• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.11.2008.tde-16092008-172715
Documento
Autor
Nome completo
Ísis Sabrina Scarso
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Piracicaba, 2008
Orientador
Banca examinadora
Porto, Ernani (Presidente)
Brazaca, Solange Guidolin Canniatti
Teixeira, Elisabeth Pelosi
Título em português
Estudo dos fatores que condicionam acidez elevada em leite humano: aspectos microbiológicos e nutricionais
Palavras-chave em português
Acidez
Leite humano - Qualidade
Microbiologia de alimentos
Nutrição da mãe.
Resumo em português
Foram analisadas 72 amostras de leite humano cru recebidas do Banco de Leite do Conjunto Hospitalar de Sorocaba, com valores de acidez conhecidos. Quarenta e oito delas tinham acidez aceitável (até 8º D) e outras 24 amostras com acidez acima desse limite. Foram realizadas contagens bacterianas: bactérias lácticas, lipolíticas, coliformes totais e fecais, microrganismos aeróbios mesófilos totais e Staphylococcus coagulase positiva. Quarenta e nove questionários de freqüência alimentar foram aplicados em lactantes doadoras de leite com o propósito de estabelecer correlação entre microbiologia, acidez e nutrição das lactantes. Nas amostras com valor de acidez < 8°D as populações microbianas encontradas foram: para o grupo dos microrganismos mesófilos aeróbios totais e bactérias lácticas a população máxima encontrada ficou na ordem de 106 UFC/mL. Já para bactérias lipolíticas este valor não ultrapassou 1,9x105UFC/mL. Os coliformes totais foram isolados em 47,2% (34 amostras) das amostras analisadas, destas 87,5% confirmaram também a presença de E.coli. Para Staphylococcus coagulase positiva o valor máximo encontrado foi 1x104 UFC/mL e foi similar às amostras ácidas e não ácidas. Nas amostras rejeitadas (acidez > 8ºD) as contagens máximas tanto para o grupo de mesófilos como de bactérias lácticas foram da ordem 107 UFC/mL. As bactérias lipolíticas foram encontradas em 53,52% (13 amostras) do total de amostras analisadas e o grupo dos coliformes foi detectado em 52,94% das amostras ácidas, destas 33,33% apresentaram crescimento de E. coli. Os dados foram avaliados pela correlação de Pearson entre as variáveis: população de microrganismos mesófilos aeróbios totais e acidez Dornic. O nível de significância foi estabelecido em p<0,05. Os valores de acidez Dornic não mostraram correlação (R = 0,215) estatisticamente significativa com a população de microrganismos mesófilos aeróbios totais (UFC/mL) para as amostras analisadas. De acordo os dados nutricionais, pequenas diferenças são observadas em relação ao consumo de alimentos e alteração de acidez do leite humano. Pelos valores encontrados não foi possível detectar correlação entre a nutrição da lactante e os valores de acidez encontrados nas amostras de leite humano.
Título em inglês
The study of the factors that condition high acidity in human milk: microbiological and nutritional aspects
Palavras-chave em inglês
Acidity
Human milk
Microbiological analyses
Nutritional aspects.
Resumo em inglês
Seventy two samples of human breastmilk obtained from the Milk of the Hospitals Group of Sorocaba were analyzed, prior to pasteurization. Dornic acidity was titrated in duplicate for each sample. Forty eight of them had acceptable acidity (up to 8° D) and other 24 samples with acidity above of that limit. Quantifying the initial population: lactic bacteria, lipolitics bacteria, total coliforms and Escherichia coli, aerobic mesofilic microorganisms and Staphylococcus positive coagulase. Forty nine questionnaires of alimentary frequency were applied in lactic donors of milk with the purpose of to detect correlation among microbiology, acidity and nutrition of the lactic ones. The samples with value of acidity <8°D the found populations of microorganism were: group of the microorganisms mesofilic total aerobic and lactic bacteria the found maximum population was 106 CFU/mL. Although for lipolitics bacteria this value did not cross 1,9x105 CFU/mL. The group of total coliforms were isolated in 47,2% (34 samples) of the analyzed samples, of these 87,5% they also confirmed the presence of E.coli. In Staphylococcus positive coagulase the detect maximum value was 1x104 CFU/mL and it was similar to the acid samples and no acid. In the samples with acidity above 8ºD (rejected) the maximum population so much for the mesofilic group as of lactic bacteria they were 107 CFU/mL. The lipolitics bacteria were found in 53,52% (13 samples) of the total of analyzed samples and the group of the coliforms was detected in 52,94% of the acid samples, of these 33,33% they presented growth of E. coli. Data were analyzed to detect correlation between variables: population of aerobic mesofilic microorganisms and acidity Dornic, using Pearson`s coefficient. The level of significance was set at p <0,05. The values of acidity Dornic did not show correlation (R = 0,215) statistically significant with the population of aerobic mesofilic microorganisms (CFU/mL) for the analyzed samples. According to the data nutritional, small differences are noticed regarding to the consumption of foods and alteration of acidity of the human milk. For the found values it was not possible to detect correlation between the nutrition of the lactic and the values of acidity found in the samples of human milk.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
isis.pdf (495.55 Kbytes)
Data de Publicação
2008-09-17
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.