• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.11.2002.tde-28102002-173650
Documento
Autor
Nome completo
Adriana Nogueira Figueiredo
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Piracicaba, 2002
Orientador
Banca examinadora
Miyada, Valdomiro Shigueru (Presidente)
Menten, Jose Fernando Machado
Thomaz, Maria Cristina
Título em português
O ovo em pó na alimentação de leitões recém-desmamados.
Palavras-chave em português
desmama animal
dieta animal
leitão
nutrição animal
Resumo em português
Foram realizados dois experimentos para determinar a composição química, os coeficientes de digestibilidade de nutrientes e os valores de energia e proteína digestíveis do ovo em pó (OP) e avaliar o desempenho e os componentes sanguíneos e plasmáticos de leitões recém-desmamados alimentados com dietas contendo níveis crescentes de proteína do OP em substituição à proteína do plasma sanguíneo. O Experimento I consistiu de um ensaio de digestibilidade, sendo utilizados oito leitões (quatro machos castrados e quatro fêmeas), mestiços Landrace x Large White com 15,9 kg de peso médio. Os tratamentos consistiram de uma dieta basal e uma dieta teste (70% dieta basal + 30% OP) com quatro repetições cada. Utilizou-se a metodologia da coleta parcial de fezes com o uso de 0,5% de óxido crômico (Cr2O3) adicionado às dietas como indicador. Os coeficientes de digestibilidade aparente do OP foram de 87,18, 80,76, 81,99 e 70, 54%, respectivamente, para a matéria seca, energia bruta, proteína bruta e extrato etéreo. A partir dos coeficientes de digestibilidade determinados e os valores de proteína bruta (56,53%) e energia bruta (5.897 kcal/kg) foram calculados os valores de 43,91% de proteína digestível e 5.139 kcal/kg de energia digestível do OP para leitões em fase de creche. No Experimento II, foram utilizados 90 animais (machos castrados e fêmeas), mestiços Landrace x Large White, desmamados com 24 dias e 5,6 kg de peso médio. O período experimental compreendeu duas fases, a pré-inicial (1 a 14 dias) e inicial (15 a 28 dias pós-desmame), onde os tratamentos consistiram de cinco rações isonutritivas com níveis crescentes (0, 25, 50, 75 e 100%) de substituição protéica do plasma sanguíneo da dieta pelo OP. O delineamento experimental foi o de blocos casualizados, com nove repetições por tratamento e dois animais por unidade experimental (baia). Os animais e a ração foram pesados para o cálculo do ganho diário de peso (GDP), consumo diário de ração (CDR) e conversão alimentar (CA) em cada fase e período total. Ao final do ensaio de desempenho foi retirada uma amostra de sangue de cada animal para a determinação dos componentes plasmáticos (uréia, proteína total, albumina, globulina, relação albumina/globulina, triglicérides e colesterol) e sanguíneos (hematócrito e hemoglobina). Não houve diferença entre os tratamentos (P > 0,05) para as variáveis de desempenho na fase de 1 a 14 dias pós-desmame. Para a segunda fase experimental e para o período total, foi observada uma redução linear (P < 0,01) do GDP e CDR, à medida que aumentava o nível de substituição do PS pelo OP. Para as variáveis dos componentes plasmáticos e sanguíneos não foram observadas diferenças significativas (P > 0,05) entre os tratamentos. Concluiu-se que o ovo em pó pode substituir completamente o plasma sanguíneo sem afetar o desempenho dos animais na fase de 1 a 14 dias pós-desmame, enquanto que na fase de 15 a 28 dias essa substituição prejudicou o desempenho dos animais, refletindo assim, em um pior desempenho no período total (1 a 28 dias). A inclusão crescente do ovo em pó nas dietas não alterou os componentes plasmáticos e sanguíneos.
Título em inglês
Spray-dried egg for weanling pigs.
Palavras-chave em inglês
animal diet
animal nutrition
weaning
weanling pig
Resumo em inglês
Two experiments were carried out to determine the chemical composition, nutrients digestibility and digestible energy and protein of spray-dried egg (OP) and to study the performance and plasma and blood components of weanling pigs fed a diets containing OP. In Experiment I, eight Landrace x Large White crossbred pigs (four barrows and four gilts), averaging 15.9 kg live weight were used for digestibility assay. The animals were assigned to two treatments and four replications/treatment. The treatments consisted of the basal diet and test diet (70% of basal diet + 30% of OP) The method was the partial faeces collection, using 0.5% of chromium oxide (Cr2O3) in the diet as fecal marker. The apparent digestibility coefficients of dry matter, gross energy, crude protein and crude fat were, respectivily, 87.18, 80.76, 81.99 and 70.54%. From these results of apparent digestibility coeficients and the values of crude protein (56.53%) and gross energy (5,897 kcal/kg) resulted in 43.91% of digestible protein and 5,139 kcal/kg of digestible energy for OP. In Experiment II, ninety Landrace x Large White crossbred pigs (barrows and gilts) were weaned at 24 days of age with 5,6 kg live weight. The experimental period was divided in two phases, 1 to 14 days and 15 to 28 days post-weaning. The treatments consisted of five dietary levels of 0, 25, 50, 75 and 100 % of substitution of plasma protein for OP protein. Pigs were alloted in a randomized block design with nine replications per treatment and two pigs per experimental unit (pen). Pigs were weighed and the data of feed intake per pen were registered every week. Pig performance data such as average daily gain (GDP), daily feed intake (CDR) and feed conversion (CA) were analyzed by polynomial regression. No treatment effects (P > 0.05) were observed on performance for 1-14 day post-weaning phase. For the 15-28 phase and for the total period, linear reductions (P < 0.01) of GDP and CDR, were observed with increased dietary OP levels. No treatment effects (P > 0.05) were observed on plasma and blood components. Therefore, it can be conclued that the spray-dried egg can completely replace plasma without affecting the performance of pigs during 1-14 day post-weaning phase. For the 15-28 day phase and total period, added OP levels showed a depressive effect on pig performance. The plasma and blood components were not affected by the inclusion of spray-dried egg.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
adriana.pdf (161.29 Kbytes)
Data de Publicação
2002-10-30
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.