• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.11.2015.tde-28042015-100738
Documento
Autor
Nome completo
Steben Crestani
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Piracicaba, 2015
Orientador
Banca examinadora
Silva, Sila Carneiro da (Presidente)
Paciullo, Domingos Sávio Campos
Pedreira, Carlos Guilherme Silveira
Pereira, Lilian Elgalise Techio
Sbrissia, André Fischer
Título em português
Respostas morfogênicas e dinâmica da população de perfilhos e touceiras em Brachiaria brizantha cv Piatã submetida a regimes de sombra em área de integração lavoura-pecuária-floresta
Palavras-chave em português
Capim-piatã
Interceptação luminosa
Morfogênese
Perfilhamento
Sistemas integrados
Touceiras
Resumo em português
Os sistemas de integração lavoura-pecuária-floresta estão sendo difundidos por todo o território nacional como medida de atenuação dos impactos causados pelo monocultivo e como estratégia de recuperação de pastagens degradadas. Inúmeras vantagens do sistema são apontadas, no entanto, a inclusão de espécies arbóreas modifica a qualidade e a quantidade da luz disponível para o pasto, provocando alteração no seu padrão de crescimento (vertical e horizontal) e produção de forragem. Partindo da hipótese que em um sistema silvipastoril o dossel arbóreo irá determinar a quantidade e a qualidade de luz disponível para o sub-bosque e, assim, influenciar a dinâmica de crescimento e ocupação da área pelo capim-piatã manejado sob pastejo rotativo utilizando metas de interceptação luminosa (IL) prépastejo, o objetivo deste trabalho foi quantificar e descrever as respostas morfogênicas, o padrão de perfilhamento e os processos de ocupação horizontal de Brachiaria brizantha cv BRS Piatã [(Hochst. ex A. Rich.) Stapf. syn. Urochloa brizantha cv. BRS Piatã (Hochst. ex A. Rich.) R.D. Webster] em sistema ILPF de dezembro de 2013 a julho de 2014. O estudo foi desenvolvido por meio de três experimentos realizados de forma concomitante para avaliar três regimes de luz: (1) capim-piatã cultivado em área livre de árvores (pleno sol; PS); (2) sombreamento gerado por meio de fileiras duplas de Eucalipto nas bordaduras dos piquetes (S1); e (3) sombreamento gerado por meio de quatro renques de fileiras triplas de Eucalipto dispostos dentro dos piquetes de forma alternada com porções de pasto (S2). Os regimes de luz S1 e S2 foram divididos em duas faixas de sombra (central e lateral) para descrição da variação da luz dentro dos piquetes. O período experimental foi dividido em três períodos de avaliação em função do índice pluviométrico registrado. Para estudar a influência das árvores sobre a medição de IL, o regime S2 foi manejado utilizando-se dois métodos de tomada da leitura de referência da luz incidente: leitura dentro (sob a copa das árvores) e fora (ausência de árvores) da área experimental. O aumento na densidade de árvores provocou redução na radiação fotossinteticamente ativa (RFA) de 37 e 12% nas faixas lateral e central em S1 (181 árvores.ha-1) e de 53 e 49% para as faixas lateral e central em S2 (718 árvores. ha-1). O sombreamento influenciou praticamente todas as variáveis-resposta avaliadas, resultando em redução do perímetro médios das touceiras (50%), aumento da frequência de touceiras pequenas (perímetro < 30 cm), diminuição da frequência de touceiras grandes (perímetro > 61 cm), diminuição da densidade populacional (35%) e estabilidade da população de perfilhos (6%), aumento das taxas de alongamento de folhas (16%) e de colmos (594%) e em área foliar específica (40%). O método da leitura de referência para avaliação de IL resultou em maior comprimento de folhas (14%) e de colmos (37%) quando as leituras foram feitas dentro comparativamente a fora da área experimental. Pastos sombreados alteram seu padrão de crescimento e ocupação da área como medida para evitar o sombreamento e maximizar a captação de luz, modificações essas importantes para planejar e definir metas de manejo do pastejo em áreas de ILPF.
Título em inglês
Morphogenetic responses and tussock and tiller population dynamics in Brachiaria brizantha cv. Piatã subjected to shade regimes in a crop-livestockforest integration area
Palavras-chave em inglês
Integrated systems
Light interception
Morphogenesis
Piatã brachiariagrass
Tillering
Tussocks
Resumo em inglês
Crop-livestock-forest systems are becoming increasingly popular in Brazil as a means of attenuating the impact of monoculture and to aid in the recovery of degraded grassland areas. Several advantages of this technique have been highlighted, but the inclusion of trees impacts the quantity and the quality of the light available for forage plants growing beneath them, resulting in changes in forage growth (horizontal and vertical) and in herbage production. Based on the hypothesis that in a silvipastoral system the tree canopy determines the quantity and the quality of the light available for forage plants growing below, and that this affects forage growth dynamics and horizontal spreading in rotationally grazed Piatã brachiariagrass managed using pre-grazing light interception targets during regrowth, the objective of this study was to evaluate the morphogenetic responses, tillering, and horizontal growth of Brachiaria brizantha cv. Piatã [(Hochst. ex A. Rich.) Stapf. syn. Urochloa brizantha cv. BRS Piatã (Hochst. ex A. Rich.) R.D. Webster] in a crop-livestock- forest integration area from December 2013 to July 2014. The study comprised three simultaneous experiments to evaluate three light regimes: (1) Piatã brachiariagrass cultivated in the absence of trees (full natural light; PS); (2) shade produced by a double row of Eucaliptus trees on the edges of the paddocks (S1); and (3) shade produced by four triple rows of Eucaliptus with pasture in between them (S2). The S1 and S2 light regimes were divided into two shade strips (central and lateral) in order to describe the variation in light availability within the paddocks and its implications to plant growth. The experimental period was divided in three evaluation periods according to rainfall. In order to evaluate the influence of the trees on the measurement of sward canopy light interception and its implications on grass growth, paddocks under the S2 light regime were managed using two methods for taking the reference readings of the incident light: reading inside (under the tree canopy) and outside (full natural light) the experimental area. The increase in tree density resulted in a 37 and 12% reduction in photosynthetic active radiation (PAR) for the lateral and central shade strips of S1 (181 trees.ha-1) and 53 and 49% for the lateral and central shade strips of S2 (718 trees.ha-1). Higher shading resulted in reduction in average tussock perimeter (50%), increased presence of small tussocks (perimeter < 30 cm), decreased presence of large tussocks (perimeter > 61 cm), decreased tiller population (35%) and stability index (6%), increased leaf (16%) and stem (594%) elongation rates and increased specific leaf area (40%). Differences among light regimes across evaluation periods were small. Leaves were 14% longer and stems were 37% longer when readings were taken inside compared to those taken outside the experimental area. Under the trees, swards change their growth and spreading patterns as a means of minimizing the effects of shading and maximizing light capture. These changes have important implications for planning and defining targets of grazing management in crop-livestock-forest integration areas.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2015-05-06
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.