• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.11.2002.tde-15072002-143736
Documento
Autor
Nome completo
Ariovaldo Antonio Tadeu Lucas
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Piracicaba, 2002
Orientador
Banca examinadora
Frizzone, Jose Antonio (Presidente)
Botrel, Tarlei Arriel
Pereira, Anderson Soares
Título em português
Resposta do maracujazeiro amarelo (Passiflora edulis Sins var. flavicarpa Deg) a lâminas de irrigação e doses de adubação potássica.
Palavras-chave em português
fertilizantes potássicos
fertirrigação
irrigação por gotejamento
maracujá
Resumo em português
Com o objetivo de estudar o efeito de lâminas de irrigação e doses de potássio aplicadas via fertirrigação por gotejamento no desenvolvimento, na produtividade e na qualidade de frutos do maracujazeiro amarelo (Passiflora edulis Sins var. flavicarpa Deg) conduziu-se um experimento no período de maio de 2000 a maio de 2001, segundo ciclo da cultura, no campo experimental pertencente ao Departamento de Engenharia Rural da ESALQ/USP, Piracicaba, São Paulo. O experimento foi conduzido em 3 blocos casualizados com parcelas subdivididas em 5 tratamentos de adubação potássica, com doses de K2O variando de zero (testemunha) até 0,800 kg de K2O por planta, aplicados fracionadamente via fertirrigação por gotejamento e 4 lâminas de irrigação, que variaram de 63,3 a 220,5 mm, definidas como frações da lâmina média evapotranspirada medida em quatro lisímetros de drenagem. Concluiu-se que houve efeito significativo das lâminas de irrigação sobre o diâmetro do caule e a área foliar do maracujazeiro amarelo. Não houve efeito dos tratamentos nos comprimentos de internós. O peso do fruto, a densidade do suco, a espessura da casca e o rendimento do suco foram influenciados significativamente pelas lâminas de irrigação, pelas doses de potássio e pela interação entre esses fatores. Não houve efeito significativo dos tratamentos sobre os sólidos solúveis totais, pH e acidez total titulável do suco. O comprimento de fruto foi afetado significativamente pela interação entre lâminas de irrigação e doses de potássio e não houve efeito significativo dos tratamentos no diâmetro de fruto. As concentrações foliares de potássio, magnésio e manganês foram influenciadas significativamente pelas lâminas de irrigação e pelas doses de potássio e as concentrações foliares de boro e ferro sofreram efeito significativo apenas da interação entre as lâminas de água e as doses de potássio. Não houve efeito significativo dos tratamentos sobre as concentrações foliares de nitrogênio, fósforo, cálcio, enxofre, cobre e zinco. Houve efeito significativo dos tratamentos na produção comercial, apresentando um valor máximo de 14102 kg.ha-1 obtido com a aplicação de 118,5 mm de água combinada com dose nula de potássio e um valor mínimo de 8734 kg.ha-1 obtido com a aplicação de 171,5 mm de água e 0,400 kg de K2O por planta. A produção não comercial apresentou uma tendência quadrática de redução com o aumento das doses de potássio. A produção total de frutos foi influenciada significativamente pelos tratamentos, obtendo-se um valor máximo de 14806 kg.ha-1 com a combinação de 118,5 mm de água com dose nula de potássio e um valor mínimo de 8879 kg.ha-1 obtido com a aplicação de 171,5 mm de água e 0,400 kg de K2O por planta.
Título em inglês
Passion fruit (Passiflora edulis Sins var. flavicarpa Deg.) response to irrigation water depths and potassium levels.
Palavras-chave em inglês
irrigation for dripping
potássicos fertilizers
Resumo em inglês
To study the effects of irrigation water depths and potassium levels applied by drip fertigation on the development, yield and fruit quality of yellow passion fruit (Passiflora edulis Sins var. flavicarpa Deg) a trial was carried out from May 2000 to May 2001 in the experimental area of the Department of Rural Engineering of ESALQ/USP, Piracicaba, São Paulo. Experiment was conducted in a split-plot scheme with 3 randomized blocks and 5 treatments with levels of potassium, where K2O varied from zero (control) to 0.800 kg per plant, applied fractionally by drip fertigation and 4 irrigation water depths, which varied from 63.3 to 220.5 mm and were defined as fractions of the average evapotranspiration measured in four drainage lysimeters. There was a significant effect of the water depths over stem diameter and leaf area of the yellow passion fruit. There was not effects of the treatments on the internodes length. Fruit weight, juice density, skin thickness and the juice yield were significantly affected by irrigation water depths, potassium levels and by the interaction between these factors. Treatments did not significantly affect the total soluble solids, pH and total titratable acidity of the juice. Fruit length was significantly affected by the interaction between the water depths and potassium levels and there was not significant effect of the treatments on the fruit diameter. Concentrations of potassium, magnesium and manganese in leaves were significantly influenced by the irrigation water depths and potassium levels. Boron and iron concentrations were affected only by the interaction between the water depths and potassium levels. Treatments also did not affect the nitrogen, phosphorus, calcium, sulphur, cooper and zinc concentrations in leaves. Significant effect was observed on the marketable yield, with a maximum value of 14102 kg.ha-1, which was obtained when 118.5 mm of water and zero potassium was applied. Minimum value, 8734 kg.ha-1, was reached when 171.5 mm of water and 0.400 kg K2O per plant were applied. Non-marketable yield showed a quadratic reduction tendency with potassium levels increasing. Total yield of fruits was significantly influenced by treatments and the maximum, 14806 kg.ha-1, was obtained by applying 118.5 mm of water and zero potassium and the minimum, 8879 kg.ha-1, with 171.5 mm of water and 0.400 kg K2O per plant.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
ariovaldo.pdf (399.99 Kbytes)
Data de Publicação
2002-08-07
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2014. Todos os direitos reservados.