e Euschistus heros (F., 1798) e sua relação com trissolcus basalis (Wollaston, 1858)
Palavras-chave em português
controle biológico – fitossanidade
dieta artificial
inseto parasitóide
pentatomídeo
percevejo
soja
Resumo em português
A partir dos estudos biológicos de Nezara viridula (L., 1758) e Euschistus heros (F., 1798) objetivou-se, neste trabalho, desenvolver uma dieta artificial para a criação destes pentatomídeos, visando à obtenção de grande número de insetos, semelhantes àqueles da natureza, possibilitando a criação de inimigos naturais (especialmente de ovos) para a liberação em campo, com diminuição da mão-de-obra para a criação massal destes percevejos. Testou-se como substrato alternativo de postura, para os percevejos, plantas verdes de material plástico. Verificou-se o efeito das dietas artificiais, utilizadas na criação dos percevejos da soja, sobre o parasitismo de Trissolcus basalis (Wollaston, 1858), como forma de avaliar a qualidade nutricional das mesmas. Assim, realizou-se o estudo da biologia de N. viridula e E. heros em condições controladas de temperatura (25?1?C), umidade relativa (60?10%) e fotofase de 14 horas. Três dietas artificiais secas foram testadas e comparadas com a dieta natural (sementes de soja e amendoim e fruto de ligustro). Nas dietas artificiais, os adultos foram alimentados com sementes de girassol. Os resultados mostraram que as dietas artificiais secas permitiram o desenvolvimento completo de N. viridula e E. heros. Os estudos de biologia, tabela de vida de fertilidade e análise de agrupamento (“cluster analyses”) mostraram que os pentatomídeos possuem exigências nutricionais diferentes, sendo que a melhor dieta para N. viridula foi aquela contendo óleo de girassol e, para E. heros, a dieta contendo óleo de soja, como fonte de ácidos graxos. Os pentatomídeos realizaram posturas em plantas artificiais verdes embora o número de ovos tenha sido drasticamente reduzido quando comparado com plantas naturais, pois o binômio composto por estímulos químicos e táteis (visuais) é fundamental para que a postura das espécies estudadas seja comparável à da natureza. Para ambas as espécies de percevejos, as dietas artificiais secas não afetaram o parasitismo dos ovos destas espécies e nem a porcentagem de emergência e duração do período ovo-adulto do parasitóide. Desta forma, as dietas artificiais secas para N. viridula e E. heros, à base de germe-de-trigo, proteína-de-soja, dextrosol, fécula-de-batata, sacarose, celulose, óleo-de-soja e/ou girassol e solução vitamínica, permitiram o desenvolvimento completo dos insetos, embora necessitem de alguns ajustes para torná-las viáveis em uma criação massal de pentatomídeos da soja com vistas a programas de controle biológico, pois sempre foram inferiores à dieta natural. Em geral, N. viridula foi nutricionalmente mais exigente do que E. heros.
Título em inglês
Development of an artificial diet to Nezara viridula (L., 1758) and Euschistus heros (F., 1798) rearing and its relation to Trissolcus basalis (Wollaston, 1858)
Palavras-chave em inglês
artificial diet
biological control - phytosanitary
parasitoid insect
pentatomid
soybean
stink bug
Resumo em inglês
This study was carried out viewing the development of an artificial diet to rear Nezara viridula (L., 1758) and Euschistus heros (F., 1798) based on the biological studies of these pentatomidae, aiming at obtaining a great number of insects similar to those found in nature; therefore, enabling natural enemies rearing (especially egg parasitoids) for field release and decreasing the hand labor in the mass rearing process of these bugs. Green artificial plants were evaluated as an egg laying substrate. The effect of the artificial diets, used for southern green stink bug rearing, on Trissolcus basalis (Wollaston, 1858) parasitism was observed as a way to evaluate their nutritional quality. Biological studies of N. viridula and E. heros were carried out under controlled conditions of temperature (25±1°C), relative humidity (60±10%) and photophase of 14 hours. Three artificial dry diets were evaluated and compared to the natural diet (soybean and peanut seeds and ligustrum fruit). In the artificial diet treatments, the adults were fed with sunflower seeds. The results showed that the artificial dry diets allowed the full development of N. viridula and E. heros. The biological studies, fertility life table and the cluster analyses showed that Pentatomidae have different nutritional requirements and the best diet for N. viridula was the one containing sunflower oil and for E. heros the one containing soybean oil as a source of fatty acids. The bugs oviposited on green artificial plants although the number of eggs was drastically reduced when compared to natural plants since the binomial composed of chemical and tact (visual) stimuli is essential in order to make the oviposition of the studied species compatible with natural oviposition. The artificial dry diets did not affect neither the parasitism of eggs nor the emergency rate and the duration of the egg-adult period of the parasitoid. Thus, dry artificial diets to N. viridula and E. heros, based on wheat germ, soybean protein, dextrosol, potato starch, sucrose, cellulose, soybean and/or sunflower oil and vitamin mixture allowed the full development of the insect although some adjustment is required in order to make it viable for soybean stink bugs mass rearing aiming at biological control programs, as they were always inferior to the natural diet. Overall, N. viridula was nutritionally more demanding than E. heros.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
PriscilaFortes.pdf (510.28 Kbytes)
Data de Publicação
2005-09-29
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.