• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.11.2012.tde-11122012-105324
Documento
Autor
Nome completo
Edinéia Dotti Mooz
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Piracicaba, 2012
Orientador
Banca examinadora
Silva, Marina Vieira da (Presidente)
Brazaca, Solange Guidolin Canniatti
Costa, Vera Mariza Henriques de Miranda
Título em português
Disponibilidade domiciliar de alimentos orgânicos no Brasil
Palavras-chave em português
Alimento orgânico
Consumo alimentar
Nutrientes
Segurança alimentar
Resumo em português
A busca por alimentos provenientes de sistemas de produção sustentáveis, como por exemplo, os métodos orgânicos de produção é uma tendência que vem se fortalecendo mundialmente. Mudanças nos hábitos alimentares têm sido observadas, revelando a complexidade dos modelos de consumo e de seus fatores determinantes. Sendo assim, este estudo teve por objetivo descrever a disponibilidade domiciliar de alimentos orgânicos no Brasil. Utilizou-se como base de dados informações contidas na Pesquisa de Orçamentos Familiares (POF 2008- 2009), realizada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) sobre aquisições de alimentos e bebidas orgânicos. Os resultados revelam comportamentos distintos na aquisição de alimentos orgânicos entre os brasileiros, quando são discriminados de acordo com as regiões e situação do domicílio (urbano ou rural). Os valores de disponibilidade (média) domiciliar foram superiores entre as famílias residentes nas áreas rurais, notadamente entre as regiões Sul e Centro- Oeste. Nota-se a relação existente entre as condições socioculturais que privilegia a perspectiva ligada à renda, havendo tendência de aumento sistemático de alimentos orgânicos, conforme ocorre crescimento dos rendimentos. Os resultados revelam ainda que quanto menor o número de moradores por domicílio, independente da região, maior a disponibilidade alimentar de orgânicos. Em relação aos grupos alimentares, merece destaque a maior participação do grupo dos laticínios, principalmente entre as famílias residentes nas áreas rurais. Os dados relativos à disponibilidade per capita de energia e participação dos macronutrientes e micronutrientes oriunda dos alimentos orgânicos no Valor Energético Total - VET revelou reduzida contribuição para a totalidade das regiões brasileiras. Quanto às características sociodemográficas das famílias, verifica-se que com o aumento da renda registra-se crescimento na disponibilidade de orgânicos nos domicílios com chefe/responsável do sexo feminino. A maior propensão ao consumo é verificada entre pessoas mais velhas (60 anos ou mais) e com nível de escolaridade superior incompleto. Paralelamente, verificou-se a reduzida quantidade média disponível para a totalidade das famílias brasileiras.
Título em inglês
Household availability of organic food in Brazil
Palavras-chave em inglês
Family budget research - POF
Food availability
Organic food
Resumo em inglês
The search for food from sustainable production systems, for example, the organic methods of production, is a trend which rises worldwide. Changes in dietary habits had been observed, showing the complexity of consumption patterns and their corresponding determinant factors. Thus, the aim of this study was to report the household availability of organic food in Brazil. This work was based on information available on Family Budget Research (POF 2008-2009), carried out by the Brazilian Institute of Geography and Statistics (IBGE) about food acquisition for household consumption. The results showed distinct behavior regarding organic food acquisition between Brazilians, which are discriminated accordingly with different regions and household situation (rural or urban). The household availability values (mean) was higher between families located in rural regions, remarkably between South and Middle-West regions. It can be observed a relationship between socio-cultural conditions which allows the perspectives related to income, with systematic rising trend of organic food, when income growth occurs. Also, the results suggested that as lower the numbers of dwellers, independent of region, the household availability of organic foods are increased. Regarding the dietary groups, more emphasis was given about the major contribution of dairy group, mainly within family household in rural areas. Data related to per capita availability of energy and contribution of macronutrients and micronutrients derived from organic food on Total Energy Value showed reduced contribution for totality of the Brazilian regions. About the family socio-demographic features, it was observed an increasing income promoted by a rising availability in households which are headed by women. The major consumption propensity was verified between elderly individuals (60 years old or more) and with incomplete higher education. In addition, it was found the reduced average amount available for totality of Brazilian families.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2013-01-02
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.