• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
Documento
Autor
Nome completo
Aijânio Gomes de Brito Silva
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Piracicaba, 2017
Orientador
Banca examinadora
Muraoka, Takashi (Presidente)
Vitti, Godofredo Cesar
Boaretto, Antonio Enedi
Casarin, Valter
Coutinho, Edson Luiz Mendes
Título em português
Absorção e distribuição de Mn de fertilizantes foliares aplicados sem e com glifosato em soja Intacta RR2 PRO® e efeito na produtividade de grãos
Palavras-chave em português
Absorção foliar
EDTA-Mn
Fontes de manganês
Micronutrientes
Soja transgênica
Resumo em português
Devido aos problemas de deficiência de Mn relatados em soja Roundup Ready, à tendência de aumento de cultivo da soja Intacta RR2 PRO® no Brasil e à possibilidade de aumento de rendimentos desta soja relacionado à resposta a adubação foliar com Mn, realizou-se o presente trabalho. Este foi dividido em dois estudos em casa de vegetação (estudos I e II) e um em campo (estudo III). Cada estudo foi realizado em dois solos (um com alto teor de Mn e outro com baixo teor de Mn), avaliando-se os resultados de cada um separadamente. Estudo I: Dois experimentos foram realizados em delineamento em blocos aleatorizados, com quatro repetições e em esquema fatorial 2 × 6 × 4 com parcela subdividida no tempo. Formaram-se 48 tratamentos pela combinação de dois níveis do fator soja (cultivada sem ou com glifosato) e seis do fator fonte do nutriente (sem Mn ou Controle, Cloreto, Sulfato, Carbonato, EDTA e Citrato) alocados nas parcelas principais, e de quatro níveis do fator tempo (4, 24, 48 e 72 h após a aplicação do fertilizante) alocados nas subparcelas. Cada tratamento foi aplicado com uma haste flexível de algodão nas folhas e nos três primeiros trifólios (trifólios tratados) da planta de soja em estádio V4. Avaliou-se a absorção foliar de Mn através da determinação de massa de matéria seca, teor e conteúdo de Mn dos trifólios tratados e da haste de plantas de soja ainda em estádio V4. Estudo II: Dois experimentos foram realizados em delineamento em blocos aleatorizados, com quatro repetições e em esquema fatorial 2 × 6. Formaram-se 12 tratamentos pela combinação de dois níveis do fator soja e seis níveis do fator fonte do nutriente. Cada tratamento foi aplicado nos trifólios tratados da planta de soja em estádio V4. Avaliou-se a distribuição foliar de Mn através da determinação de massa de matéria seca, teor e conteúdo de Mn dos trifólios tratados, hastes, trifólios formados após a aplicação dos tratamentos (trifólios não tratados), vagens e grãos de plantas de soja em estádio R8. Estudo III: Realizaram-se dois experimentos em delineamento similar ao do estudo II, mas com seis blocos. Cada tratamento foi aplicado com pulverizador de pressão constante sobre a parte aérea de plantas de soja em estádio V4. Avaliou-se a massa de matéria seca, teor e conteúdo de Mn das hastes, vagens e grãos de plantas de soja em estádio R8. Foram avaliados também componentes de produção e rendimento de grãos. A quantidade absorvida de Mn é dependente da fonte utilizada e a fonte Cloreto foi a que proporcionou maior absorção de Mn, enquanto a fonte EDTA, apresentou maior eficiência em aumentar o conteúdo de Mn das hastes logo após a aplicação. O Mn aplicado nos trifólios pode ser redistribuído desta parte para outras da planta, embora aparentemente em pequenas quantidades, e até o final do ciclo da soja estará em maior proporção nos trifólios tratados. A soja tratada com Mn não apresentou grãos com maior acúmulo deste, mas na soja cultivada no "solo -Mn" e sem glifosato o conteúdo de Mn foi maior do que na soja com glifosato. Em termos de produtividade de grãos, a adubação foliar com Mn em aplicação única na soja no estádio V4 recebendo ou não aplicação de glifosato e cultivada em solo originalmente com alto teor de Mn não proporcionou diferenças.
Título em inglês
Absorption and distribution of foliar applied Mn fertilizers with and without glyphosate in Intacta RR2 PROTM soybean and effect on grain yield
Palavras-chave em inglês
Foliar absorption of Mn
Genetically modified soybean
Manganese sources
Micronutrients
Mn-EDTA
Resumo em inglês
Due to Mn deficiency problems related to Roundup Ready soybean, the tendency to increase cultivation of Intacta RR2 PROTM soybeans in Brazil and to the possibility of increased yield of this related to the response to Mn foliar fertilization, this work was carried out. It was divided into two greenhouse studies (I and II) and one in the field (study III). Each study was performed in two soils (one with high content of Mn and the other with low content), evaluating the results of each one separately. Study I: the two trials carried out by using factorial split-plot design, with three factors in four replications in randomized complete block design (RCBD). Soybean factor with two levels (without and with glyphosate) and Mn source factor with six levels (Control, Chloride, Sulphate, Carbonate, EDTA and Citrate), both distributed in factorial form into main plots and time factor (4, 24, 48 and 72 h after fertilizer application) distributed in the sub-plots. Each treatment was applied with a swab in the unifoliate leaves and the first three trifoliates (treated trifoliates) of soybean in V4 stage. Mn foliar absorption was determined by dry matter mass, concentration and content of Mn of treated trifoliates and stem of soybean plants in the V4 stage. Study II: The two trials carried out by using 2 × 6 factorial with four replications in RCBD. Soybean factor with two levels and Mn fertilizer source factor with six levels. Each treatment was applied to the treated trifoliates of the V4 soybean plant. the leaf distribution of Mn was determined by the dry matter mass, concentration and Mn content of the treated trifoliates, stems, trifoliates formed after the application of the treatments (untreated trifoliates), pods and grains of soybean plants in the R8 stage. Study III: Two experiments were carried out in a similar design of study II, but with six replications. Each treatment was applied with a constant pressure sprayer on the above ground part of V4 soybean plants. The foliar Mn was evaluated by determining the dry matter mass, content and Mn content of the stems, pods and grains of soybean plants at stage R8. Production components and grain yield were also evaluated. The absorbed amount of Mn is dependent on the source used and the Chloride is the one that provided the highest Mn absorption, but sources such as EDTA showed a higher efficiency in increasing the Mn content of the stems soon after application. The Mn applied in the trifoliates can be redistributed from this part to others of the plant, although apparently in small amounts, and will be in greater proportion in the treated trifoliates until the end of the soybean cycle. Mn-treated soybean did not present grains with higher accumulation, but in soybean cultivated grown in soil with low Mn concentration and without glyphosate the Mn content was higher than in soybean with glyphosate. In terms of grain yield, the foliar fertilization with Mn in single application in the soybean V4 stage without or with glyphosate grown in soil with high Mn content did not present significant differences.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2017-10-26
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2014. Todos os direitos reservados.