• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.11.2003.tde-22102003-161259
Documento
Autor
Nome completo
Lilian Pittol Firme
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Piracicaba, 2003
Orientador
Banca examinadora
Vidal-Torrado, Pablo (Presidente)
Ferreira, Jose Roberto
Perez, Xose Luis Otero
Título em português
Caracterização físico-química de solos de mangue e avaliação de sua contaminação por esgoto doméstico via traçadores fecais.
Palavras-chave em português
ecossistemas de mangue
esgoto sanitário
impacto ambiental
propriedade físico-química do solo
solos – contaminação.
Resumo em português
Os manguezais são ecossistemas que portam comunidades vegetais típicas de ambientes alagados, resistentes à alta salinidade da água e do solo. Não são muito ricos em espécies, porém, destacam-se pela grande importância ecológica que desempenham. Por isso podem ser considerados um dos mais produtivos ambientes naturais do Brasil. Os solos do subsistema estuarino do manguezal são pouco conhecidos e a ênfase em sua descrição e estudo neste trabalho surgiu do fato de que no Estado de São Paulo inúmeras áreas de mangue vêm sendo alvo de constante pressões sócio-econômicas. No município do Guarujá, assim como em grande parte da Baixada Santista os solos de mangue vêm sofrendo crescente degradação devido à ocupação urbana de alta intensidade e saneamento básico precário. Este trabalho teve como objetivo estudar as características mineralógicas e fisico-químicas em uma transeção de solos de mangue do rio Crumahú, no município do Guarujá, junto ao bairro Morrinhos, e determinar a distribuição horizontal e vertical de poluentes em função da descarga de efluentes urbanos. Os perfis foram amostrados, utilizando amostrador para solos inundados, em 3 profundidades numa transeção de 160m, que vai da margem do canal do rio Crumahú até a restinga, e com pontos de coleta a cada 10 m. No laboratório, foram realizadas análises físicas, químicas e mineralógicas. A mineralogia das frações areia, silte e argila foi estudada por meio de difratogramas de raio-X. Para a distribuição de poluentes gerados em função da descarga pontual de esgoto doméstico foram utilizados traçadores fecais fazendo uso da relação coprostanol/colesterol entre outras, para confirmação da contaminação. Análises com os traçadores foram feitas por cromatografia gasosa. A análise granulométrica evidencia mudanças do regime de sedimentação recente. O microrrelevo do maguezal é dinâmico e isso foi evidenciado pela distribuição granulometrica. O fluxo e refluxo da maré influenciou alguns atributos do solo ao longo da transeção como a concentração de cátions e ânions solúveis e a condutividade elétrica. Com o secamento das amostras de solo, houve uma oxidação induzida o que levou à diminuição do pH, aumento de sulfato e liberação de Al trocável. Foram encontrados minerais como caulinita, mica, esmectita, ortoclásio e quartzo. Os maiores índices de contaminação foram encontrados na profundidade de 30-50 cm, enquanto que, na profundidade de 60-80 cm esta não foi detectada. A zona de contato mangue-restinga caracteriza-se como local de acúmulo de contaminantes Foi verificada a diminuição das relações de esteróis no sentido do prolongamento da transeção. Toda a área estudada está contaminada por esgoto doméstico podendo colocar em risco todo o ecossistema local.
Título em inglês
Physicochemical characterization of mangrove soils and evaluation of contamination by domestic sewage by faecal tracers.
Palavras-chave em inglês
environmental imapact
mangrove ecosystems
physicochemical soil propriety
sanitary sewage
Soil – contamination.
Resumo em inglês
Mangroves are ecosystems that carry typical biological communities, adapted to flooded environments, which are resistant to water and soils salinity. Although they are not very rich in species, they stand out for their great ecological importance. Hence, they can be considered one of the most productive natural environments of Brazil. Little is known about the soils in a mangrove ecosystem, and the emphasis on its study in the present work came about as a consequence of the fact that in São Paulo State many of these ecosystems are continuously suffering from antropic impacts. In Guarujá municipal district, as well as in a large part of Baixada Santista, mangrove soils are suffering from degradation due to the high-density urban occupation and precarious sanitary conditions. The objective of this work was to study the mineralogical and physicochemical characteristics of mangroves soils located on a transect in the Crumahú river, in Guarujá municipal district; and to determine the horizontal and vertical distribution of pollutant. Profiles were sampled at 3 different depths along a transect of 160m, using a sampler for flooded soils. The physical, chemical and mineralogical analyses were carried out in the Laboratory. X-ray diffractions were used for the characterization of sand, silt and clay fraction mineralogy. Faecal tracers (coprostanol/cholesterol) were used to characterize the pollutant distribution along the transect. Faecal tracer analyses were made by gaseous chromatography. The granulometric analysis showed recent changes in the sedimentation pattern. The mangrove microrelief is dynamic and this could be observed by the granulometric distribution. The tides influenced some soil attributes along the transect such as soluble cations and anions concentration and electrical conductivity. After the samples were dried, there was an induced oxidation resulting in a pH decrease, sulphate increase and exchangeable aluminum liberation. Kaolinite, mica, smectite, orthoclase and quartz were found in the samples. The largest indexes of contamination were found at the depth of 30-50cm while, at the depth of 60-80cm, no contamination was detected. The area where the mangrove meets the “restinga” (coastal reef) is characterized by an accumulation of pollutants. Sterols rate decreased along the transect. The whole studied area is polluted by domestic sewage what could put in risk the whole local ecosystem.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
lilian.pdf (1.20 Mbytes)
Data de Publicação
2003-10-24
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.