• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.11.2001.tde-15082003-141353
Documento
Autor
Nome completo
Mônica Sartori de Camargo
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Piracicaba, 2001
Orientador
Banca examinadora
Carmello, Quirino Augusto de Camargo (Presidente)
Dematte, Maria Esmeralda Soares Payao
Graziano, Tais Tostes
Prochnow, Luis Ignacio
Silveira, Ronaldo Ivan
Título em português
Nutrição e adubação de Aster ericoides (White Master) influenciando produção, qualidade e longevidade.
Palavras-chave em português
adubação nitrogenada
adubação potassica
asteracea
flor de corte
floricultura
Resumo em português
Os objetivos do trabalho foram: estudar a resposta da cultura cultivada em solução nutritiva a doses de N e K quanto à produção e absorção de nutrientes; avaliar a nutrição e a produção da cultura cultivada em solo sob estufa comercial em 3 ciclos; avaliar os efeitos das adubações nitrogenada e potássica suplementares à fertilização do produtor na produção e absorção de nutrientes pela planta. Foram realizados dois experimentos: solução nutritiva e em solo (estufa comercial). O experimento em solução nutritiva foi instalado em blocos casualizados e constituído de um fatorial 4 x 4, com doses de N (42, 112, 210 e 406 mg L -1 N) e doses de K (39, 78, 234 e 468 mg L -1 K). As soluções nutritivas foram fornecidas por microaspersão em recipientes ( 7L ) contendo sílica e uma muda por vaso. Foram avaliadas a produção de matéria seca (flores, folhas e hastes), altura, número de flores, número de ramificações laterais principais por haste e nutrientes absorvidos. O experimento em solo, sob estufa comercial, foi dividido em duas partes: avaliação do estado nutricional da cultura quando da utilização da adubação do produtor e estudo das adubações nitrogenadas e potássicas aplicadas suplementarmente à fertilização do produtor. O primeiro experimento avaliou três ciclos da cultura ( fev.- maio; maio-ago; ago-dez. 1999) com 600 mil plantas por hectare no primeiro ciclo e 400 mil nos posteriores. A fertirrigação totalizou 86,57 kg ha -1 de N, 10,33 kg ha -1 de P, 60,92 kg ha -1 de K, 89,46 kg ha -1 de Ca, 4,79 kg ha -1 de Mg e 11,93 kg ha -1 de S para cada ciclo, sendo os micronutrientes aplicados via foliar. Foram avaliadas a produção de matéria seca, número de flores por haste, número de ramificações laterais principais por haste, nutrientes absorvidos e análises químicas do solo após cada ciclo. No experimento de adubação suplementar, os tratamentos foram instalados após o primeiro ciclo da cultura em blocos casualizados, fatorial 4 x 4 com 4 repetições. As doses utilizadas como adubação suplementar à fertilização usada pelo produtor foram 86,57; 136,57; 161,28 e 186,23 kg ha -1 de N e 62,92; 106,72; 128,32 e 149,92 kg ha -1 de K e, no terceiro ciclo, 86,57; 164,38; 190,37 e 294, 57 kg ha -1 de N e 62,92; 124,12; 149,92 e 236,92 kg ha -1 de K. Os parâmetros avaliados foram a produção de matéria seca, absorção de nutrientes, número de flores e de ramificações laterais por haste e análise química do solo. No experimento em solução nutritiva, a maior produção de material seco de flores, hastes e folhas, os melhores valores dos parâmetros avaliados (altura, número de flores e ramificações laterais principais por haste) e as maiores concentrações e acúmulos da maioria dos macro e micronutrientes foi atingida com N1K1 (42 mg L -1 N, 39 mg L -1 K) no primeiro ciclo e com N1K3 (42 mg L -1 N; 234 mg L -1 K) no segundo ciclo. No experimento em solo, as produções de matéria seca, número de flores, ramificações laterais principais e exportação de nutrientes foram menores no terceiro ciclo. A fertilidade do solo manteve-se alta nos três ciclos, mas o K teve redução após o primeiro ciclo. As extrações de N e K não foram repostas pela adubação usual. As adubações suplementares com N e K no segundo ciclo apresentaram efeito apenas sobre a produção de matéria seca das flores, o teor de cálcio nas flores e folhas, o acúmulo de N nas flores, de K nas hastes, o teor e acúmulo de Cu nas hastes no segundo ciclo. Os teores de N nas flores e folhas, K e Ca nas folhas, o acúmulo de K nas flores, de P, Ca, Mg nas folhas, de N, Mg e S nas hastes, teor de B, Cu, Fe e Zn nas flores foram influenciados pelas adubações suplementares no terceiro ciclo. Os teores de potássio no solo apresentaram resposta linear com a fertilização suplementar potássica realizada após o terceiro ciclo. Mais estudos são necessários, principalmente quanto ao N e K, para um melhor desenvolvimento da cultura em condições de tropicais.
Título em inglês
Nutrition and fertilization of Aster ericoides (White Master) related to prodution, quality and longevity.
Palavras-chave em inglês
fertilization
floriculture.
nitrogen
nutrition
potassium
Resumo em inglês
Aster ericoides is ornamental plant with great production potential in Brazil. Very little information exists nutrition and fertilization of horticultural plants in tropical countries. The objectives were to study application rates of nitrogen and potassium on production and nutrients absorption in soiless culture and commercial production; nutrition and production evaluation in 3 cycle in commercial production Aster ericoides (White Master). Two experiments were mounted: soiless culture (greenhouse) and soil (commercial greenhouse). The first experiment was a completed randomized block, with 4 replications, 4 rates of nitrogen addition (42, 112, 210 and 406 mg L -1 ) and 4 rates of potassium addition (39, 78, 234 e 468 mg L -1 ). Nutrient solution was added to 7 L pots with silica and 1 plant per pot. Seedlings transplantation was performed and harvest occured after 3 months. Dry matter production (flowers, leaves and stems), plant height, flower number, principal lateral shoots and nutrients absorption were evaluated. Optimum dry matter productio n, flower number and nutrient absorption was obtained with 42 mg L -1 N and 39 mg L -1 K in first cycle and 42 mg L -1 N and 234 mg L -1 K in second cycle. The soil experiment was performed under commercial conditions, Santo Antonio de Posse, Sao Paulo State. This experiment was divided in two parts: nutritional evaluation of production and additional N and K fertilization. Three phases of culture were evaluated with 600,000 plants per ha in first cycle and 400,000 plants per ha in the others cycles. Fertirrigaton was used in each cycle and it was applied 86.57 kg ha -1 N, 10.33 kg ha -1 P, 60.92 kg ha -1 K, 89.46 kg ha -1 Ca, 4.79 kg ha -1 Mg e 11.93 kg ha -1 S. Twelve stems were harvested in each plot (2.40m x 48.00 m area). Dry matter production, flower number and principal lateral shoots were worst in third cycle. Soil fertility was greatest at the third cycles but K levels were reduced after first harvest. N and K extraction was not replaced with standard fertilizer. For the second experiment, the first cycle received fertirrigation at usual nutrient rates. Treatments were initiated in the second cycle with a 4 x 4 fatorial experiment (4 rates of N and 4 rates of K) in randomized designed with 4 replications. N and K rates in second cycle were 86.57; 136.57; 161.28 e 186.23 kg ha -1 of N e 62.92; 106.72; 128.32 e 149.92 kg ha-1 K and in third cycle were 86.57; 164.38; 190.37 e 294.57 kg ha -1 N e 62.92; 124.12; 149.92 e 236.92 kg ha-1 K. Each fertilizer addition was divided into 10 aplications applied each week. Dry matter production (flower, stem and leaf), nutrient absorption, flower number, principal lateral shoots and soil chemical analysis were evaluated. Flower dry matter, calcium concentration in flowers and leaves, N accumulation in flowers and K accumulation in stems and Cu accumulation in stems were influenced by additional fertilization in second cycle. In third cycle, nutrient concentration for N, K, P, Ca and other nutrients were signifcantly higher due additional fertilization. More studies concerns about nitrogen and potassium fertilization could provide more informations regarding the development of Aster ericoides under tropical conditions.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
figura1a.PDF (71.74 Kbytes)
figura1b.PDF (51.40 Kbytes)
figura2.PDF (123.60 Kbytes)
figura3.PDF (128.04 Kbytes)
figura4.PDF (126.31 Kbytes)
figura5.PDF (126.31 Kbytes)
figura6.PDF (71.69 Kbytes)
figura7.PDF (154.01 Kbytes)
figura9.PDF (119.67 Kbytes)
monica.pdf (635.84 Kbytes)
Data de Publicação
2003-08-26
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.