• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.11.2006.tde-19062006-153010
Documento
Autor
Nome completo
Yanê Borges Garcia Gruber
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Piracicaba, 2006
Orientador
Banca examinadora
Dourado Neto, Durval (Presidente)
Coelho, Rubens Duarte
Silva, Magali Ribeiro da
Título em português
Otimização da lâmina de irrigação na produção de mudas clonais de eucalipto (Eucalyptus urophylla x Eucalyptus grandis e Eucalyptus urophylla var. plathyphylla)
Palavras-chave em português
balanço hídrico
eucalipto
irrigação
mudas – produção
viveiro de planta
Resumo em português
Com o objetivo de otimizar a lâmina de irrigação aplicada durante a produção de mudas clonais de eucalipto, por intermédio de avaliações morfológicas, foram conduzidos três experimentos (E1 – verão 2003, E2 – inverno 2003 e E3 – verão 2004) no viveiro de mudas da empresa Eucatex S/A, em pátio de pleno sol, por 56 dias e apresentaram delineamento em blocos casualizados, no esquema de faixas. Os tratamentos constituíram-se de 4 lâminas de irrigação (H0 – testemunha, H1, H2 e H3), aspergidas sobre o dossel e 2 clones (E. urophylla x E. grandis – CA e E. urophylla var. plathyphylla – CB). Foram avaliados: diâmetro de caule (DC), altura da parte aérea (HPA), área foliar (AF), massa seca foliar (MSF), caulinar (MSC), da parte aérea (MSPA), radicular (MSR) e total (MST), em função da idade (dias após estaquia) e por meio dos rendimentos na produtividade, proporcionados pelos níveis de lâmina total aplicada. Os parâmetros climáticos coletados foram: temperatura do ar, umidade relativa do ar, evaporação e chuva. Os tratamentos influenciaram no crescimento das mudas. Durante E1, a lâmina irrigada (LI) variou entre 292,54 mm no nível H0 e 65,09 mm no nível H3. Com o acréscimo da chuva (304,6 mm), a lâmina total (LT) aplicada sobre o dossel variou entre 597,14 e 369,69 mm nos níveis H0 e H3, respectivamente. A chuva ocorrida no período influenciou muito na irrigação. O clone CB proporcionou o maior crescimento, sendo a LT H2 considerada a mais adequada (426,46 mm). A faixa de água responsável pela máxima produtividade variou entre 369,69 mm (MSR) e 508,22 mm (MSC) para o clone CA e entre 435,49 mm (MSC) e 475,01 mm (HPA) para o clone B. Recomenda-se a aplicação de uma lâmina diária estimada (LDE) em torno de 7,6 mm.dia-1. Durante E2, a LI variou entre 399,934 mm no nível H0 e 69,92 mm no nível H3. A lâmina de chuva (LC) foi de 55 mm elevando a LT para 443,93 e 124,92 mm nos níveis H0 e H3, respectivamente. A irrigação foi a principal fonte de aplicação de água. O clone CA garantiu o maior crescimento, sendo a LT do nível H1 (330,75 mm) responsável pelos incrementos superiores. Os pontos de ótimo produtivo foram obtidos com a lâmina máxima (Lmax) entre 328,49 mm (MSF) e 359,69 mm (HPA) para CA e entre 338,47 mm (MSF) e 388,55 mm (DC) para CB. É recomendada a utilização de uma LDE de 6 mm.dia-1. No E3, a LI variou entre 402,90 e 69,35 mm para os níveis H0 e H3, respectivamente. A LC foi de 235,08 mm. A LT variou entre 638,73 mm em H0 e 305,13 mm em H3. O melhor nível de aplicação hídrica foi o H1, com LT de 520,47 mm, sendo o CA o clone com maior crescimento. As Lmax responsáveis pela maior rentabilidade foram entre 523,48 mm e 564,97 mm, para os parâmetros HPA e DC, respectivamente, no caso do clone CA e entre 511,23 mm (MSR) e 544,24 mm (MSF) para o clone CB. A LDE recomendada foi em torno de 9,3 mm.dia-1. Durante a fase de crescimento, conclui-se que a água aplicada pela testemunha (H0) é maior do que as necessidades hídricas das mudas de eucalipto.
Título em inglês
Optimization of irrigation depth in the production of seedlings clone of eucalypts (Eucalyptus urophylla x Eucalyptus grandis and Eucalyptus urophylla var. plathyphylla)
Palavras-chave em inglês
eucalyptus
forest nursey
irrigation
seedlings
water balance
Resumo em inglês
With the purpose of optimizing the applied irrigation depth during the production of eucalypts (clone seedlings), through morphologic evaluations, three experiments (E1 - summer 2003, E2 - winter 2003 and E3 - summer 2004), during 56 days, were carried out in the nursery forest (opened field) of the Eucatex S/A Company, using randomized blocks statistical design (with sub-plots in strips). The treatments were constituted of 4 irrigation depth (H0 - control, H1, H2 and H3), sprinkled on the canopy and 2 clones (E. urophylla x E. grandis - CA and E. urophylla var. plathyphylla - CB). The stem diameter (DC), the height of the aerial part (HPA), the leaf area (AF) and the dry mass of leaf (MSF), stem (MSC), aerial part (MSPA), root (MSR) and total (MST) were evaluated in function of the age (days after cutting) and through the incomes in the productivity, proportionate for the levels of applied total sheet. The collected climatic parameters were: temperature of the air, relative humidity of the air, evaporation and rain. The treatments influenced in the growth of the seedlings. During E1, the irrigated depth (LI) it varied among 292.54 mm in the level H0 and 65.09 mm in the level H3. With the increment of the rain (304.6 mm), the total sheet (LT) applied on the dossal it varied between 597.14 and 369.69 mm in the levels H0 and H3, respectively. The rain happened in the period influenced a lot in the irrigation. The clone CB provided the largest growth, being LT considered H2 the most appropriate (426.46 mm). The strip of responsible water for the maxim productivity varied among 369.69 mm (MSR) and 508.22 mm (MSC) for the clone CA and among 435.49 mm (MSC) and 475.01 mm (HPA) for the clone B. the application of a dear daily sheet is Recommended (LDE) around 7.6 mm.day-1. During E2, LI varied among 399.934 mm in the level H0 and 69.92 mm in the level H3. The rain sheet (LC) it was of 55 mm elevating LT for 443.93 and 124.92 mm in the levels H0 and H3, respectively. The irrigation was the main source of application of water. The clone CA guaranteed the largest growth, being it LT of the level H1 (330.75 mm) responsible for the superior increments. The points of great productive they were obtained with the maximum sheet (Lmax) among 328.49 mm (MSF) and 359.69 mm (HPA) for CA and among 338.47 mm (MSF) and 388.55 mm (DC) for CB. The use of a LDE of 6 mm.day-1 is recommended. In E3, LI varied between 402.90 and 69.35 mm for the levels H0 and H3, respectively. LC was of 235.08 mm. LT varied among 638.73 mm in H0 and 305.13 mm in H3. The best level of water application was H1, with LT of 520.47 mm, being CA the clone with larger growth. Responsible Lmax for the largest profitability were between 523.48 mm and 564.97 mm, for the parameters HPA and DC, respectively, in the case of the clone CA and among 511.23 mm (MSR) and 544.24 mm (MSF) for the clone CB. Recommended LDE and around 9.3 mm.day-1. During the growth phase, it is ended that the applied water for the witness (H0) it is larger than the water needs of the eucalyptus seedlings.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
YaneGruber.pdf (1.35 Mbytes)
Data de Publicação
2006-07-10
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2014. Todos os direitos reservados.