• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.11.2006.tde-09032006-164628
Documento
Autor
Nome completo
Carla Cristina Enes
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Piracicaba, 2005
Orientador
Banca examinadora
Silva, Marina Vieira da (Presidente)
Cyrillo, Denise Cavallini
Fisberg, Mauro
Título em português
Disponibilidade de energia e nutrientes nos domicílios: o contraste entre Regiões Norte e Sul do Brasil
Palavras-chave em português
consumo de alimento
macronutriente
micronutriente
necessidade nutricional
renda familiar
segurança alimentar
Resumo em português
O consumo de alimentos é influenciado por inúmeros fatores, entre os quais podem ser destacados os culturais, nutricionais, socioeconômicos e demográficos. Reconhece-se que, na medida em que esses aspectos favorecem a adoção de novos padrões alimentares, também poderão causar repercussões distintas sobre os níveis de atendimento das demandas nutricionais da população. Neste trabalho foi utilizada como base de dados parcela das informações (referentes à população das Regiões Norte e Sul), obtidas por meio da Pesquisa de Orçamentos Familiares (POF 2002-2003), realizada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística – IBGE. Dentre os objetivos da presente pesquisa destacam-se a análise da disponibilidade de energia e nutrientes, no âmbito dos domicílios. Visou-se também avaliar a participação dos grupos de alimentos e dos macronutrientes no Valor Energético Total - VET, bem como a variação dos mesmos segundo o rendimento mensal per capita e a localização do domicílio (rural e urbano). Para a elaboração das cálculos referentes ao conteúdo de energia e nutrientes, utilizou-se o software Virtual Nutri. Adotou-se como parâmetro para a avaliação da disponibilidade de vitaminas, minerais e fibras, os valores preconizados pelo Institute of Medicine (1997,1998, 2000, 2001, 2002). Quanto à avaliação do conteúdo de colesterol, adotou-se a recomendação da Organização Mundial da Saúde - OMS (2003). As análises estatísticas foram viabilizadas por meio do software SAS (1999). Para a avaliação da disponibilidade de energia e nutrientes conforme o rendimento mensal per capita, foi adotado o modelo de regressão múltipla. Dentre os resultados, destaca-se a reduzida disponibilidade (média) de energia para as famílias moradoras nas áreas urbanas de ambas as regiões e um incremento do conteúdo energético à medida que crescem os rendimentos. Quanto aos macronutrientes, verificou-se uma relação inversa entre a participação dos carboidratos no VET e os rendimentos familiares. A contribuição dos lipídios para o VET apresentou tendência de crescimento, de acordo com o aumento da renda. Com relação aos micronutrientes, os resultados revelaram reduzida disponibilidade, nos domicílios, das vitaminas C, B6, B12, D, E, folacina, ácido pantotênico e dos minerais cálcio, zinco, cobre, manganês e iodo para a totalidade das famílias integrantes da pesquisa. Salienta-se que o conteúdo dos minerais ferro, selênio e fósforo se aproximou do valor (médio) preconizado, apenas para as famílias das áreas rurais. A disponibilidade de fibras se revelou muito inferior ao valor mínimo recomendado para as famílias de ambas as regiões analisadas. A disponibilidade de colesterol revelou forte associação com os rendimentos familiares. Destaca-se a expressiva presença desse elemento, notadamente, nos domicílios das famílias da Região Sul. Quanto à participação dos distintos grupos de alimentos no VET, destaca-se a reduzida contribuição energética das frutas, verduras e legumes para praticamente a totalidade dos grupamentos familiares. Foi identificada a indesejável contribuição – considerada excessiva – dos doces, açúcares e refrigerantes para o VET disponível para as famílias.
Título em inglês
Energy and nutrients disposal in residences: the contrast between North and South Regions of Brazil
Palavras-chave em inglês
family income
food consumption
food safety
macronutrients
micronutrients
nutritional necessity
Resumo em inglês
Food consumption is influenced by countless factors, among which can be emphasized the cultural, nutritional, socioeconomic and demografic ones. One acknowledges that, as these aspects benefit the adoption of new nutritional patterns, it will also be possible to distinguish the level of fulfillment of nutritional demands of the population. Information obtained through the Family Budget Survey (POF 2002-2003), accomplished by Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística – IBGE, concerning the population of the North and South Regions of Brazil was utilized as database in this work. An analysis of energy and nutrients disposal, at domiciliary extent, outstands among this researches’s main goals. It was also intended to assess the relative participation of groups of food and macronutrients in the Total Energetic Value – VET, as well as their variation according to the per capita monthly income and the situation of the place of residence (rural and urban). The Software Virtual Nutri was utilized for the elaboration of the analysis related to the energy and nutrients disposal. As a parameter for the assessment of vitamins, minerals and fibers disposal, it was adopted the recommendations prescribed by the Institute of Medicine (1997, 1998, 2000, 2001, 2002). Concerning the assessment of cholesterol content, the recommendation of the World Health Organization – (2003) was adopted. The statistical analysis were accomplished through the SAS (1999) Software. The multiple regression pattern was adopted in order to assess the energy and nutrients disposal, according to the per capita monthly income. Among the results, it outstands the low energy disposal for the families living in urban areas of both regions and an increase of energetic content while monthly income grows. Regarding macronutrients, it was verified a reversed relation between the participation of carbohydrates in VET and the family monthly income. The relative participation of fats presented a growth tendency proportional to an increase of income. In relation to micronutrients, the results showed a low disposal of vitamins C, B6. B12, D, E, folacin, pantotenic acid and mineral such as calcium, zinc, copper, manganese and iodin in residences for the families of North and South Regions in both geographic stratum. One emphasizes that the iron, selenium and phosphor contents approached the average forecast value only to the families of rural areas. The fiber disposal revealed to be much lower in relation to the minimum recommended value in both of the analyzed regions. The disposable content of cholesterol showed a strong association with the family incomes, with a notorious and expressive presence in residences of the South Region families. Regarding the participation of distinctive groups of food in VET, it outstands the reduced energetic contribution of fruits, vegetables and legumes for virtually all the familiary groupings. It was identified the undesirable contribution of sweets, sugars and soft drinks to the disposable VET for the families that participated in the research.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
CarlaEnes.pdf (445.02 Kbytes)
Data de Publicação
2006-03-14
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.