• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.11.2009.tde-08092009-164923
Documento
Autor
Nome completo
Beatriz Maria Ferrari
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Piracicaba, 2009
Orientador
Banca examinadora
Omoto, Celso (Presidente)
Carvalho, Geraldo Andrade de
Sato, Mário Eidi
Título em português
Efeitos letais e subletais de inseticidas sobre Tamarixia radiata (Waterston, 1922) (Hymenoptera:Eulophidae)
Palavras-chave em português
Controle biológico
Frutas cítricas
Greening (Doença de planta)
Inseticidas - Toxicidade
Insetos parasitóides
Insetos vetores - Controle.
Resumo em português
Tamarixia radiata (Waterston, 1922) é um dos principais agentes de controle biológico de Diaphorina citri Kuwayama, vetor de huanglongbing, no Brasil. Esse parasitóide apresenta alta eficiência de parasitismo, grande capacidade de dispersão, estabelecimento e adaptação em campo. No entanto, a eficiência desse inimigo natural pode ser afetada devido ao uso indiscriminado de pesticidas na citricultura para o controle de diversas pragas e pela carência de estudos que avaliam o impacto total de inseticidas. Sendo assim, os objetivos do trabalho foram: avaliar os efeitos letais e subletais de alguns inseticidas sobre adultos e pupas de T. radiata. Além da mortalidade, foram também avaliados os efeitos de inseticidas sobre a capacidade de parasitismo, a longevidade, a razão sexual e a taxa instantânea de crescimento de T. radiata. Os inseticidas avaliados foram: imidacloprid (neonicotinóide), lambda-cyhalothrin (piretróide) e abamectin (avermectina) nas concentrações recomendada de 96; 7,5 e 3,2 mg de ingrediente ativo por litro de água (ppm) respectivamente, além de 10 e 50% da concentração recomendada de cada inseticida. O método de bioensaio adotado foi o de contato residual do inseticida em adultos do parasitóide, utilizando-se de discos de folhas de laranjeiras pulverizados em Torre de Potter. O efeito de abamectin sobre adultos da geração parental e geração F1 de T. radiata foi também avaliado mediante pulverização de ramos de murta, Murraya paniculata (L.) Jack e sobre pupas de T. radiata utilizando-se método de bioensaio de contato direto. A maior toxicidade a adultos de T. radiata foi observada para imidacloprid (72,7% de mortalidade), seguido por lambdacyhalothrin (19,4%) e abamectin (3,0%). Abamectin causou maior redução na capacidade de parasitismo do parasitóide (28,8%), seguido por imidacloprid (31,3%) e lambda-cyhalothrin (40,1%) na concentração recomedada de cada inseticida. Os inseticidas testados não afetaram a razão sexual do parasitóide. Lambda-cyhalothrin não afetou a longevidade do parasitóide. Por outro lado, imidacloprid reduziu a longevidade. Verificou-se uma redução de 56 e 80% na emergência dos descendentes da geração parental a 50 e 100% da concentração recomendada de abamectin, entretanto, nenhum efeito foi observado para os descendentes da geração F1 do parasitóide. A longevidade de machos da geração parental foi reduzida em 8,4 dias a 50% da concentração recomendada de abamectin, no entanto, nenhum efeito significativo foi verificado para a geração F1 do parasitóide. Foi verificado efeito negativo sobre a capacidade de parasitismo da geração parental e da geração F1 do parasitóide quando abamectin foi pulverizado em ramos de murta. No entanto, abamectin afetou a emergência dos descendentes da geração parental e geração F1 de T. radiata, com valores variando de 24,4 a 84,2% e 0 a 95,1% respectivamente. Abamectin afetou a razão sexual de ambas as gerações. Um decréscimo na longevidade do parasitóide foi observado a 10, 50 e 100% da concentração recomendada de abamectin para os descendentes da geração parental e somente a 50% da concentração recomendada para os descendentes da geração F1. Abamectin não afetou a emergência de adultos e nem a razão sexual quando aplicado sobre pupas de T. radiata. E abamectin não afetou a taxa instantânea de crescimento de T. radiata em todas as concentrações testadas.
Título em inglês
Lethal and sublethal effects of insecticides on Tamarixia radiata (Waterston, 1922) (Hymenoptera: Eulophidae)
Palavras-chave em inglês
Citrus
Diaphorina citri
Insecticides
Parasitoid
Tamarixia radiata.
Resumo em inglês
Tamarixia radiata (Waterston, 1922) is one of the major biological control agents of Diaphorina citri Kuwayama, vector of huanglongbing, in Brazil. This parasitoid has been very effective due to the high parasitism rates, high dispersal ability and high establishment and adaptation rates in the field. However, the efficiency of T. radiata may be affected by the indiscriminate use of pesticides to control many other citrus pests and due to the lack of studies that evaluated the total impact of pesticides. Therefore, the objectives of this research were to evaluate the lethal and sublethal effects of some insecticides on T. radiate adults and pupae. Besides mortality, the effect of insecticides on parasitism capacity, longevity, sex ratio and instantaneous rate of increase of T. radiata were also evaluated. The insecticides evaluated were imidacloprid (neonicotinoid), lambda-cyhalothrin (pyrethroid) and abamectin (avermectin) at recommended rates of 96; 7.5 e 3.2 mg of active ingredient per liter of water (ppm) respectivelly, plus 10 e 50% of recommended rates of each insecticide. A residual contact bioassay was used by spraying the insecticide onto orange leaf discs with Potter tower. The effect of abamectin was also evaluated on parental and F1 generations of T. radiata by spraying the insecticide on branches of Murraya paniculata (L.) Jack and on pupae of T. radiata by direct contact bioassay. The highest toxicity to T. radiata adults was observed with imidacloprid (72.7% mortality), followed by lambda-cyhalothrin (19.4%) and abamectin (3.0%). Abamectin promoted the highest reduction in the parasitism capacity (28.8%), followed by imidacloprid (31.3%) and lambdacyhalothrin (40.1%) at recommended rates of each insecticide. The insecticides tested did not affect the sex ratio of the parasitoid. Lambda-cyhalothrin did not affect the longevity of the parasitoid. On the other hand, imidacloprid caused reduction in the longevity. A reduction of 56 and 80% in the emergence of offspring of parental generation was obtained at 50 and 100% of recommended rate of abamectin. However, no effect was observed to the offspring of F1 generation. The longevity of males from the parental generation was reduced in 8.4 days at 50% of the recommended rate of abamectin; however, no significant effect was detected to F1 generation of the parasitoid. There was effect on parasitism capacity of the parental and F1 generations of the parasitoid when abamectin was sprayed on M. paniculata. However, abamectin affected the emergence of offspring from parental and F1 generations of T. radiata, with values varying from 24.4 to 84.2% and 0 to 95.1% respectively. Abamectin affected the sex ratio of both generations. A decrease in the longevity of the parasitoid was observed at 10, 50 and 100% of recommended rate of abamectin to the offspring of parental generation and only at 50% of recommended rate to the offspring of F1 generation. Abamectin did not affect the adult emergence and neither the sex ratio when abamectin was applied on T. radiata pupae. And, abamectin did not affect the instantaneous rate of increase of T. radiata at all concentrations tested.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Beatriz_Ferrari.pdf (574.60 Kbytes)
Data de Publicação
2009-09-15
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.