• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.11.2003.tde-03042003-152608
Documento
Autor
Nome completo
Edmilson Santos Silva
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Piracicaba, 2002
Orientador
Banca examinadora
Moraes, Gilberto Jose de (Presidente)
Battesti, Darci Moraes Barros
Inomoto, Mario Massayuki
Título em português
Ácaros (Arthropoda: Acari) edáficos da Mata Atlântica e Cerrado do Estado de São Paulo, com ênfase na superfamília Rhodacaroidea.
Palavras-chave em português
acari
arthropoda
biodiversidade
cerrado
fauna edáfica
mata atlântica
parasitologia
Resumo em português
A fauna edáfica de ácaros, apesar de abundante e muito diversa em ambientes naturais, ainda é pouco conhecida no Estado de São Paulo. O presente estudo foi realizado em duas partes. A primeira parte teve como objetivo avaliar a abundância e diversidade dos ácaros da superfamília Rhodacaroidea na Mata Atlântica (Pariquera-Açu, Cananéia, Piracicaba e São Pedro) e no Cerrado (Luiz Antonio, Pirassununga e São Carlos), em amostras de solo (0-5 cm) e folhedo tomadas à base de plantas das famílias Arecaceae e Myrtaceae, respectivamente. Para extração dos ácaros, as amostras foram processadas através de um equipamento do tipo Berlese-Tullgren modificado. Obteve-se um total de 969 Rhodacaroidea adultos, sendo 913 na Mata Atlântica e 56 no Cerrado. Foram encontrados 776 e 193 Rhodacaroidea no folhedo e no solo, respectivamente. Os ácaros encontrados pertencem a 15 gêneros diferentes. Os gêneros mais comuns na Mata Atlântica foram Neogamasellevans Loots & Ryke e Ologamasus Berlese, no folhedo, e Rhodacarus Oudemans, no solo. No Cerrado, Rhodacarus foi o gênero mais comum em ambos os substratos. Trinta e uma morfoespécies de Rhodacaroidea foram encontradas na Mata Atlântica, e cinco, no Cerrado. A uniformidade das freqüências de ocorrência de morfoespécies foi maior na Mata Atlântica que no Cerrado. A uniformidade também foi maior no folhedo que no solo da Mata Atlântica. Na segunda parte deste estudo, avaliaram-se a diversidade, a abundância e a distribuição dos ácaros edáficos no folhedo e em diferentes profundidades (0-5, 10-15, 20-25 e 30-35 cm) do solo. Avaliaram-se também os mesmos parâmetros para os fitonematóides presentes no solo às diferentes profundidades mencionadas. As coletas foram realizadas em Pariquera-Açu e Cananéia, na base da palmeira Euterpe edulis Mart. A extração dos ácaros foi realizada como indicado anteriormente. A extração dos fitonematóides foi realizada pelo método de Jenkins. Nesta parte, coletaram-se 2717 ácaros, 80% dos quais, do folhedo. No solo, a maior quantidade de ácaros foi encontrada na camada de 0-5 cm, exceto no outono. A maior abundância de ácaros no solo e no folhedo foi verificada no inverno. As ordens encontradas foram: Oribatida (80%), Mesostigmata (18%), Prostigmata e Astigmata, (juntos 2%). Os Oribatidas não foram identificados em níveis taxonômicos mais baixos no presente estudo. No folhedo, foram identificados 14 famílias, 19 gêneros e 32 morfoespécies de ácaros. No solo, foram encontradas 17 famílias, 19 gêneros e 27 morfoespécies. Neogamasellevans e Ologamasus foram os gêneros mais abundantes e diversos dentre os ácaros identificados. Dezesseis gêneros de fitonematóides foram encontrados. O número total de fitonematóides encontrados em cada profundidade, para todas as plantas amostradas, variou de 10 a 7340 indivíduos. Helicotylenchus Steiner foi o gênero mais abundante, seguido de Discocriconemella Grisse & Loof e Aorolaimus Sher. Os fitonematóides foram abundantes em todas as profundidades consideradas. Considerando-se a predominância dos ácaros na camada mais superior do solo, é de se esperar que os ácaros que por ventura estejam predando aqueles nematóides possam apresentar alguma eficiência apenas na camada mais superficial do solo. O aprofundamento nas pesquisas sobre a fauna de Rhodacaroidea em ambientes naturais gera informações que poderão ser utilizadas em futuros estudos, para o controle biológico de ácaros-praga no solo.
Título em inglês
Edaphic mites (Arthropoda: Acari) of the Mata Atlântica and Cerrado ecosystems in the state of São Paulo, with emphasis on the superfamily Rhodacaroidea.
Palavras-chave em inglês
atlantic rain forest
biodiversity
dri savana
edaphic fauna
parasitology
Resumo em inglês
Although abundant and very diverse in the natural environments, the fauna of edaphic mites is still poorly known in the State of São Paulo. The present study was conducted in two parts. The objective of the first part was to evaluate the abundance and diversity of mites of the superfamily Rhodacaroidea in the Mata Atlântica (Pariquera-Açu, Cananéia, Piracicaba and São Pedro) and in the Cerrado (Luiz Antonio, Pirassununga and São Carlos) ecosystems, in soil (0-5 cm) and litter samples taken at the base of plants of the families Arecaceae and Myrtaceae, respectively. For extraction of the mites, the samples were processed through a modified Berlese-Tullgren equipment. A total of 969 adult Rhodacaroidea were obtained, 913 from Mata Atlântica and 56 from Cerrado. In relation to the substrate, 776 Rhodacaroidea were found in the litter and 193 in the soil. Those mites belong to fifteen different genera. The most common genera in Mata Atlântica were Neogamasellevans Loots & Ryke and Ologamasus Berlese, in the litter, and Rhodacarus Oudemans, in the soil. In Cerrado, Rhodacarus was the most common genus in both substrates. Thirty one morphospecies of Rhodacaroidea were found in Mata Atlântica, and five, in Cerrado. The equitability of the frequencies of occurrence of the morphospecies was higher in Mata Atlântica than in Cerrado. It was also higher in the litter than in the soil of Mata Atlântica. In the second part of this study, the diversity, abundance and distribution of edaphic mites in litter and soil samples of different depths (0-5, 10-15, 20-25 and 30-35 cm) were studied. The same parameters were also evaluated for plant nematodes present in soil samples at those different depths. Samples were taken in Pariquera-Açu and Cananéia, at the base of Euterpe edulis Mart (Arecaceae). Mites were extracted as indicated previously. Nematodes were extracted by Jenkins method. A total of 2717 mites was collected, 80% of which in the litter samples. In the soil, the largest number of mites was collected between 0 and 5 cm from the surface, except in the fall. Highest abundance of mites in the litter and soil was observed in the winter. The mite orders found were: Oribatida (80%), Mesostigmata (18%), Prostigamata and Astigamata (combined, 2%). Oribatida were not identified at lower taxonomic levels in this study. In the litter, 14 families, 19 genera and 32 morphospecies of mites were identified. In the soil, 17 families, 19 genera and 27 morphospecies were identified. Neogamasellevans and Ologamasus were the most abundant and diverse genera. Sixteen genera of plant nematodes were identified. The total number of plant nematodes found at each depth, for the combined samples, varied between 10 and 7340. Helicotylenchus Steiner was the most abundant genus, followed by Discocriconella Grisse & Loof and Aorolaimus Sher. Nematodes were abundant at all considered depths. Considering the predominance of the mites between 0 and 5 cm from the soil surface, it is conceived that predation on the former by the predatory mites may have some significance only at that depth. Further research on the fauna of Rhodacaroidea in natural environments generate information that could be used in future studies for the biological control of edaphic pest mites and nematodes.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
edmilson.pdf (313.67 Kbytes)
Data de Publicação
2003-05-12
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.